(65) 99638-6107

CUIABÁ

É bem Mato Grosso

Seduc vai lançar cartilha sobre dislexia durante webinário

Publicados

É bem Mato Grosso


A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) realiza nos dias 14 e 15 de julho o 1º Webinário Dislexia em Foco. Durante o evento, que vai reunir especialistas no assunto, haverá o lançamento da cartilha “Orientações pedagógicas para o reconhecimento de sinais indicativos de estudantes com dislexia”. As inscrições estão abertas e podem ser feitas até o dia 14 de julho no link https://forms.office.com/r/ZFeBTqK86j. Os participantes receberão certificado.

O webinário será transmitido pelo canal da Seduc no YouTube.

A iniciativa é da Coordenadoria do Ensino Fundamental da Seduc, em parceria com o Instituto Neurosaber e a Associação Dislexia MT. O público-alvo é formado por professores da rede estadual de ensino, mas o evento é aberto à sociedade em geral, informou Francisca Nailê Bernardo de Araújo, coordenadora de Educação Básica da Seduc.

A dislexia é um transtorno específico de aprendizagem caracterizado pela dificuldade na leitura e na escrita – o estudante tem problemas para fazer o reconhecimento preciso da palavra, na habilidade de decodificação e na soletração. Estima-se que 12% da população tem algum tipo de transtorno de aprendizagem.  

Além de lançar a cartilha com orientações pedagógicas para que os docentes tenham condições de reconhecer os sinais indicativos de dislexia, o webinário tem como objetivo fazer com que esses estudantes tenham o atendimento adequado na rede estadual, conforme prevê a Lei 11.239/2020, que institui o Plano de Atenção Educacional Especializado (PAE) para estudantes diagnosticados com transtornos específicos de aprendizagem.

Leia Também:  Novo programa social oferece crédito para mulheres e jovens empreendedores de MT

“Muitos professores não conseguem identificar, não percebem os sinais e, às vezes, na dificuldade de aprendizagem desse estudante não é realizada uma intervenção pedagógica planejada e adequada à necessidade formativa do mesmo”, disse Francisca Nailê.

Cartilha

A cartilha é uma iniciativa pioneira no Governo do Estado, diz Francisca Nailê. Os estudos da Seduc para a elaboração do material começaram em 2019 devido à necessidade de orientação dos professores da rede no trato com os estudantes que têm dislexia.

O documento foi revisado por especialistas no assunto e apresentado ao Conselho Estadual de Educação no dia 15 de junho deste ano.

A cartilha discorre sobre transtornos de aprendizagem em geral e sobre a dislexia e seus sinais indicativos, traz recomendações pedagógicas e orienta os professores a respeito de como fazer a avaliação da aprendizagem dos alunos, além de explicar a legislação vigente sobre o tema.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone (65) 3613-6414.

Confira a programação do Webinário:

14 de julho

Leia Também:  Período de matrículas na rede estadual termina nesta sexta-feira (14)

9h – Abertura

9h45 – Lançamento da cartilha

10h – Mesa-redonda “Educação baseada em evidências científicas e dislexia”, com participação dos doutores Rauni Roama Jandé Alves, da UEL/UFR/UFMT e Clay Brites, do Instituto Neurosaber.

14h – Fórum Temático “Dislexia na vida escolar e seus impactos socioeconômicos”, com a doutora Ana Luiza Navas

15h – Intervalo

15h10 – Fórum Temático 2 “Discalculia e adaptações escolares”, com a Associação Brasileira de Dislexia.

15 de julho

9h às 11h – Mesa-redonda “Dislexia e práticas pedagógicas”, com participação de representante da Seduc

14h – Fórum temático “Inclusão na educação a partir de (micro) movimentos do professor”, com a professora Ms Talita Rosetti Souza Mendes

15h – Intervalo

15h10 – Fórum temático 4 “Acessibilidade Digital e o uso das TDIC para alunos com dislexia”, com a professora Ms Roselaine Pontes de Almeida.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

É bem Mato Grosso

Nininho destaca a importância da retomada dos trabalhos do Incra em Rondonópolis

Publicados

em


Foto: Renato Cordeiro / Assessoria de Gabinete

Na tarde de quinta-feira (20), o deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, participou da cerimônia de reativação do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) – Unidade Avançada Sul de Mato Grosso, acompanhado da superintendente regional substituta, Marina Reis Souza. O parlamentar acompanha as dificuldades das famílias que precisam se dirigir até Cuiabá, desde 2020, quando os atendimentos foram transferidos para a capital. Ele destacou a importância do retorno dos atendimentos na região.

“Os processos precisam andar, são famílias que esperam há mais de 30 anos pelos títulos definitivos, e precisamos dar o direito a essas famílias de terem não apenas seus documentos, mas também o direito de desenvolver e prosperar em suas propriedades. Tenho certeza que esta unidade será fundamental para agilidade dos processos”, pontuou Nininho.

O deputado agradeceu os esforços de todos que contribuíram para a retomada dos atendimentos e agradeceu os servidores da região. “O superintendente do Incra, coronel Cunha, tem feito gestão e concentrado esforços para agilizar a regularização fundiária em todo o estado. Quero aproveitar e agradecer os servidores Flávio Simões, chefe da unidade de Rondonópolis e ao Robson Fonzar, que pessoas capacitadas para a missão que temos aqui”, lembrou Nininho.

Leia Também:  Festival Vambora promove ações culturais durante Parada do Orgulho LGBTQIA+ neste sábado, 4, em Cuiabá

De acordo com o Incra, além de Rondonópolis outros 16 municípios serão atendidos na unidade: Alto Garças, Alto Araguaia, Alto Taquari, Araguainha, Campo Verde, Dom Aquino, Guiratinga, Itiquira, Jaciara, Juscimeira, Pedra Preta, Poxoréu, Primavera do Leste, São José do Povo, São Pedro da Cipa e Tesouro.

Também participaram da cerimônia de reativação da unidade, o deputado estadual Gilberto Cattani; os vereadores Roni Cardoso, Marisvaldo Gonçalves, Ozeias Reis, Kaza Grande, Dico e Dr. Jonas Rodrigues;  o diretor da Sema Ailnton Fonseca; os servidores do Incra Flávio Simões e Robson Fonzar; o presidente do Comitê de reabertura do Incra, Nelsivon e lideranças dos 17 municípios da região Sul.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA