EDUARDO GOMES: Pedro Taques marcha célere para a direita e já está ficando refém dos barões da soja em Mato Grosso

Depois do convescote com Blairo Maggi, às margens do Manso, Pedro Taques aprofunda seu mergulho no colo dos tucanos e deve fazer campanha do Wilson Santos em 2014

Com Marino, Taques fica refém dos barões da soja

EDUARDO GOMES
revista MTAQUI

Com Marino Franz em sua chapa Pedro Taques está cercado por Otaviano Pivetta. Esse é o cenário que se emoldura para a eleição ao governo de Mato Grosso no próximo ano.

Oficialmente Marino Franz deixa o PPS para se filiar ao PSDB. Na prática essa mudança é uma jogada do prefeito de Lucas do Rio Verde e megaempresário Otaviano Pivetta (PDT) para controlar fatia ou até mesmo o poder estadual como um todo em caso de candidatura vitoriosa do seu correligionário e senador Pedro Taques ao governo; a candidatura de Taques está posta desde sua eleição ao Senado em 2010.

Marino preside do PPS em Lucas, onde foi vice-prefeito de Pivetta e depois prefeito em dois mandatos consecutivos (no período 2005/12). Além de político é grande empresário e sócio com Pivetta em alguns importantes empreendimentos.

Pivetta entende que seu partido não teria chances de vitória ao governo se o disputasse sem coligação. No seu entendimento os pedetistas precisam se aliar a um partido de expressão nacional e “com bom tempo na televisão” – é o caso do PSDB. Os tucanos estão debilitados em Mato Grosso e com Marino voltariam à cena.

Marino oficializa seu adeus ao PPS nessa segunda-feira, às 19h, numa chácara nas imediações de Lucas. Pedro Taques, Pivetta, o deputado federal Nilson Leitão (PSDB); o prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (PSB), a ex-deputada federal e viúva de Dante de Oliveira, Thelma de Oliveira (PSDB); e o prefeito de Rondonópolis e presidente regional do PPS, Percival Muniz, deverão presenciar o ato.

Estrategicamente Marino aguardará alguns dias para assinar a ficha de filiação ao PSDB. Seu grupo quer ocupar o maior espaço possível na mídia e Taques articula com o colega tucano mineiro Aécio Neves – virtual candidato a presidente – sua ida a Lucas para abonar a filiação do ex-prefeito daquele município.

REFÉM – Com a ida de Marino para o PSDB e principalmente para a chapa de Pedro Taques ao governo, o senador pedetista se transforma em refém consentido – mas sempre negando tal submissão – do mais poderoso grupo de barões da soja do Brasil, que tem entre outros nomes Pivetta, Marino, Helmute Lawish, Roberto Morandini, Rogério Salles (vice-prefeito tucano de Rondonópolis), Roland Trentini, Édio Brunetta e, dentre outros, o rei dessa leguminosa Eraí Maggi Scheffer.

A formação da chapa de Taques com Marino praticamente polariza a eleição ao governo entre sojicultores, pois do outro lado estará o senador republicano e ex-governador Blairo Maggi, que deverá compor sua chapa com o deputado estadual peemedebista Baiano Filho.

A opção de Blairo por Baiano será exatamente para dividir as opiniões no Nortão, uma vez que Baiano é de Sinop, a principal cidade da região e distante 160 quilômetros de Lucas, também importante município daquele polo regional.

6 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 200.140.26.39 - Responder

    Muito bom o artigo do Eduardo Gomes,com apenas uma ressalva,o Senado Pedro Taques não ficará refém da Direita do Agronegócio,ele é de DIREITA,não admite,mas basta ver a postura desde o primeiro momento no Senado,sempre se posicionou com os reacionários do DEM,do PSDB,PR,PP,as amizades mais fortes com ícones da direita,tipo Demóstenes Torres,Kátia e Abreu e cia.

    • - IP 177.193.130.225 - Responder

      A desfaçatez, e falta de conhecimento de causa, nos blog dos comunas é duma burrice cavalar!! ”
      A direita neste paíz” e o PT foi nessa quadrilha de peculátarios que os banqueiros estão rindo da largura da boca, e os ditos “empresários” estão baburrando, Eike, Bunlay, Cavendishi,Palocci BMG ( este achaca os aposentados com a digtais de Lula,e do Amir Lando
      aliaís até o ” centrovavante matador” aquele ex funcionario de um zoológico também ganhou dinheiro.
      Quanto a ser contra os sojicultores, eu como um capitalista, e monetarista que sou!! na boa,,, até torceria para esse segmento ir a bancarrota, pois ai ,essa quadrilha que está solapando, e pilhando “este paíz” ai esses imbecís iria saber porque o Brasil está sempre com seu superávit na balança comercial, até porque esses mentecaptos quadrupides,e apedeutas ,que acha que oleo de soja, café arroz nasce nas prateleiras do Carrefour. e iria enfiar “este paíz numa crise sem precedentes.
      Se analisarmos bem,essa crise já é possivel de ser vista pelo retrovisor, com um Pibinho, com uma politica intervencionista, e um estado que está nos levando a exaustão fiscal! e com a economia com retração ano, a ano.
      Francamente Sr. Eduardo, quando eucom 11 anos intercalava jornais na Folha de ROO de meu finado tio B. Cunha já te achava um retrogado.
      É preciso verificar os dois lados da situção.
      Agora eu não tenho raiva dessa laia,,, eu o odeio é o Antonio Kandir, ele desonerou a produção primaria e quebrou os estados.,e inseriu essa turma de ” sojicultores , que voçe pensa mandar no estado.

  2. - IP 187.123.0.232 - Responder

    Neste dia que coincidida esta foto, Wilson Santos fez uma brincadeira com o senador Pedro Taques. Wilson perguntou: ” PEDRO QUEM É VOCÊ NA VERDADE?” ,Pedro respondeu : “EU SOU VOCÊ AMANHÃ WILSON”.

  3. - IP 187.4.82.85 - Responder

    Gostaria apenas de fazer uma pergunta para Eduardo Gomes, quando foi? Qual a data ? Época ou século que o senador Pedro Taques foi ESQUERDA ???Ou que verdadeiramente se preocupasse com a classe desprestigiada??? O time que ele está articulando é de arrepiar qualquer um!! Agora só nos resta esperar e temer a escala de Blairo Maggi. Aff. . . É isso

  4. - IP 201.88.96.54 - Responder

    Os esquerdotralhas, mais uma vez, criticam o PEDRO CONVESCOTE pelos seus acertos, como por exemplo, apoiar os sojicultores que representam um ramo que é importantíssmo para a economia de nosso Estado de MT.

    Os esquerdotralhas só apoiaram o PEDRO CONVESCOTE se ele disser que o mensalão não existiu, a condenação dos mensaleiros é injusta e ainda fazer piquetes para agredir a blogueira cubana Yoane Sanches

    • - IP 201.88.96.54 - Responder

      Em tempo: apoiarão

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

1 + três =