(65) 99638-6107

CUIABÁ

Esporte, a alegria do povo

Vanderlan comemora bom momento no Profissional: ‘Sensação inexplicável’

Publicados

Esporte, a alegria do povo


Vanderlan foi titular da equipe alviverde que venceu a Ponte Preta por 3 a 0 na última rodada da fase de grupos do Paulista (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Vanderlan é mais uma Cria da Academia que vem recebendo chances e aproveitando muito bem. Foi assim, principalmente, na vitória por 3 a 0 sobre a Ponte Preta, no último dia 9, triunfo que encaminhou a classificação alviverde para a fase decisiva do Campeonato Paulista.

“Após o jogo em Campinas, senti um mix de sentimentos: euforia, alegria… Não consegui nem dormir direito. Foi uma sensação inexplicável. Foi muito bom voltar para casa e ouvir falarem bem de mim e do Michel (estreante no confronto), que fizemos uma partida segura e saímos sem tomar gol, que é o principal objetivo da zaga”, afirmou.

O lateral-esquerdo/zagueiro de 18 anos chegou ao Palmeiras em 2017, para o Sub-15. “Nasci em Brumado-BA, cidade que fica 500 quilômetros de Salvador. Saí de casa aos 13 anos para jogar no Jacuipense-BA, onde fiquei por nove meses e acabei chamando a atenção de um captador do Palmeiras. Aí joguei pouco no meu primeiro ano aqui, depois no Sub-16 comecei a me destacar um pouco e me firmei mesmo como titular no Sub-17”, disse, aproveitando para explicar a origem de sua polivalência. “O Artur Itiro (técnico do Sub-17) exige bastante isso da gente e me acostumei a jogar nas duas posições”.

  Palmeiras faz mais um jogo ruim e é derrotado contra o Fortaleza

Leia Também:  Com dois de Michael, Mengão vence o Palmeiras de virada por 3 a 1 fora de casa

A estreia pelo Profissional foi no dia 26 de janeiro, no empate com o Vasco, pelo Brasileiro. Depois, ele atuou contra Atlético-MG (também pelo Brasileiro), Botafogo-SP, Santo André e Ponte Preta (os três últimos pelo Paulista). Às vésperas de uma possível estreia na CONMEBOL Libertadores, o garoto almeja seguir correspondendo e trilhar caminhos parecidos com os dos conterrâneos Danilo e Wesley. “Eles também são baianos e são inspirações para mim. O Danilo, por exemplo, estava até pouco tempo treinando comigo no Sub-20, fez um bom treino, subiu para o Profissional e hoje é uma realidade. Quero fazer o mesmo”.

No treino desta segunda (17), Vanderlan, Pedro Bicalho e Gustavo Garcia passaram pelo trote do elenco e tiveram o cabelo cortado de maneira, digamos, inusitada. “Os autores foram Lucas Lima e Jailson. Falaram que já havia passado a hora de cortar e não tivemos escolha: era cortar ou cortar (risos)”, brincou o jovem, que valorizou o fato de fazer parte de um grupo tão qualificado. “Aqui tem grandes estrelas, jogadores renomados que ganharam vários títulos na carreira. Agradeço a Deus todos os dias pela oportunidade de estar aqui com jogadores que eu só via pela televisão. Sobre disputar competições como Libertadores, sempre sonhei com isso e hoje estou podendo realizar”, concluiu Vanderlan, que, entre outros títulos na base, conquistou o Mundial de Clubes Sub-17 em 2019 pelo Verdão.

  Palmeiras derrota Ceará por 3 a 0 e sai na frente por vaga da semi-final da Copa do Brasil

Leia Também:  América inicia preparação, focado na retomada do Campeonato Mineiro

As Crias da Academia Michel, Pedro Bicalho, Vanderlan e Garcia (da esquerda para a direita) após o treino desta segunda-feira (17) na Academia de Futebol (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esporte, a alegria do povo

Edenilson marca nos acréscimos e Inter vence o Fortaleza no Beira-Rio

Publicados

em


FOI COM EMOÇÃO! Na primeira partida que disputou no Beira-Rio neste mês de setembro, o Clube do Povo superou o Fortaleza, na manhã deste domingo (19/09), por 1 a 0. Marcado aos 47 do segundo tempo, o gol de Edenilson garantiu ao Inter sua segunda vitória consecutiva no Nacional, que leva o Colorado aos 29 pontos no Brasileirão de 2021.

Agora, a equipe volta suas atenções para a 22ª rodada do país, que será disputada no próximo domingo (26/09), às 16h, diante do Bahia. No Beira-Rio, o confronto envolverá equipes em realidades distintas na tabela. Afinal, enquanto o Inter luta pelo G6, o Tricolor de Aço, com 23 pontos conquistados até aqui, vive luta particular contra o rebaixamento.


Bola com o Inter, principais chances para os visitantes

Apesar do horário, é seguro afirmar que as duas equipes foram a campo bastante ligadas no Beira-Rio. Logo no primeiro minuto, Lucas Lima cruzou bola perigosa da esquerda, que Ângelo Henríquez finalizou com espaço na pequena área. Embora desperdiçada, a oportunidade empolgou os visitantes, que passaram a adiantar suas linhas e, com os alas colados em nossos laterais, e os atacantes atentos aos zagueiros vermelhos, incomodaram a saída de jogo do Clube do Povo. A resposta encontrada pelo Inter foi a aposta no corredor esquerdo de ataque.

Existente para levar o Inter ao campo ofensivo, o espaço no corredor esquerdo até ofereceu escapes agressivos para Moisés e Patrick, mas foi incapaz de colocar o Colorado dentro da área rival. Cerceada pela defesa cearense, a construção por passes foi substituída, no leque do ataque alvirrubro, pelos arremates de longa distância. O mais perigoso desses saiu dos pés de Mauricio, que quase abriu o placar, aos 40, em forte canhotaço. De sua parte, o Fortaleza assustou uma vez mais, ainda antes, no minuto 16, quando Éderson mandou por cima boa chance.


Não tá morto quem peleia

O Inter retornou dos vestiários com mudança, a partir da entrada de Boschilia no lugar de Mauricio. Quem dominou o reinício de confronto, porém, foi o time visitante, que criou duas boas tramas nos 10 minutos de abertura da etapa final. Aos poucos, o Clube do Povo passou a igualar as ações, e armou seus escapes aos 16 e 22, ambos arrematados por Yuri. Encerrando a primeira metade do segundo tempo, Saravia e David se envolveram em discussão ríspida e, por isso, foram punidos com o vermelho.

Menos atletas em campo, mais espaços para as equipes. Enquanto o Inter tratou de aproveitar os vazios, o Fortaleza forçou o antijogo, e teve sua postura complacente punida nos acréscimos. Jogador de Seleção Brasileira, Edenilson percebeu o entrosamento de Heitor e Yuri, que pegaram a zaga rival desatenta em cobrança de lateral rápida, e se projetou pela direita. Servido pelo atacante, o camisa oito finalizou sem ângulo, mas também sem chances. O nono gol do artilheiro do Nacional garantia ao Inter três pontos fundamentais.

  Cuiabá vence o Atlético-GO e deixa o Z-4 do Brasileirão Assaí

Leia Também:  Corinthians empata com Juventude em partida válida pela 19ª rodada do Brasileirão 2021


Primeiro tempo

1min – Lucas Lima escapa pela esquerda e cruza na segunda trave, onde Ângelo Henríquez aparece com liberdade para finalizar. A bola sai ao lado, com perigo.

10min – UH! Moisés escapa pela esquerda e cruza na direção de Yuri. O atacante não chega na bola, mas Edenilson recupera a posse na segunda trave e deixa para Saravia, que levanta de canhota. Felipe Alves, de soco, corta o perigo.

12min – Assustou! Após escanteio cobrado pela esquerda por Moisés, Cuesta sobe mais do que a zaga rival e desvia ao lado do poste tricolor.

16min – QUASE, QUASE! Lucas Lima invade a área colorada pela direita e cruza rasteiro. Éderson, livre, leve e solto no retângulo pequeno, finaliza por cima.

19min – POR CIIIIIIIIIIIMA! Saravia faz fila pela direita e deixa com Mauricio, que é travado pela marcação. No rebote, Patrick solta o canhotaço, a bola desvia na marcação e quase mata Felipe Alves.

24min – Jussa avança pela esquerda e finaliza rasteiro. Daniel encaixa.

29min – Na esquerda da área colorada, Robson corta para a canhota e finaliza rasteiro. A bola cruza a extensão da meta e sai em tiro de meta para Daniel.

37min – UUUH! Yuri acha excelente ganchinho para Patrick, que finaliza forte, já dentro da área. A zaga trava, e o Inter tem escanteio.

39min – Encaixa, Felipe! Yuri recebe na intermediária ofensiva, corta para a perna direita e finaliza rasteiro. Goleiro do Fortaleza segura firme.

40min – PRA FOOOOOOOOOORA! Mauricio, também da intermediária de ataque, abre ângulo e manda o canhotaço. A bola resvala em Benevenuto e toma o caminho do ângulo, mas sai tirando tinta. Quase, quase!

45min – Mais dois. Vamos a 47!

46min – Blitz colorada! Inter roda a bola na intermediária de ataque por mais de um minuto. Pela direita, Lindoso é quem cruza, e Felipe Alves encaixa.

47min – Intervalo no Beira-Rio.


Segundo tempo

0min – Inter volta com Boschilia na vaga de Mauricio.

2min – Benevenuto recebe o amarelo por falta em Boschilia.

