(65) 99638-6107

CUIABÁ

É bem Mato Grosso

Seduc reforça aos pais que retorno das aulas 100% presenciais será seguro

Publicados

É bem Mato Grosso


A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) reforça o convite aos pais que ainda não visitaram a unidade escolar, onde os filhos estão matriculados, para conhecer os trabalhos feitos para o retorno presencial com segurança. Desde o anúncio do retorno das aulas 100% presenciais, que acontecem a partir desta segunda-feira (18.10), os pais foram convidados para conhecer como a unidade escolar está se preparando para esse retorno com segurança.  

A secretária adjunta de gestão educacional, Alcimária Ataídes da Costa, destaca que a escola é um espaço seguro, pois a estrutura de biossegurança foi implantada e monitorada desde novembro do ano passado e, por isso, os pais podem ficar tranquilos. Segundo ela, na 11ª semana de acompanhamento das medidas de biossegurança nenhum caso de covid foi registrado nas escolas da Capital. Nem de alunos ou profissionais da educação. 

“Estamos fazendo um retorno responsável. A ciência garante o retorno com segurança. A Seduc ampliou o valor dos recursos para garantir a compra de materiais para que todas as escolas estejam aptas a receber os alunos”, ressalta.

Leia Também:  Metamat inaugura escritório regional em Guarantã do Norte

Alcimária Ataídes da Costa lembra que professores e equipe pedagógica das escolas estão trabalhando a recuperação da aprendizagem e, para isso, a escola se preparou de modo seguro para receber os estudantes. “Trata-se de um direito do aluno e um compromisso nosso, de todos os profissionais da educação ”, assinala.   

O uso de máscara e do álcool em gel serão obrigatórios. Na hora do lanche, será seguido o distanciamento para que todos se sintam seguros.

Nesta sexta-feira (15.10) de manhã, a secretária adjunta, superintendentes e coordenadores participaram de uma live no canal do You tube da Seduc tirando dúvidas com os gestores e professores. No início da semana, Alcimária já havia se reunido com assessores pedagógicos e Diretores Regional de Ensino para traçar os planos de retorno presencial.

“Fizemos uma transmissão para atingir um maior número possível de gestores e mostrar de forma simplificada como serão os trabalhos a partir de agora” ressalta.

Para os alunos com comorbidades, está garantido o ensino remoto. Para isso, os pais têm que levar o laudo médico até a secretaria da escola para garantir esse direito. 

Leia Também:  Equipes do Batalhão Ambiental e da Sema embargam garimpo ilegal em Aripuanã e aplicam multa de R$ 750 mil
Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

É bem Mato Grosso

Mais de 280 profissionais são capacitados em urgência e emergência psiquiátrica

Publicados

em


Mais de 280 profissionais de diferentes áreas e que atuam na região do Teles Pires participaram do curso de atualização em Atenção à Crise em Urgência e Emergência Psiquiátrica, que foi promovido por meio de unidades geridas à Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT).

A capacitação foi oferecida pelo Escritório Regional de Saúde de Sinop em parceria com a Escola de Saúde Pública (ESP-MT), o Núcleo de Educação Permanente do CIAPS Adalto Botelho, a Comissão de Residência Médica, a Comissão Intergestores Regional (CIR) e a Comissão de Integração Ensino Serviço (CIES).

Na primeira etapa do curso, foram realizadas aulas teóricas presenciais e online, com 280 participantes. Já na segunda etapa, que contou aulas práticas ministradas por profissionais do CIAPS Adauto Botelho, foram capacitados 168 profissionais dos 14 municípios da Região Teles Pires.

O diretor geral do CIAPS Adauto Botelho, Paulo Henrique de Almeida, destacou que o objetivo da capacitação é oferecer instrumentos teóricos e práticos para a avaliação, intervenção e encaminhamento das principais emergências e urgências psiquiátricas em Mato Grosso.

Leia Também:  Mato Grosso registra redução de 20% em casos de feminicídio

“Além de capacitar, o curso visa fortalecer a RAPS dos municípios e oferecer um atendimento mais humanizado à população que necessita do serviço. Cada participante será multiplicador do conhecimento para os seus municípios”, pontuou o gestor.

Neste curso, foram contemplados profissionais de diversas áreas que compõe a rede de atenção psicossocial, dentre eles: médicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, técnicos de enfermagem, policiais, bombeiros, nutricionistas, educadores físicos, professores, fonoaudiólogos, motoristas condutores de ambulância, cuidadores da Casa Lar, agentes de segurança, assistentes administrativos, fiscais sanitários, agentes comunitários de saúde, acadêmicos e recepcionistas.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA