Emanuel confere herança maldita de Mauro Mendes no Pronto Socorro de Cuiabá

Emanuel Pinheiro falando do que viu, em rápida visita ao Pronto Socorro de Cuiabá: “Pelo amor de Deus, banheiro feminino não funcionando. Ar-condicionado faltando. Teto caindo. Ortopedia enfileirada. Idosos sendo tratado sem nenhuma prioridade, no meio de jovens. Eu vi idosos lá, sem nenhuma prioridade, com o rosto quebrado, desesperados, chorando de dor. Aonde está o cumprimento do estatuto do idoso? Idoso é prioridade, deficiente é prioridade, criança é prioridade. Tem muita coisa que não precisa de dinheiro, é de sensibilidade, de gestão”

“Chegando a auditoria, em 60 dias, vou poder me certificar para onde está indo o dinheiro da saúde. Não é possível achar que isso é normal. A gestão Mauro Mendes começou a investir 23% [da receita líquida do município], foi a 25%, foi a 29%, esta a 30% e a saúde está o mesmo caos. O povo sofrendo e padecendo da mesma forma. R$ 750 milhões para o orçamento de 2017 não é um dinheiro que dá para resolver, mas dá para melhorar muito”, disse Emanuel Pinheiro.

De acordo com o novo prefeito, é preciso entender como está sendo gasto o dinheiro. Uma das pastas que mais recebeu atenção na gestão do ex-prefeito Mauro Mendes (PSB), ela é a única a passar por uma auditoria no início da administração do peemedebista. “Precisa saber para onde está indo esse dinheiro. Será que não tá indo para o ralo? Não está faltando gestão?”, questionou.

Ainda segundo Emanuel Pinheiro, algumas coisas podem ser melhoradas sem a necessidade de grande quantia de dinheiro, como leitos parados por conta de portas quebradas e falta de ar-condicionado, além de como funciona a fila de atendimento. Por isso, ele participará da escolha do novo diretor do Pronto-Socorro, em conjunto com a secretária Elizeth Lúcia de Araújo.

“Tem problema que é de gestão. Pelo amor de Deus, banheiro feminino não funcionando. Ar-condicionado faltando. Teto caindo. Ortopedia enfileirada. Idosos sendo tratado sem nenhuma prioridade, no meio de jovens. Eu vi idosos lá, sem nenhuma prioridade, com o rosto quebrado, desesperados, chorando de dor. Aonde está o cumprimento do estatuto do idoso? Idoso é prioridade, deficiente é prioridade, criança é prioridade. Tem muita coisa que não precisa de dinheiro, é de sensibilidade, de gestão”, concluiu.

De acordo com Emanuel Pinheiro, a secretária Elizeth Araújo está fazendo um levantamento no pronto-socorro e que uma das ações a serem tomadas é a revisão dos contratos e reavaliação da gestão. Conforme a secretária de Saúde, é possível desafogar a unidade caso toda a rede municipal de saúde seja acionada.

“Temos hospitais conveniados e temos que melhorar o processo de regulação. Tem gente que passa duas semanas no corredor do pronto-socorro esperando por uma transferência para a Santa Casa de Misericórdia, o Hospital Santa helena, Hospital São Benedito, Hospital Metropolitano., enfim”, afirmou.

1 Comentário

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 200.96.182.101 - Responder

    Herança maldita de Dante de Oliveira, Coronel Meirelles, Roberto França, Wilson Santos, Francisco Galindo e Mauro Mendes. E será também a herança maldita de Emanuel Pinheiro que, com ares de surpresa, quer que acreditemos que desconhecia a situação. Saúde da população nunca foi prioridade para essa gente.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

treze − doze =