GRANDE, COMO ERA GRANDE- Morre Tinoco, mestre sertanejo



Sertanejo autêntico, de uma capacidade incomparável’, diz Daniel
Cantores rendem homenagens ao integrante da dupla Tonico e Tinoco, morto na madrugada desta sexta, aos 91 anos

Morreu na madrugada desta sexta-feira o cantor José Perez, da dupla sertaneja Tonico e Tinoco. Na foto, Tinoco posa para foto na Rodovia Luiz de Queiroz, em Piracicaba, interior de São Paulo em 2009

A morte de Tinoco, na madrugada desta sexta-feira, aos 91 anos, mobiliza sertanejos. Pelo Twitter, via assessoria ou em entrevista ao site de VEJA, eles lamentaram a perda do cantor, um representante da velha escola da música caipira, o chamado sertanejo de raiz. Confira abaixo as declarações sobre a perda de Tinoco.

Michel Teló
“Foi um prazer e uma honra ter conhecido um dos grandes nomes da música sertaneja, que Deus abençoe e dê muita força à família.”

Daniel, no Twitter
“Hoje, infelizmente, é um dia que ficará marcado na história da nossa música sertaneja de verdade! Uma perda irreparável do nosso querido TINOCO”, escreveu o cantor Daniel em seu perfil no Twitter. “Sertanejo autêntico, de uma capacidade incomparável!! Caboclo dos nossos!!! Muito obrigado pela escola passada ao longo dos anos! Valeu meu ídolo!!”

Zezé Di Camargo
“A viola hoje chora de saudade. Hoje chora por alguém que vai deixar marca em cada acorde que a gente ouvir, em cada nota que tocar, em cada voz de um sertanejo, em cada frase, em cada história de quem ama este gênero… Ah! Vai ter, sim, sempre, o tom de um mestre, de dois ícones, Tonico e Tinoco. Os dois, agora, se encontram no céu, com as bênçãos de Deus.”

Luciano
“A humildade, a simplicidade, o amor à arte acima de tudo. Ao lado de Tonico, Tinoco foi símbolo de um Brasil chamado de caipira. E, no fundo, a gente é caipira. Caipira é quem gosta de mato, da natureza, quem ama o simples, quem fala de amor sem rodeios, quem conhece a força de uma viola. Eles nos ensinaram a ter amor e orgulho por ser caipira. Brasil, verde e amarelo, mistura de cores, união de raças, hoje chora por quem tão bem representou a alma desta pátria. Nosso país é sertanejo e Tonico e Tinoco, os símbolos desta bandeira.”

Rolando Boldrin, do programa Senhor Brasil, da TV Cultura
“Tonico e Tinoco foi uma das duplas caipiras mais tradicionais, e vai ficar como uma espécie de folclore de um tipo de música que está em extinção. Quando era criança, tinha uma dupla caipira com meu irmão e cantávamos as obras deles. Fica o carinho pela memória de Tinoco e tudo que ele representa para a música caipira.”

Inezita Barroso, do programa Viola, Minha Viola, da TV Cultura
“Tinoco é tudo. Ele e o irmão foram os grandes nomes da música caipira. As músicas deles encantaram o país inteiro. O sucesso deles influenciou todos homens e mulheres do campo. Aliás, eles ultrapassaram essa barreira e fizeram sucesso também na cidade. É uma música verdadeira, que vinha do coração. Tinoco era simples, humilde, alegre e genial.”

Bruno, da dupla Bruno e Marrone
“Nossos mestres estão partindo para outro plano. Tinoco, vai em paz e obrigado por sua existência. A música brasileira e, principalmente, a sertaneja vai ficar sempre grata.”

Sorocaba, da dupla Fernando e Sorocaba
“A gente ficou bastante triste por tudo o que o Tinoco fez não só pela música sertaneja, mas para a base do sertanejo, que foi a música caipira. Ele influenciou nossa carreira quando criança. A gente escutava nossos pais cantando em casa e eu já toquei muita música dele em barzinhos. A música dele falou do Brasil, da raiz do nosso país, que tem uma vocação agrícola. Ele falou de forma bonita da chuva, da cachoeira, da fazenda, falou de forma geral do amor. A gente só tem a agradecer muito por tudo que ele fez, e pelo exemplo de pessoa que ele era. Ele era uma pessoa maravilhoso, muito família.”

João Bosco & Vinícius
“Hoje é um dia muito triste para a música. A dupla Tonico e Tinoco foi uma das nossas grandes referências, e aonde ele esteja que Deus abençoe e o ilumine. Deixamos aqui nossos sentimentos para a família do Tinoco e estamos a disposição da família.”

César Menotti, da dupla César Menotti e Fabiano
“Nós lamentamos, porque éramos amigos. Para a música sertaneja, hoje se encerra a história do pioneirismo. Tinoco era o último dos pioneiros. Hoje, quando quisermos saber sobre música sertaneja, teremos que consultar a literatura. Apesar de cantarmos a música sertaneja moderna hoje, nossa música é totalmente influenciada por Tonico e Tinoco. A gente conserva o formato de cantar em dupla, a viola caipira e o tipo de afinação que eles usavam.”

Léo Magalhães
“A música sertaneja hoje se cala diante da perda de um dos maiores sertanejos do país.”

Marcos & Belutti
“Um momento muito triste não só para nós cantores do sertanejo e apreciadores, mas para todos de nosso país, pois Tinoco com certeza marcou fortemente sua história, que Deus dê forças para seus familiares.”

Thiago, primo e dupla de Pedro Leonardo, no Twitter
“Meus sentimentos com a família de Tinoco, uma grande perda pra música popular brasileira!”

Chitãozinho e Xororó, no Twitter
“O Brasil perde, hoje, um ícone da música sertaneja. Nossa homenagem ao grande ídolo Tinoco.”

Luan Santana, no Twitter
“Acabei de acordar e vi uma noíticia que me deixou muito triste… Tinoco, a razão de a música sertaneja ser tão popular, faleceu hoje… Todos nós sertanejos, ao lado do Brasil, todo estamos orando por voce, Tinoco! Descanse em paz…”

 

 

fonte VEJA ON  LINE

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

5 − dois =