EDUARDO PÓVOAS: Diga em alto e bom som que não gosta do cidadão Chico Galindo. Que não gosta dele por ser baixinho, por usar óculos, por estar sempre sorrindo etc, etc mas querer comparar a administração dele com a do ex-titular é brincadeira

O PESO DE UMA HERANÇA
POR EDUARDO PÓVOAS

Herança é coisa que muita gente sonha com ela. Umas sempre são bem vindas, outras que a gente não tem como escolher, chegam ate nós como um foguete ou uma batata quente que não há maneira de minimizar seu efeito destruidor.
Em conversa com amigos saiu o nome do Chico Galindo no meio da roda. Um imediatamente disse: “não me fale nesse homem”! Eu perguntei o por que. Ele me respondeu que se tratava de um cidadão que nada fez pela cidade.
Pois bem, esse amigo é Engenheiro e, portanto conhece muito bem de obras. Perguntei se ele conhecia o pátio da Secretaria de Obras da Prefeitura. Ele disse que não. Levei-o até lá para que visse de manhã a saída das maquinas e caminhões para os bairros da cidade. Pedi que perguntasse a um funcionário quantas maquinas e caminhões haviam no passado. O funcionário respondeu que havia várias carcaças de maquinas e caminhões servindo de toalete para pombos e pardais, e que hoje a coisa está diferente.
Quando comentei na roda sobre a reforma da Avenida Itália, outro amigou pediu a palavra para me dizer que os moradores dessa avenida estavam brabos com o Chico, pois aumentou muito o transito nela depois da reforma.
Imagine que absurdo e quanta disposição para se ter raiva de um cidadão.  Não gostar de um Prefeito que reformou uma avenida e que após essa obra essa avenida passou a ter um fluxo maior de transito é coisa de quem se prepara para receber uma Copa do Mundo? È motivo plausível para se ter ódio mortal de um Prefeito? Ah, vá descascar batata!
Tenha coragem, diga em alto e bom som que não gosta do cidadão Chico Galindo. Que não gosta dele por ser baixinho, por usar óculos, por estar sempre sorrindo etc etc, mas querer comparar a administração dele com a do ex titular é brincadeira.
Chico foi o verdadeiro culpado disso tudo. Sua educação e lealdade não permitiram que ele mostrasse à população cuiabana como recebeu a cidade e a Prefeitura, apesar de insistentes pedidos.
Querer dizer que Cuiabá hoje é a mesma de ontem é confundir a Gisele Bündchen com a Madame Min.
Essas criticas descabidas saem de um ninho que continua, para a infelicidade de muitos, com uma saúde “irritante”.
Até parece que o Chico foi o “tatu” que deixou Cuiabá esburacada. Chico foi o “abutre” que a infestou de lixo, Chico foi o “São Pedro” que a encheu de água, e ainda agora querem lhe comparar com o titular. Prometi a mim mesmo, que não mais escreveria sobre este tema, mas ao ler cachoeiras de bobagem a respeito do atual Prefeito, não me conformo e volto a ele.
Se o Chico estivesse à frente do mandato desde o primeiro dia, Cuiabá seria outra. Antes de enviar comentários no rodapé deste artigo, reflita sobre o que acabou de ler. Agora se você não gosta do cidadão Chico Galindo, é outra coisa. Sobre isso não tenho o que escrever.
Tomara que o próximo Prefeito continue com o mesmo pique e a mesma vontade de transformar Cuiabá na cidade que sonhamos. A Cuiashiville do Oeste Americano em que vivíamos até poucos anos atrás é coisa do passado.

 Eduardo Póvoas é cidadão Cuiabano

Categorias:Cidadania

5 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 189.59.42.28 - Responder

    Pior, não gosto muito dele mesmo….mais o Sr. tem suas razões, talvez faltou tempo para vermos o que ele poderia fazer, e não sei se o seu sucessor independente de qual entrar vai ter coragem para fazer, ou vai só tentar recuperar o investimento que fez para entrar na prefeitura.

  2. - IP 189.59.69.195 - Responder

    Só o fato de ter armado esse conluio com a Câmara para privatizar a água, demonstra bem o caráter desse Galindo. Para mim não passa de um rastolho do latifúndio grilado do Pontal do Paranapanema. Se voltar para lá, não faz falta alguma.
    O program “poeira zero” gastou mais em placas do que com asfalto. Sem contar a buraqueira que toma conta da Capital. Tanto buraco me faz lembrar de Frederico campos, de péssima lembrança. Galindo nunca mais!

  3. - IP 200.163.62.221 - Responder

    Concordo com o Adams, além de tudo fazia parte do comando do ex-prefeito com poder de decisões. Além, fez reformas recentementes nos postos de saúde que não condiz com os valores gastos. Pretende em final de governo “vender” a policlínica do Verdão e outros bens públicos, prometeu revogar a lei que autoriza a venda e até o momento não o fez. Está mais para beneficiar a si e seus partidários do que a própria população e toda a coletividade.

  4. - IP 177.41.93.213 - Responder

    Ora Sra. Eduardo! acho que o senhor precisa dar umas voltinhas pela nossa cidade e ver “in loco” a sujeira, o lixo e os buracos. E, não precisa andar muito; basta ir até a Rua 24 de outubro e praça bem próxima, para ver nas ruas o lixo imenso que lá está no mínimo há uns 6 meses no mesmo lugar! uma vergonha! e, olha que é bairro nobre( Goiabeiras); imagine como estão os periféricos! Sr. Eduardo, convido- o a passear pela 24 de outubro bem ao lado da Procuradoria da Prefeitura e também na rua que desemboca na Isaac Póvoas, lateral de onde se está construindo um MC DONALD ( ao lado da loja Todeschini); UMA VERGONHA!! é abandono demais. Imagine a péssima impressão que o lixo e mau cheiro causam nos frequentadores do Hotel Deville. Convide também o Sr. Galindo para passear por lá e de mãos dadas com você . Será que aguentam o cheiro…

    • - IP 189.98.255.92 - Responder

      Boa Edileusa! Fatos são bem esclarecedores que esse panegírico que o Sr. Póvoas fez ao rastolho do Pontal.

Deixe uma resposta para Ademar Adams    ( cancelar resposta )

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

4 × 2 =