(65) 99638-6107

CUIABÁ

Esporte, a alegria do povo

Em partida emocionante, Galo venceu o Fortaleza por 3 a 2

Publicados

Esporte, a alegria do povo

Faz parte do Atleticano acreditar sempre. Acreditar até o final. E não foi diferente na noite deste sábado, 25, na vitória sobre o Fortaleza. Os mais de 30 mil torcedores presentes no Mineirão empurraram a equipe na emocionante virada por 3 a 2 sobre a equipe cearense, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o time bastante modificado em relação ao último jogo, o Galo saiu perdendo por 2 a 0, mas reverteu a desvantagem com gols de Rubens, Réver e Matheus Jussa, que marcou contra.

O jogo
Na primeira oportunidade da partida, aos 3 minutos, o Fortaleza abriu o marcador. De fora da área, Romarinho acertou um chute de rara felicidade no ângulo direito de Everson.

O Alvinegro partiu para cima e tentou explorar as laterais para chegar ao ataque. Aos oito minutos, Guga conseguiu cruzar na área, mas a defesa tricolor afastou.

Aos 28 minutos, em contra-ataque rápido, a equipe cearense ampliou o marcador, novamente com Romarinho.

O técnico Antonio Mohamed promoveu uma substituição ainda no primeiro tempo. Junior Alonso deu lugar à Eduardo Vargas.

Leia Também:  Mengão bate a Portuguesa por 2 a 1 e estreia com vitória no Campeonato Carioca

Em nova tentativa, o Galo buscou o ataque pela ponta direita, com Sávio. O atacante limpou a jogada e finalizou por cima do gol adversário.

Etapa complementar
O Atlético voltou com Fábio Gomes, Rubens e Otávio para o segundo tempo. As alterações surtiram efeito e o Alvinegro conseguiu trabalhar melhor a bola já nos primeiros minutos.

A primeira boa oportunidade surgiu aos 15 minutos. Arana avançou pelo flanco esquerdo e bateu cruzado, mas a defesa tricolor afastou.

O Fortaleza foi empurrado para o campo de defesa, se limitando a buscar oportunidades de contra-ataque.

A virada Atleticana começou aos 30 minutos. Após cruzamento de Vargas, Rubens apareceu dentro da área para completar de cabeça e diminuir o marcador. Este foi o primeiro gol de Rubens pela equipe principal.

Na marca de 41 minutos, em mais uma bola cruzada, Igor Rabello ajeitou para Réver cabecear no contrapé de Marcelo Boeck e empatar a partida. Galo 2, Fortaleza 2.

Já nos acréscimos, aos 51 minutos, Arana cruzou da esquerda e Vargas meteu a cabeça na bola. Matheus Jussa tentou cortar, mas acabou empurrando para o fundo do gol. Galo 3, Fortaleza 2.

Leia Também:  Artilheiros da temporada decidem e Leão vence Tombense na Ilha

O Atlético ocupa a quinta colocação no Campeonato Brasileiro, com 24 pontos conquistados. A equipe volta a campo na terça-feira, 28, no primeiro jogo das oitavas de final da Copa Libertadores da América, contra o Emelec-EQU.

Ficha técnica: https://atletico.com.br/partida/atletico-x-fortaleza-2/
Público: 30.003
Renda: R$ 866.541,79

fonte: https://atletico.com.br/de-virada/

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esporte, a alegria do povo

Mengão vence Athletico-PR, com golaço de Pedro e garante vaga na semifinal da Copa do Brasil

Publicados

em

O Flamengo foi até a Arena da Baixada e venceu o Athletico-PR por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (17,08) e avançou para as semifinais da Copa do Brasil.

O gol do Mengão foi marcado por Pedro, no início do segundo tempo. Agora, o Rubro-Negro aguarda seu adversário, que sairá do confronto entre São Paulo e América-MG.

O jogo

O Flamengo começou a partida tomando a iniciativa de ficar com a bola, trocando passes no campo ofensivo. Aos seis minutos, o Mais Querido criou a primeira boa oportunidade. Arrascaeta dominou na intermediária, limpou a jogada e bateu para o gol. A bola passou por cima do travessão.

O Athletico parava o jogo com muitas faltas, dificultando a saída de bola do Fla. Na reta final da primeira etapa, o time rubro-negro voltou a crescer na partida e ocupava o campo de ataque em busca de espaços na defesa paranaense. Aos 38’, Everton Ribeiro lançou Gabigol pela direita, o atacante cruzou na área e Arrascaeta cabeceou para fora.

Aos 41’, Arrascaeta ajeitou para Gabigol soltar a bomba de canhota. Bento espalmou para escanteio. O Flamengo foi melhor na etapa inicial, porém o placar não saiu do zero.

Leia Também:  Fluminense conhece adversários da fase de grupos da Sul-Americana

O segundo tempo começou com o mesmo panorama do primeiro: o Flamengo dominando as ações e o Athletico fechado atrás esperando para descer no contra-ataque. Aos 6’, Rodinei recebeu de Everton Ribeiro e bateu cruzado. Bento deu rebote para o meio da área e Fernandinho fez o corte.

De tanto insistir, o Mengão abriu o placar com um golaço! Rodinei foi na linha de fundo e cruzou na pequena área. Pedro apareceu livre para emendar uma linda bicicleta, sem chances para o goleiro: 0 a 1.

Após o gol, o Athletico passou a sair mais para o ataque, deixando o jogo mais aberto. Aos 29’, Pedro arrancou em velocidade, ficou cara a cara com o goleiro e rolou para Gabi, que chutou na trave. Ótima oportunidade desperdiçada.

Nos minutos finais, o Athletico pressionou em busca do empate, mas o Fla conseguiu se segurar e saiu de campo com a vitória e a classificação garantida para a semifinal.

Próximo compromisso

O Mais Querido volta a campo no domingo (21) para enfrentar o Palmeiras, às 16h, no Allianz Parque, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Leia Também:  Artilheiros da temporada decidem e Leão vence Tombense na Ilha

FICHA TÉCNICA: 

ATHLETICO-PR 0 x 1 FLAMENGO

Competição: Copa do Brasil – jogo de volta das quartas de final

Data e hora: 17 de agosto de 2022 (quarta-feira), às 21h30 (de Brasília)

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Árbitro: Raphael Claus (Fifa/SP)

Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis e Neuza Ines Back (SP)

VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

Cartões amarelos: Terans, Fernandinho, Hugo Moura (ATH); João Gomes (FLA) Gol: Pedro, aos 11 minutos do primeiro tempo (FLA)

ATHLETICO: Bento; Matheus Felipe (Cuello), Thiago Heleno e Pedro Henrique; Khellven, Erick, Hugo Moura (Vitor Bueno), Fernandinho e Abner; Terans (Vitinho) e Pablo (Canobbio). Técnico: Luiz Felipe Scolari

FLAMENGO: Santos, Rodinei, Fabrício Bruno, Léo Pereira e Filipe Luís; João Gomes, Vidal (Victor Hugo), Arrascaeta (Diego) e Everton Ribeiro (Pablo); Gabigol (Everton Cebolinha) e Pedro (Lázaro). Técnico: Dorival Júnior.

Fonte: Agência Esporte

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA