RAFAEL COSTA – Mauro troca Taques por Maggi e Silval

Mendes e Taques que forjaram a coligação MT Muito Mais, agora trocam "facadas" nos bastidores da disputa eleitoral em CuiabáE agora?

A facada nas costas, que teria sido disparada pelo empresário Mauro Mendes contra o seu antigo parceiro de coligações partidárias, senador Pedro Taques merece destaque nas páginas da Folha do Estado. De acordo com o repórter Rafael Costa, Mauro fez acordo com Blairo Maggi e Silval Barbosa para ser o candidato da situação ao governo do Estado, em 2014, deixando de lado seus antigos compromissos com Pedro Taques e o PDT, que também sonham com a sucessão de Silval Barbosa. Nenhuma novidade para os leitores desta PAGINA DO E. O que Rafael não conta é que, em sua “traição” Mauro Mendes teria se inspirado no próprio Pedro Taques que, em 2010, por baixo do pano, recebeu apoio e estrutura de adversários para se eleger senador da República. Entre esses adversários, estaria o tucano Guilherme Maluf e o atual conselheiro do TCE e então deputado estadual Sérgio Ricardo, ligado ao presidente da Assembléia, Geraldo Riva. Confira o que publicou Rafael Costa. (EC)

BASTIDORES
Mauro faz acordo para 2014
Aproximação de Mendes com o PMDB e PR faz parte de um acordo para a sucessão de Silval

O possível apoio do PR e PMDB a Mauro Mendes afasta o socialista do senador Pedro Taques (PDT). Taques pretende disputar o governo do Estado em 2014

RAFAEL COSTA
FOLHA DO ESTADO

A possibilidade de o PR e o PMDB manifestar apoio a candidatura do empresário Mauro Mendes (PSB) é reflexo de diálogos que estão ativos desde o mês de abril e envolve acordos políticos que deveriam ser honrados na eleição de 2014. Naquele mês, Mendes estava convicto de sua densidade política eleitoral, refletida numa consolidada liderança nas pesquisas de intenção de voto.

Ao mesmo tempo, sabia que o arco de aliança PSB-PDTPPS e PV, resquício do Movimento Mato Grosso Muito Mais, não seria capaz de oferecer suporte a este projeto, levando automaticamente à necessidade da inclusão de outras legendas. A estratégia seria agregar mais tempo de propaganda eleitoral gratuita
em rádio e TV apoio político. Todas as revelações a seguir traduzem informações que partiram de fontes vinculadas ao PDT e PSB que preferem se manter no anonimato.

Em abril, houve uma reunião do empresário Mauro Mendes (PSB) com o senador Blairo Maggi (PR) e o governador Silval Barbosa (PMDB) na casa do empresário Mauro Carvalho, que mantém boas relações com Mendes e Maggi.

O republicano orientou seu afilhado político, Mauro Mendes, a concorrer ao governo do Estado em 2014 com apoio dos partidos que compõem a base aliada do Palácio Paiaguás.

DOIS ANOS

Ao mesmo tempo em que manteria um aliado por mais 4 anos à frente da administração estadual, Maggi enfraqueceria o senador Pedro Taques (PDT), em um eventual projeto de concorrer ao governo do Estado em 2014, diante da saída de Mendes do bloco de aliados do pedetista. Em resposta, Mendes avisou que temia perder o recall das duas últimas eleições se não disputasse em 2012, vindo a cair no esquecimento até a disputa de 2014.

A partir daí, foi costurado o apoio do PMDB e PR vir a apoiar a candidatura de Mendes a prefeito de Cuiabá com o candidato a vice-prefeito sendo indicado pelos peemedebistas.

Rafael Costa, jornalista, é repórter de política do jornal Folha do Estado, MT

 

Categorias:Jogo do Poder

3 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 201.47.154.196 - Responder

    Vivendo e aprendendo!….

  2. - IP 189.59.41.214 - Responder

    Essa corriola de políticos não aprendem, começando por (Moto Serra -(Blairo Maggi), e agora o governador que não governa (Silval Barbosa), estão esquecendo que usar o Serralheiro Vip (Mauro Mendes) candidato a prefeitura de Cuiabá de trampolim para candidatar posteriormente ao governo com seus apoios, primeiro, pelo fato de liderar pesquisa tendo como parâmetro de pesquisa, uma eleição de governo que disputou passado, e segundo, após derrota, este sujeito ajudado pela mídia continuou dizendo que seria candidato a prefeito que muitas vezes são manipulado pela força do dinheiro, aliás, tenho ouvidos em rodas que esse Serralheiro paga para determinados jornalistas pelegos para estar sempre em evidencia na mídia, mas esquecem que o eleitor ja deu recado nas eleições passadas sobre esse tipo espúrio de almejar cargo público, é esperar para ver. o povo desta capital caso consiga ganhar essa eleição, vão conhecer quem é o serralheiro vip como pessoa, segundo dizem seu passado lhe condena, digo mais, voto meu nem que fosse o único candidato teria, é aguardar.

  3. - IP 189.59.41.214 - Responder

    Quero aqui deixar registrado o meu descrédito com esses políticos atuais e os que estão a aventurar a cada eleição, muitos candidatos não valem um vintém, hoje infelizmente o dinheiro manda e desmanda, quem tem é bajulado, e os verdadeiros profissionais da políticos entram em ação para tirar alguma vantagem financeira ou arrumar uma teta para mamar no erário público, isso porque aparece candidato que não tem voto nem da sua família, mas entram nessa aventura, principalmente quando é patrocinado por empresários ou político. A cada legislatura esse povo que não sabe escolher o que presta, e o que não presta, muitas vezes levados a votar por ter ganho um agrado, péle que o diga, elegem políticos que visam somente interesse próprio quando seu compromisso era lutar para o bem da coletividade, se fizerem um levantamento sobre o patrimônio dos políticos brasileiros quando entraram

Deixe uma resposta para Urbano Ribeiro dos Reis    ( cancelar resposta )

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

12 + sete =