Faiad mantém disposição de processar criminalmente presidente da Assof. Por seu lado, major Wanderson Nunes já entrou com representação contra Faiad no MP. Veja o vídeo e os documentos. Nesta 2ª, assunto deve dar o tom de reunião de Faiad com o Fórum Sindical

Como acontece toda a primeira segunda-feira de cada mês, os sindicatos que compõem o Fórum Sindical de Mato Grosso voltam a se reunir neste 1º de julho com o secretário de Administração do Governo do Estado, o advogado Francisco Faiad. Deve ser uma reunião tensa, depois que Faiad se envolveu em polêmica com o major PM Wanderson Nunes de Siqueira, presidente da Assof – Associação dos Oficiais da Polícia e Bombeiro Militar de Mato Grosso. É que o presidente da Assof reclama que Faiad vem adiando a publicação da lei que estabele o reajuste salarial de 6,17% para os servidores estaduais a partir do dia 1º de maio, conforme acordado com o governador Silval Barbosa.

Em coletiva, na sexta, 28, o major Wanderson relatou que, antes de conceder os 6,17% para todos os servidores, o Governo do Estado havia estabelecido, através da Lei Complementar 433/2011, que o reajuste dos coronéis da PM e do Corpo de Bombeiros seria de apenas 4,5%. A Assof e demais associações que representam os militares cobraram do governador Silval Barbosa a harmonização dos índices, no encontro que o governador teve com o Fórum Sindical, no início de maio – e o governador orientou uma negociaçaõ à parte com o secretário Faiad. Desde então, essa harmonização não tem sido possível, de acordo com o major. Ele especula que a atitude de Faiad traduziria seu interesse na judicialização da demanda – fato que já ocorreu anteriormente e serviu para produzir gordos honorários através de uma ação movida na Justiça em que Faiad, curiosamente, atuava como advogado dos militares, ao lado do ex-secretário de Administrativa, e aparentemente seu sócio, César Zilio.

Essas suspeitas levantadas pelo major Wanderson Nunes de Siqueira fizeram o secretário Faiad falar na possibilidade de processar o presidente da Assof criminalmente. A disputa, entre os dois, certamente deve ser ponto de destaque na reunião do Fórum Sindical com o titular da SAD nesta segunda-feira.

Disputa entre o major Wanderson Nunes, presidente da Associação dos Oficiais da PM e do Corpo de Bombeiros e o secretário de Administração Francisco Faiad, está se transformando em confronto judicial. Wanderson já pediu ao MP providências contra Faiad. E Faiad diz que vai processar criminalmente Wanderson por acusa-lo de montar "indústria de honorários" em possível parceria com o também advogado e ex-secretário de Administração César Zilio

Disputa entre o major Wanderson Nunes, presidente da Associação dos Oficiais da PM e do Corpo de Bombeiros e o secretário de Administração Francisco Faiad, está se transformando em confronto judicial. Wanderson já pediu ao MP providências contra Faiad. E Faiad diz que vai processar criminalmente Wanderson por acusa-lo de montar “indústria de honorários” em possível parceria com o também advogado e ex-secretário de Administração César Zilio

CONFIRA INTEIRO TEOR DA REPRESENTAÇÃO DA ASSOF CONTRA FAIAD

mpmt pagina do e – representação da assof contra faiad by Enock Cavalcanti

CONFIRA TRECHO DE AÇÃO ANTERIOR, MOVIDA POR FAIAD E CESAR ZILIO, PARA GARANTIR DIREITOS DOS SERVIDORES MILITARES

Assof Pagina Do e – Processo Mostra Que Faiad e Zilio Fazem Advocacia Juntos by Enock Cavalcanti

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

quatro × um =