(65) 99638-6107

CUIABÁ

É bem Mato Grosso

Suspeito de golpes em plataformas virtuais é preso em flagrante; prejuízo é estimado em R$ 2 milhões

Publicados

É bem Mato Grosso


A investigação sobre a transação de compra de 140 gramas de ouro, entre outros diversos golpes praticados contra plataformas digitais de compras que causaram um prejuízo estimado em R$ 2 milhões às empresas, levou a equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá à prisão em flagrante nesta segunda-feira (05) de um homem de 27 anos por associação criminosa e lavagem de dinheiro.

Com ele, os policiais civis da (Derf) apreenderam três veículos importados (todos da marca BMW) e contratos de compra de imóveis totalizando mais de R$ 800 mil (uma casa e um terreno). A prisão, efetuada em uma residência no bairro Morada do Ouro, contou com apoio de equipes da Gerência Estadual de Polinter e Capturas da Polícia Civil.

Fraudes e autolavagem de capitais  

O golpista já vinha sendo investigado pela unidade especializada pela prática de furtos mediante fraude. Ele invadia contas de clientes da plataforma digital Mercado Pago e, após auferir os valores, realizava compras no site Mercado Livre utilizando cadastros falsos e, sequencialmente, lavava o dinheiro obtido com o crime antecedente – autolavagem de capitais, prática conhecida como selflaudering.

Leia Também:  Prioridade a diabéticos em rede de saúde vira lei em MT

De acordo com informações apuradas, a empresa vítima das fraudes teve um prejuízo estimado em R$ 2 milhões com os golpes praticados pelo suspeito. Por contrato, a empresa vítima é obrigada a ressarcir as empresas cujos valores foram subtraídos.

No final de março, a Derf foi comunicada pela empresa Mercado Pago de que o suspeito G.C.C.P. aplicou outro golpe e adquiriu 140 gramas de ouro. Com essa informação, os investigadores passaram a realizar diligências a fim de prender o suspeito. Na noite de segunda-feira, ele foi localizado em uma residência, no bairro Morada do Ouro, na Capital, e apreendidos diversos bens adquiridos com a prática criminosa, entre eles eletrodomésticos, equipamentos eletrônicos, veículos e contratos imobiliários, além do ouro.

A investigação da DERF de Cuiabá aponta que o suspeito se ‘especializou’ na prática dessa modalidade de crimes em ambientes virtuais. Os bens apreendidos com ele foram adquiridos com a intenção de ocultar a origem ilícita. Um dos veículos BMW está em nome da mãe dele e os outros dois em nome de terceiros. Também foram apreendidas cinco moedas em ouro.

Leia Também:  Quarta-feira (10): Mato Grosso registra 229.312 casos e 5.382 óbitos

O delegado titular da Derf, Guilherme de Carvalho Bertoli, explica que os contratos de compra e venda de imóveis localizados com o suspeito – um terreno, no valor de R$ 485 mil, e uma casa, no valor de R$ 320 mil, ambos em Chapada dos Guimarães, também configuram a intenção de ocultar os valores provenientes das transações criminosas. Os dois imóveis foram pagos à vista.

Em depoimento na delegacia, na companhia de advogados, o suspeito se manteve em silêncio.

Ele foi autuado em flagrante pelos crimes de associação criminosa e lavagem de dinheiro e também responderá por furto qualificado. Após os procedimentos policiais, foi encaminhado para audiência de custódia do Poder Judiciário.

O delegado Guilherme Bertoli encaminhou representação à Justiça pela conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva e manutenção do sequestro dos bens apreendidos.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

É bem Mato Grosso

PM prende cinco suspeitos e apreende drones que levariam celulares para o presídio da Mata Grande

Publicados

em


Policiais da 14ª Companhia de Força Tática prenderam no final da tarde desta sexta-feira (14.05) cinco pessoas, entre elas uma mulher (39 anos) e um adolescente (15 anos), que teriam a intenção de levar celulares para a Penitenciária da Mata Grande, em Rondonópolis (212 km de Cuiabá), usando drones.

As prisões aconteceram a partir de uma denúncia anônima. A equipe da Força Tática passou a fazer rondas na região do presídio e na rodovia MT-130, perto de uma antiga lanchonete, avistou um veículo modelo Etios com cinco ocupantes. No veículo havia alguns celulares, um drone e entorpecente.

Dois ocupantes, de 18 e 20 anos, assumiram serem os proprietários dos materiais. Eles também indicaram o local, um matagal próximo, onde estavam outros celulares e mais um drone.

O casal, formado pelo homem de 33 anos e a mulher de 39, contou aos policiais que trabalham como motoristas por aplicativo e foram contratados pelos suspeitos para auxiliar no transporte dos celulares.

Os cinco suspeitos, todos os celulares, drones e demais produtos apreendidos foram entregues no plantão da 1ª Delegacia de Polícia de Rondonópolis.

Leia Também:  Quarta-feira (10): Mato Grosso registra 229.312 casos e 5.382 óbitos

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 08000.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA