GRANDE, COMO ERA GRANDE: Morre, aos 77 anos, o ator, produtor cultural e diretor paulista Luiz Carlos Miele, artista de mil instrumentos. Miele começou sua carreira artística no rádio. Com 12 anos, já trabalhava como rádio-ator em uma emissora de São Vicente, em São Paulo. Mais tarde, protagonizou programas infantis na Rádio Tupi

:

O ator, produtor cultural e diretor paulista Luiz Carlos Miele morreu nesta quarta-feira 14 no Rio de Janeiro; ele estava em sua casa, na Gávea, zona sul; o corpo foi encontrado esta manhã pelos bombeiros, que foram acionados para atender a uma ocorrência no local

O produtor musical, ator e diretor Luiz Carlos Miele foi encontrado morto em sua casa, no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira. O Corpo de Bombeiros da Gávea, na Zona Sul do Rio, foi acionado para uma ocorrência no local, mas Miele, que tinha 77 anos, faleceu no local. As informações são do G1.

Às 8h20min, um familiar teria ligado para o serviço de emergência dos bombeiros pedindo atendimento, afirmando que Miele passava mal. Uma ambulância teria chegado ao local às 8h32min, segundo informações prestadas pela corporação à Folha de S. Paulo, mas o produtor já estava morto. A causa da morte ainda não foi divulgada.

A empresária de Miele, Vania Barbosa, disse ao G1 que o artista foi encontrado pela família caído no chão de seu escritório pela manhã, mas que o mal súbito foi uma surpresa.

– Aparentemente, ele não tinha nenhum problema de saúde – disse Vania.

Nascido em 1938, em São Paulo, Miele começou sua carreira artística no rádio. Com 12 anos, já trabalhava como rádio-ator em uma emissora de São Vicente, em São Paulo. Mais tarde, protagonizou programas infantis na Rádio Tupi.

Já no Rio de Janeiro, a partir de 1959 trabalhou na TV Continental como diretor. Na cidade, produziu, ao lado do amigo Ronaldo Bôscoli, nome importante da Bossa Nova, shows no Beco das Garrafas. Dirigiu apresentações de Roberto Carlos, Elis Regina, Wilson Simonal, Sergio Mendes, Milton Nascimento, Agnaldo Timotéo e muitos outros.

Em seus últimos trabalhos na televisão, interpretou o magnata Jack Parker na novela Geração Brasil, de 2014, na Globo, e o personagem Gustavo Pennaforte, do humorístico Trair e Coçar é Só Começar, do Multishow, no mesmo ano.

 

Categorias:Gente que faz

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

18 + dez =