ELITE PREDADORA: Banco Itaú, da familia Setúbal, já faturou lucro superior a R$ 3 bilhões mas se mostra implacável no trato com os trabalhadores e já mandou pra rua mais de 6 mil bancários de suas agências

Itaú lidera demissões em todo o Brasil

:

Banco desligou 6,7 mil profissionais no primeiro semestre deste ano e foi, disparado, quem mais demitiu, segundo pesquisa nacional da Contraf-CUT; neste ano, o banco da família Setubal já lucrou R$ 3,4 bilhões

 
Da Rede Brasil Atual – Pesquisa divulgada ontem (26) pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) mostra que o desemprego no setor, no primeiro semestre, concentrou-se nas empresas privadas, que fecharam quase 5 mil postos de trabalho. No total do sistema financeiro, foram fechados 1.957 postos de trabalho, segundo o levantamento, feito em parceria com o Dieese e com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho Emprego.
A confederação afirma que o resultado “vai na contramão da economia brasileira”, uma vez que, conforme o próprio Caged, o mercado abriu perto de 830 mil postos de trabalho com carteira assinada no mesmo período. Três dos cinco maiores bancos do país registraram lucro líquido tiveram lucro líquido de R$ 11,7 bilhões apenas nos primeiros três meses do ano. Para os sindicalistas, a rotatividade de mão de obra é uma maneira “perversa” de reduzir salários.
Segundo a pesquisa, os bancos múltiplos, com carteira comercial, contrataram 15.173 bancários no primeiro semestre e desligaram 20.230 – 4.890 a menos. Entre os principais bancos, a Caixa Econômica Federal é o único que apresenta saldo positivo, com 2.804 empregados a mais no primeiro semestre, resultado da contratação de 7.423 profissionais. O Banco do Brasil manteve o quadro estável.
O salário médio dos admitidos no primeiro semestre foi de R$ 2.896,07, ante salário médio de R$ 4.523,65 dos afastados. Ou seja, os trabalhadores que entram no sistema financeiro recebem remuneração 36% inferior à dos que saem. O Itaú Unibanco comanda a lista, com 6.679 desligamentos, seguido pelo Bradesco, com 2.309.
“Isso explica porque, embora os bancários tenham conquistado 16,2% de aumento real no salário e 35,6% de ganho real no piso salarial desde 2004, a média salarial da categoria diminuiu neste período. Esse é o mais perverso mecanismo de concentração de renda, num país que faz um grande esforço para se tornar menos injusto”, afirma o presidente da Contraf-CUT, Carlos Cordeiro, em nota emitida pela entidade, referindo-se à alta rotatividade no utilizada como mecanismo para redução de custos.
A pesquisa também indica que as mulheres contratadas recebem salário médio de R$ 2.479,92, ou 25% a menos que os homens (R$ 3.290,43). E quando são desligadas, o salário médio das bancárias é 30% inferior ao dos bancários homens (R$ 3.713,43, ante R$ 5.314,74). “Por isso os bancários definiram a defesa do emprego como uma das principais bandeiras da campanha nacional deste ano”, disse Cordeiro.
Na próxima terça-feira (30) os bancários entregam a pauta da campanha nacional, na qual reivindicam reajuste salarial de 11,93% , sendo 5% de aumento real, entre outros itens. A categoria tem data-base em 1º de setembro.

2 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 200.140.25.115 - Responder

    Não sei de qual das duas categoria eu sinto mais apatia, se o latifundiário moderno ou do escravo moderno, porque o serviço de banco no Brasil são todos péssimos! A encetar com os funcionários que nos obrigar a fazer tudo pela internet ou caixas eletrônicos. Posteriormente acham ruim ficar sem emprego, sendo que eles mesmos quando vestem a camisa do banco atiram nos próprios pés. Quantas vezes que cheguei na boca do caixa para pagar uma conta, precisei ficar dando explicação para um escravo moderno, que me retrucava, dizendo que pagamento é o caixa eletrônico.
    Resumindo o sistema capitalista corrompe o físico, o espirito e a cultura da sociedade.

  2. - IP 177.193.164.168 - Responder

    todo vez que penso em banco eu sinto um calafrio. a gente caiu neste alçapão e parece que não tem como escapar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

três × dois =