Grevistas da Educação se concentram na Praça Alencastro e fazem passeata pelo centro de Cuiabá

SINTEP NAS RUASOs educadores da rede estadual de ensino de Mato Grosso realizam o 1º ato público do movimento grevista hoje (13) na praça Alencastro em Cuiabá. A concentração será às 15h com a reunião de trabalhadores de todo Estado mobilizados em caravanas. Em seguida os trabalhadores seguem em passeata pelo Centro panfletando sobre os motivos da greve à sociedade. O objetivo é apresentar a pauta de reivindicações da categoria à população.

Por meio de panfletos os trabalhadores da educação irão informar as pessoas sobre as motivações da paralisação das atividades nas unidades escolares, que iniciou ontem por tempo indeterminado. A greve envolve, entre outros itens, a luta pela recomposição anual do piso salarial de no mínimo 10,41% acima da inflação de forma a dobrar o poder de compra a médio prazo e assim equiparar os vencimentos dos/as trabalhadores da educação às demais carreiras do executivo estadual.
Além disso, os educadores exigem a aplicação integral dos 35% da receita na educação, revisão imediata da política de isenção e renúncia fiscal, posse imediata dos classificados no concurso público e realização de novo concurso, hora-atividade para os professores contratados de acordo com a Lei complementar 50/98 e Lei 11.738/08, profissionalização de todos os profissionais da educação e melhoria da estrutura física das escolas.
Depois da concentração, a manifestação da categoria continua com uma caminhada que parte da praça Alencastro em direção à rua Barão de Melgaço, passando pela avenida Isaac Póvoas, Tenente-Coronel Duarte, Getúlio Vargas, até chegar ao ponto inicial.
O presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) Henrique Lopes do Nascimento diz que os pontos de reivindicações buscam um ponto em comum, que é a qualidade da educação. Com valorização profissional e investimentos adequados os estudantes poderão receber um serviço público adequado e voltado ao desenvolvimento humano
fonte SINTEP

 

ESTAMOS EM GREVE

1 Comentário

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 177.193.164.168 - Responder

    eh, mais uma greve e mais uma demonstração de que, em mato grosso, a educação não é mesmo prestigiada pelos governantes. basta a ver a situação das escolas e o fato de quem consegue um dinheirinho bota logo os filhos numa escola particular.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

cinco × 4 =