GABRIEL NOVIS NEVES: Maurício Detoni está maduro para estourar no competitivo mercado das artes como um dos melhores artistas da nova safra. Desliza da beleza inocente das músicas regionais até as mais sofisticadas canções, sendo a maioria de sua autoria. Demonstra com a sua arte uma forte formação educacional, cultural e universitária.

 GABRIEL NOVIS NEVES, reitor-fundador da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), é médico gineco (ginecologista e obstetra) em Cuiabá, MT


GABRIEL NOVIS NEVES, reitor-fundador da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), é médico gineco (ginecologista e obstetra) em Cuiabá, MT

Show

GABRIEL NOVIS NEVES

 

Fiquei sabendo que o músico-cantor Maurício Detoni, filho de dois amigos-filhos, estava se apresentando na Casa do Parque.

Fui assistir ao seu show de canto e violão.

O rapaz está maduro para estourar no competitivo mercado das artes como um dos melhores artistas da nova safra.

Canta, encanta, e toca violão como poucos, chegando, sem exagero bairrista, a lembrar do João Gilberto.

Seu repertório é vasto, e predomina o bom gosto.

Desliza da beleza inocente das músicas regionais até as mais sofisticadas canções, sendo a maioria de sua autoria (letra e música).

Demonstra com a sua arte uma forte formação educacional, cultural e universitária.

Aliás, possui dois cursos superiores. Um para entender a vida (biologia) e outro do Conservatório de Música.

Há doze anos luta para conquistar seu merecido lugar de destaque na competitiva cidade do Rio de Janeiro.

Além do seu imenso talento, queimou muita gordura no trabalho da aprendizagem acoplado a uma simplicidade própria dos vencedores.

Mauricio Detoni, canto e compositor

Mauricio Detoni, canto e compositor

 

Fiquei feliz em ter participado da carreira de um artista que rompeu todas as amarras culturais de uma vida linear para o grande desafio de viver de arte em um país como o Brasil, onde a educação e cultura sempre foram tratadas pelo governo como moedas podres.

Convivo muito bem com o sucesso alheio, vibrando como se fosse o meu próprio. Admiro o vencedor ético, verdadeiro guerreiro que consegue sobreviver neste mundo cruel da competição de valores duvidosos, onde tudo é permitido para impedir a vitória daqueles que têm talento e trabalham exaustivamente para conseguirem seus objetivos.

A Casa do Parque vem se destacando em nossa capital como um lugar diferenciado de apoio às artes. Não é apenas um espaço agradável para se degustar um bom vinho com gastronomia internacional, com preços honestos.

Oferece público e espaço para artistas sem outras oportunidades de mostrarem seus trabalhos.

Durante a semana, música da melhor qualidade com a prata da casa. Todos os meses exposições de nossos artistas plásticos, esquecidos pela mídia.

O respeitoso ambiente com o artista e a tranquilidade que imaginava não ser mais possível encontrar nesta violenta cidade, foi “detonado” no show maravilhoso do Detoni.

Que outros empresários invistam em espaços onde a futilidade não tem ingresso.

 

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

seis − cinco =