Em depoimento à Pagina do E, jornalista Alexandre Aprá diz que Pedro Taques o xinga por que é filho de uma mulher que trabalhou em empresas lícitas mantidas por Arcanjo. “Minha mãe, ao contrário do que o senador deixa transparecer, não é e nunca foi ré em NENHUM processo envolvendo João Arcanjo Ribeiro. Nunca assinou um cheque ou foi beneficiada com uma ou outra transação que realizava enquanto operadora financeira das empresas.E vem um político financiado com dinheiro sujo lavado com a lama da Operação Ararath, querer arrastar o meu nome e o nome da minha mãe para a sujeira que está infestada em seu quintal? Faça-me um favor, senador. Vá trabalhar e se explicar à sociedade!”

Pedro Taques, senador e Alexandre Aprá, jornalista: político dispara xingamentos em uma tarde domingo

Pedro Taques, senador e Alexandre Aprá, jornalista: político dispara xingamentos em uma tarde domingo

Ao saber dos xingamentos que o senador Pedro Taques (PDTD-MT) lhe dirigiu durante reunião com dirigentes do PPS de Mato Grosso, realizada no domingo passado, 16 de março, o jornalista Alexandre Aprá, editor do site Issoé Notícia, postou na PAGINA DO E, o seguinte comentário:

 

Enock, assim como o Cláudio Moraes, também quero fazer algumas ponderações. Não há, da minha parte, nenhuma animosidade em relação ao senador Pedro Taques. Há, entretanto, um revelador desespero do nobre senador ao ser questionado sobre alguns assuntos. Veja você: eu recebo a informação de que há “coisas estranhas” nesses processos sobre a ata. Eu tento acessar um processo público e a assessora do juiz relator me diz que eu não poderia ter acesso porque o processo estava em Rondonópolis. Um funcionário me diz que estava mentindo, que o processo estava lá e que coisas estranhas estavam acontecendo. Eu começo a investigar e constato uma série de incongruências. Como, por exemplo, as diferentes versão do sr. José Carlos Dorte, que na ação movida pelo deputado Abicalil, para cassar o registro de Taques, disse que a ata era verdadeira. Agora, na ação do Fiúza para trocar a ordem dos suplentes diz que a ata é falsa. Essa denúncia foi feita pelo deputado federal Valtenir Pereira e pelo ex-dirigente do PDT, Rodrigo Rodrigues. Ambos, embora tenham tido problemas pessoais e partidários com Taques, assinaram o tal documento ou pelo menos aparecem como se tivessem assinado. Existem dois processos em trâmite no TRE. Nada é invenção, oras! Ou será que ele quer que só a versão dele tenha espaço na mídia? Será que estamos lidando com um pretenso futuro ditador?

O mesmo aconteceu na Operação Ararath, quando o Isso É Notícia revelou que a filha do sr. Fernando Mendonça, maior doador de campanha e investigado pela PF por participar de esquema para lavar dinheiro, trabalha no gabinete do senador, em Brasília. Imagina se fosse um outro político qualquer envolvido nessa trama e essa informação chegasse nas mãos do então procurador Pedro Taques. Um verdadeiro prato cheio, convenhamos. Essa tentativa de me classificar como corrupto ou como jornalista a mando desse ou daquele (acredite já tentaram me colocar que eu estava a mando do deputado Riva, do vereador João Emanuel (no caso da denúncia dos maquinários), de um empresário-garimpeiro (quando denunciei Mauro Mendes pela fraude no leilão da mineradora no TRT) e agora, como já esperado, querem me colar a pecha de que estou atacando o Pedro Taques por conta de João Arcanjo (que está guardado lá no presídio federal de segurança máxima de Rondônia). Parece que esse pessoal queima a mufa para justificar algo para me atacar e só encontram essa mesma ladainha de “reportagem a mando”.

Nessa reunião do PPS, o senhor Pedro Taques disse aos dirigentes que eu era bandido e que o atacava porque “a minha mãe era contadora do Arcanjo”. Vamos falar a verdade, senador. A minha mãe é funcionária de empresas lícitas de João Arcanjo há 18 anos. Trabalhou como operadora da extinta JAR Factoring, foi tesoureira das extintas Confiança e Vip Factoring, gerente do Hotel Colibri, em Tangará da Serra, e gerente do Shopping Rondon Plaza, onde está até hoje em Rondonópolis. Minha mãe, da qual tenho muito orgulho e daria a minha vida em troca pela dela, ao contrário do que o senador deixa transparecer nas entrelinhas, não é e nunca foi ré em NENHUM processo envolvendo João Arcanjo Ribeiro. Nunca assinou um cheque ou foi beneficiada com uma outra transação que realizava enquanto operadora financeira das empresas. Minha mãe mora em Rondonópolis, em um apartamento financiado de 90 metros quadrados, trabalha desde os 16 anos de idade. Coincidentemente, nesta semana, aos 61 anos de idade, ela me ligou para comemorar que, pela primeira vez em sua vida, conseguiu comprar, com muito suor, um carro importado. E vem um político financiado com dinheiro sujo lavado com a lama da Operação Ararath, querer arrastar o meu nome e o nome da minha mãe para a sujeira que está infestada em seu quintal? Faça-me um favor, senador. Vá trabalhar e se explicar à sociedade! Afinal, como propagava vossa excelência na campanha eleitoral, os homens de bem não devem se calar, ou não é?

