(65) 99638-6107

CUIABÁ

É bem Mato Grosso

Treinamento em Jaciara, Mato Grosso, fomenta criação de Associação de Apicultores

Publicados

É bem Mato Grosso

Abelhas. Foto de Jade no Pexels

Moradores de Jaciara começaram um projeto para contribuir com o desenvolvimento da apicultura no município. O pontapé inicial foi o curso de Apicultura Básica, ofertado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), em parceria com o Sindicato Rural local. Esse foi o primeiro curso de apicultura em Jaciara. Pouco mais de um mês depois da capacitação, os produtores já adquiriram mais de 130 caixas de colmeia e se organizam para criarem uma associação.

Alberto Chiapinotto, presidente do Sindicato Rural de Jaciara, foi um dos idealizadores do projeto. Para ele, essa é uma forma de incentivar os apicultores a se desenvolverem na atividade. “É uma forma de dar viabilidade e renda. É projetar algo para que as pessoas coloquem em prática os ensinamentos e trabalhem com entusiasmo”.

O treinamento ofertado em março despertou tanto interesse que já há uma segunda turma programada para 10 de maio. Além do conhecimento técnico na área, os apicultores também receberão treinamento sobre Associação e Cooperativismo, para entenderem melhor o funcionamento da atividade. “Ao todo, são cerca de 30 produtores interessados em se associarem”, afirma Chiapinotto.

Leia Também:  Deputado questiona os atrasos de cirurgias em Rondonópolis

Segundo o supervisor da Regional do Senar-MT na região, Jonathan Borges, a demanda é antiga e a proporção que a iniciativa tomou é muito boa. “Depois do curso, fomentamos abrir a associação, o estatuto dela está praticamente pronto e tudo com apoio do Sindicato. E ainda estão aparecendo novos produtores interessados”.

Além das instituições já mencionadas, também atua como parceira da Secretaria Municipal de Agricultura. Uma das ações previstas pelo poder público é a criação de um centro comunitário, denominado Casa do Mel. “No local, os produtores poderão, de forma gratuita, higienizar o produto, processá-lo e fazer a embalagem do mel”, garantiu o diretor de Agricultura, Pedro Neponuceno.

Há cinco anos, Antônio Pereira deixou dois empregos na cidade para investir na apicultura. Segundo ele, foi uma experiência muito importante na agricultura familiar e vem dando certo. “Estou muito satisfeito. Hoje, precariamente, eu e minha esposa produzimos em média, 700 a 800 quilos de mel. Agora com o curso, nós teremos a condição de melhorar e com as mesmas colmeias que temos, produzir 1,500 quilos/ano”.

Leia Também:  JELDER POMPEO DE CERQUEIRA, ex-coordenador do DCE da UFMT, explica por que lutam os estudantes da nossa Federal

Promissor – O instrutor credenciado ao Senar-MT, Marcelo Névoa, explica que a apicultura consiste em produtos que vão além do mel. “Também é possível trabalhar com a geleia real, o própolis, o néctar e outras opções que a apicultura oferece. O Senar-MT mais uma vez vai estar envolvido na capacitação do pequeno produtor para aprender a produzir mel e derivados”.

Com assessoria da Prefeitura Municipal de Jaciara

Homem colhendo mel. Foto de Anete Lusina no Pexels

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

É bem Mato Grosso

Governador: “Se com logística desfavorável, MT chegou onde chegou, imagina agora com os fortes investimentos do Governo”

Publicados

em


Durante o fórum “Mato Grosso Um Gigante do Brasil”, o governador Mauro Mendes falou das perspectivas do estado para os próximos anos e afirmou que os investimentos do Governo de Mato Grosso tem alavancado o setor econômico e social.

A abertura do fórum ocorreu na noite de sexta-feira (26.11) e contou com a presença do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, além de políticos mato-grossenses e empresários de todo o país.

“Hoje o Estado tem um relevante papel no agronegócio brasileiro. Mas podemos crescer muito mais. Nos próximos 10 anos a demanda mundial de alimentos vai crescer em torno de 20%. Só o brasil pode crescer isso em produção. E dentro do Brasil, só Mato Grosso tem capacidade para dobrar sua produção”, relatou.

A exigência global pela compra de produtos com origem sustentável foi destacada pelo governador, ao mencionar que Mato Grosso tem uma das metas mais ousadas de redução de carbono, que é a de neutralizar as emissões até 2035.

Leia Também:  Deputado questiona os atrasos de cirurgias em Rondonópolis

“Quando eu falo que Mato Grosso pode dobrar sua produção, considero essa exigência do mercado internacional pela sustentabilidade. A ampla maioria dos produtores já tem ciência disso e respeita a legislação. E mais: hoje nosso estado pode expandir muito a produção sem precisar de desmate ilegal”, afirmou.

Outro fator que tem tornado a economia mato-grossense mais competitiva, conforme Mauro Mendes, é a melhoria da logística, que ocorre por meio dos fortes investimentos do Governo do Estado por meio do programa Mais MT.

“Vamos terminar 2022 com mais de 2500 km de asfalto novo, em todas as regiões. Milhares de pontes de concreto e de aduelas substituindo balsas e pontes precárias de madeira. Asfalto restaurado são outros milhares de km. E também autorizamos a Ferrovia Estadual, outro marco inédito no país”.

“Ao longo das décadas conseguimos construir, mesmo longe dos portos, o agronegócio mais competitivo do mundo. Superamos essa dificuldade. Se com logística desfavorável, Mato Grosso chegou onde chegou, imagina agora com esses fortes investimentos do Governo”, destacou.

Leia Também:  ANDRE D´LUCCA EM CARTA ABERTA A ROSELI BARBOSA: "Com tantos problemas para resolver, com tantas explicações para a senhora dar... a "Rainha do Cerrado" vem implicar com uma piada de ALMERINDA? Vai procurar o que fazer!"

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, endossou a fala e afirmou que Mato Grosso tem dado exemplo de competitividade econômica.

“Quando eu vejo o governador falar do que foi feito em Mato Grosso, tenho certeza que os frutos serão colhidos no futuro em termos de produtividade, em avanço para a população. O Mato Grosso na sua importância agroindustrial é um exemplo para o Brasil”, pontuou.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA