EDUARDO PÓVOAS: 4 de julho, na rua 15 de Novembro, às margens do rio Cuiabá, nasceu Lenine Póvoas, meu pai

Lenine Póvoas foi deputado constituinte em Mato Grosso

LÁGRIMAS QUE AINDA ROLAM
por EDUARDO PÓVOAS

Hoje quatro de julho dia da independência dos Estados Unidos, nascia bem longe de lá, aqui na Rua quinze de Novembro, às margens do querido rio Cuiabá, você que foi o grande protagonista de minha vida.
Nascia você de uma mãe e de um pai dedicados ao magistério recebendo pequenos salários que muitas vezes mal dava para saldar os compromissos mensais da família.
Logo teve que ir para a labuta na tentativa de engrossar o salario de seus pais ajudando-os a fechar o mês empatado.
Tambem seguiu a carreira dos dois e começava ali a desabrochar seu amor pelos estudos.
Foi para o Rio de Janeiro com intenção de fazer o curso de direito, sabendo que teria de arcar com suas despesas pois seus pais muito longe de lá, nada podiam fazer para ajuda-lo.
Posteriormente seus genitores tiveram que mudar para a cidade maravilhosa para ajuda-lo a pagar seus estudos.
Lá teve o maior baque de sua vida perdendo sua mãe, minha querida avó Rosa.
Além dos estudos ainda servia o Exercito Brasileiro, só não indo para os campos da Itália por ocasião da segunda guerra, pela facilidade e intimidade que, já nessa época, tinha com o vernáculo.
Ensinou a mim e aos meus irmãos, o verdadeiro sentido da vida,
Ensinou-nos a trilhar nossos caminhos mesmo que vez ou outra ele nos apresente tortuoso e difícil.
Ensinou-nos que o cultivo de uma amizade vale mais que qualquer conta bancaria polpuda.
Ensinou-nos que a família e a religião, são engrenagem de uma estrutura indissolúvel.
Pai, você que tanto me ensinou, esqueceu-se de me ensinar a te amar pouco.
Esqueceu-se de me ensinar a lidar com perca.
Esqueceu-se de me dizer que, na sua partida, não deveria eu estar, dez anos depois, com as mesmas lágrimas nos olhos daquela dolorida manhã de vinte e nove de janeiro de 2003.
Elas, de saudade continuam a rolar em minha face e talvez, quando eu o encontrar, continuarão a rolar mas de alegria.
Mas asseguro-lhe que, de uma coisa jamais esquecerei: de te amar!

Eduardo Póvoas é cidadão cuiabano
[email protected]

Categorias:Gente que faz

2 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 187.5.109.200 - Responder

    Lindo, só isso, Lindo !!!!!

  2. - IP 200.181.42.162 - Responder

    Parabéns! Srº Eduardo, honrar os pais eternamente, lindo! sua mensagem.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

um × 1 =