E mesmo com todos esses acontecimentos, nada me impede de divulgar reportagens sobre Pedro Taques, sobre Riva, sobre Silval, sobre João Arcanjo ou sobre quem quer que seja. Quero deixar claro também que, em nenhum momento, absolutamente nenhum, fui procurado pela assessoria ou pelo próprio Pedro Taques para questionar essa ou aquela reportagem sobre informações duvidosas ou caluniosas. Confesso que fiquei surpreso ao saber que ele desferiu contra mim palavras de calão tão baixo quanto à sua estatura física nessa fatídica reunião com o PPS. Sinto-me plenamente apto a continuar a cobertura sobre a fraude na ata ou qualquer outro que me chegar em mãos. E, pode ter certeza, vou apura-lo e publica-lo com a mesma isenção e a mesma responsabilidade que me guiam desde que iniciei no jornalismo há nove anos.

Deixo abaixo alguns links de reportagens sobre temas, digamos, espinhosos que envolvem outros políticos que nada tem a ver com o sr. Taques. Sim, porque o nobre senador e a sua patrulha reacionária, comandada pelo comitê da maldade, andam espalhando que o meu site existe só para atacá-lo. Lamentável que esse senhor, que posa de “político da renovação”, adote as mesmas práticas da velha política. Prova disso, além dessa investida despropositada, também é sua aliança com dinossauros da política, como Jayme Campos, Júlio Campos, Wilson Santos, Percival Muniz, Antero Paes de Barros, etc, etc…

 

PARA SABER MAIS SOBRE OS XINGAMENTOS QUE PEDRO TAQUES DISPAROU CONTRA JORNALISTAS DE CUIABÁ, ACESSO O LINQUE ABAIXO:

http://paginadoenock.com.br/deficit-civilizatorio-pedro-taques-pdt-investe-contra-jornalistas-alexandre-apra-e-claudio-moraes-e-contra-ex-correligionarios-rodrigo-rodrigues-e-valtenir-pereira-pros-em-seu-encontro-com-o-pps/

Categorias:Direito e Torto

8 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 177.193.135.12 - Responder

    SINCERAMENTE ACHO QUE ESSE PEDRO TAQUES VIROU BANANINHA DE BULICHO!!

  2. - IP 201.88.97.189 - Responder

    Ao que tudo indica o Senador ainda não entendeu o que é ser um homem público! Se discordar das matérias dê sua versão, agora atacar os jornalistas definitivamente não dá! Como professor de Direito Constitucional ele deveria saber disso.

  3. - IP 191.226.50.137 - Responder

    Alexandre apra, falou bem mas no final mostrou desequilíbrio, esquece de falar e citar nomes dos outros que nem te conhece meu amigo e mostre a verdade sobre o senador e pronto!

  4. - IP 177.193.178.174 - Responder

    É SIMPLES DENUNCIA ESTE TRIBUNAL.DENUNCIA O TRE,LEVA TUDO ISTO QUE ESTA ACONTECENDO AQUI EM AMBITO NACIONAL. EU SEI ONDE ESTA ESTA ATA.A ATA ESTA COM STOPPA E SE PEGAR ESTA ATA VAO DESCOBRIR QUE ELA FOI FALSIFICADA SIM

  5. - IP 177.193.175.194 - Responder

    Jornalismo barato e com carimbo oficial. Este Estado está um lixo, a população é alienada pelas mentiras governamentais, sejam elas federais ou estaduais. Os meios de comunicação atacam para poder pedir mais, esta porcaria de cidade nunca vai melhorar! Este Alexandre sei quem te banca, mais um a percorrer corredores da AL com pires na mão. Não faço a defesa do Senador, pois acho que ele mudou muito desde que assumiu o cargo, mas nesta terra de banguelas, quem tem dente é rei. é tipo votar no Tiririca, pior do que está não fica.

  6. - IP 201.49.165.95 - Responder

    Dor, de cotovelo.Pedro taques na cabeça.

  7. - IP 201.57.7.146 - Responder

    Esse jornalista trabalha para vários … Vive na assembléia. recebe em seu escritorio Joao Emanuel (agora um presidiário) entre outros. so exija dos outros o que vc tbm é.

    o sujo falando do mal lavado, poupem-me eu………………

  8. - IP 177.147.176.34 - Responder

    Alexandre queima a classe. Falso jornalista que quer se aparecer
    as custas de tentar queimar pessoas. Posta alguma coisa que ele não
    Gosta no site dele , que vai contra a sua matéria que ele não deixa ser publicado.

    Jornalista de meia tigela

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

cinco + 11 =