3min – Por cima! Boschilia, a alguns passos da meia-lua da grande área, cobra falta frontal. Forte, ela sai por cima.

4min – EM CIIIIIIIIIIIIIIMA DA LINHA! Robson recebe cruzamento da direita e finaliza de primeira. Daniel, providencial, espalma, mas o rebote é do atacante tricolor, que arremata sem chances para o goleiro do Inter. Moisés, debaixo das traves, aparece para salvar o Clube do Povo.

10min – Lucas Lima e Crispim tabelam pela esquerda, o primeiro cruza de canhota, e Daniel espalma. No rebote, Pikachu tem espaço, e finaliza, com desvio, para fora.

13min – Bruno Méndez amarelado por falta em Robson. Dourado contesta e também leva cartão.

16min – Yuri recebe em frente à meia-lua, ajeita ângulo para a canhota e manda por cima. Boa oportunidade.

  Atlético – MG vence o Grêmio de 3 a 1 e se isola na liderança

Leia Também:  Destaque ofensivo, Carlos Eduardo tem participação em 30% dos gols do CAP no Brasileirão

19min – David vem no Fortaleza. Ângelo Henríquez é o sacado.

23min – SAAAAAAAAAAAAAAAALVA, FELIPE! Dourado oferece assistência açucarada para Edenilson, que emenda voleio cinematográfico para servir Yuri. Na pequena trave, o camisa 11 cabeceia rasteiro, mas não marca por milagre do goleiro, que defende com o pé.

23min – Guerrero e Paulo Victor entram no Inter. Lindoso e Moisés deixam o campo.

27min – Após grande confusão na lateral-direita colorada, Saravia e David são expulsos.

28min – UUUUUUUUUH! Boschilia recebe de muito longe e, com espaço pelo centro, solta a bomba. A bola toma curva e quase trai Felipe Alves, mas o goleiro consegue espalmar.

29min – Lucas Lima e Robson substituídos por Vojvoda. Depietri e Wellington Paulista entram.

34min – Heitor por Patrick. Nova troca no Clube do Povo.

36min – DANIEEEEEEEEEEEEEEEEEEL! Lucas cobra falta em dois toques, rolando para Éderson. O volante enche o pé, a bola desvia e quase encobre o goleiro colorado, que voa para espalmar em escanteio.

44min – Pikachu e Crispim dão lugar a Edinho e Ronald. Completas as trocas do Fortaleza.

45min – Jogo irá a 50. Mais cinco!

46min – UUUUUUUUUUUUUH! Guerrero arma contra-ataque para o Inter e deixa Yuri em boas condições pela esquerda. O camisa 11 corta para o fundo e finaliza forte, rasteiro. Felipe encaixa.

47min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É DO INTER! É DO CLUBE DO POVO! É DO COLORADO GAÚCHO! É DA ACADEMIA DO POVO! É GOL DE SELEÇÃO, É GOL DE CRAQUE, É GOL DE SUPEREEEEEEEED! INTER NA FREEEEENTE! Yuri Alberto, pela direita, recebe cobrança rápida de lateral de Heitor e serve Edenilson. O camisa oito invade a área em altíssima velocidade e, mesmo sem ângulo, finaliza rasteiro. Com a perna direita, a bola ainda desvia no poste esquerdo de Felipe Alves antes de morrer nas redes. COMO JOGA EDENILSON, POR FAVOOOOR!

O gol de Edenilson na voz da Rádio Colorada

48min – Na comemoração, Moisés recebeu o amarelo.

49min – Entra Johnny, sai Boschilia. Quinta troca no Clube do Povo!

50min – FIM DE JOGO! INTER VENCE NO BEIRA-RIO!


Ficha técnica:

Internacional (1): Daniel; Saravia, Bruno Méndez, Victor Cuesta e Moisés (Paulo Victor); Edenilson, Rodrigo Lindoso (Paolo Guerrero), Rodrigo Dourado e Patrick (Heitor); Mauricio (Boschilia)(Johnny) e Yuri Alberto. Técnico: Diego Aguirre.

Fortaleza (0): Felipe Alves; Daniel Guedes, Marcelo Benevenuto e Titi; Yago Pikachu (Ronald), Éderson, Matheus Jussa, Lucas Crispim (Edinho) e Lucas Lima (Depietri); Robson (Wellington Paulista) e Ângelo Henríquez (David). Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Gol: Edenilson, aos 47’/2ºT (I).

Cartões amarelos: Bruno Méndez, Moisés e Rodrigo Dourado (I). Marcelo Benevenuto (F).

Cartões vermelhos: Saravia (I). David (F).

Arbitragem: Edina Alves Batista, auxiliada por Neuza Ines Back e Leila Naiara da Cruz. Quarto árbitro: Jonathan Benkenstein Pinheiro. VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral.

Estádio: Beira-Rio.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA