(65) 99638-6107

CUIABÁ

É bem Mato Grosso

Rádio Assembleia amplia programação em 2021 e prepara novidades para 2022

Publicados

É bem Mato Grosso


Programa Lugar de Mulher

Foto: Ronaldo Mazza

Com três programas totalmente novos e três repaginados, a Rádio Assembleia 89,5 FM encerrou o ano de 2021 com grande produção. Atualmente, a rádio conta com 17 programas em sua grade, que abordam diferentes assuntos e estilos musicais, além das transmissões ao vivo e notícias sobre as atividades realizadas no Legislativo Estadual.

A superintendente da Rádio Assembleia, Tatiana Medeiros, afirma que o resultado positivo é fruto do comprometimento e profissionalismo de todos os integrantes da equipe.

“Devido à pandemia da Covid-19, nós tivemos que nos adaptar e conseguimos fazer isso muito bem. Desde 2020, a equipe passou a trabalhar de forma híbrida e manteve a mesma agilidade e dinamismo. A rádio não só manteve toda a sua produção de conteúdo, como ainda colocou no ar vários programas novos”, destaca.

Entre as estreias de 2021, está o “Balança Mato Grosso”, que foi ao ar em outubro. O programa é exibido todas as sextas-feiras, às 13h, e apresenta diferentes ritmos musicais. Seu comando fica por conta de Felippe Botelho, servidor da Assembleia Legislativa e professor de dança.

O programa “Pela Ordem” estreou em novembro. Apresentado pelos jornalistas Thayana Bruno, Bruno Pini, Lucky Marlon e Laurindo Neto, servidores da ALMT que se revezam em duplas, a nova atração exibe semanalmente informações e reportagens sobre as ações realizadas pelo Parlamento estadual, além de entrevistas com deputados estaduais e pessoas envolvidas em trabalhos e discussões que estão ocorrendo no momento.

Leia Também:  Polícia Militar prende 13 pessoas durante o fim de semana em Rondonópolis

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

O “Pela Ordem” vai ao ar toda sexta-feira, às 20h, logo após a Voz do Brasil. “O programa faz um resumo, uma análise, do que aconteceu durante a semana na Assembleia Legislativa, com a cobertura das comissões, audiências públicas e sessões plenárias”, explica o gerente da Rádio Assembleia, Eduardo Ferreira.

O “Arquivo Musical” é outra novidade na programação da Rádio Assembleia 89,5 FM. O programa estreou em dezembro e faz uma revisitação ao passado musical. “São músicas antigas que nunca envelhecem, músicas de qualidade, que são eternas”, ressalta Ferreira.

Produzido por Paulo de Tarso e apresentado por Edson Pires, o “Arquivo Musical” vai ao ar todas as sextas-feiras, às 20h30, e sábados, às 13h.

Repaginados – Em 2021, alguns programas que já faziam parte da programação passaram por mudanças de perfil ou ampliação. É o caso do “Sons de Mato Grosso”, que antes era exclusivamente radialístico e, após grande sucesso e aceitação do público, também passou a ser transmitido pela TV Assembleia, com a exibição de videoclipes e entrevistas com músicos do estado. 

Leia Também:  Seduc amplia prazo para sugestões ao documento que norteará as políticas estaduais da Educação Especial

O programa “Gol a Gol” também passou por uma restruturação e agora é exibido todas as sextas-feiras, às 12h. Já o “Lugar de Mulher”, apresentado por Tatiana Medeiros e Hend Santana, teve seu tempo de duração ampliado. Para acompanhá-lo, basta sintonizar a Rádio Assembleia 89,5 FM, todas as sextas-feiras, às 11h. 

“Nós avaliamos o desenvolvimento do programa e a aceitação do público. Felizmente, todos os programas estão dando certo e aí vamos aumentando a carga horária deles”, explica Tatiana Medeiros.

Programação ampliada – Em 2021, a Rádio Assembleia 89,5 FM, que integra a Rede Legislativa de Rádio, encabeçada pela Rádio Câmara, da Câmara dos Deputados, otimizou o tempo destinado à programação local.

Às sextas-feiras são exibidos 11 programas regionais, que, juntos, somam quase 15 horas de transmissão. Aos sábados, a programação regional se estende das 6h às 20h, com a transmissão de 13 programas.

2022 – Este ano, a parceria com a TV Assembleia será ampliada, com a transmissão de outros programas no formato rádio/TV, como o “Lugar de Mulher”.

A estreia de um programa voltado ao lambadão mato-grossense e a ampliação do programa “Pela Ordem” são outras possibilidades que já estão sendo analisadas.

Além disso, a Rádio Assembleia, assim como a TV Assembleia, fará a cobertura completa das Eleições 2022, com transmissões ao vivo.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

É bem Mato Grosso

SES fortalece município de Alto Araguaia nas ações de promoção da amamentação

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), por meio da Coordenadoria de Promoção e Humanização da Saúde (Cophs), fortalece os municípios de Mato Grosso para que promovam ações de proteção e apoio à amamentação. A cidade de Alta Araguaia é um dos municípios com iniciativas bem-sucedidas voltadas para a temática, com o Programa Cegonha Araguaiense.

O Programa viabiliza o acompanhamento da mãe que reside em Alto Araguaia. A primeira fase da ação ocorre no pré-natal, parto, pós-parto e segue até os 28 dias de puerpério. São realizadas visitas domiciliares de apoio à amamentação, estendendo também o apoio no ambiente de trabalho da mulher trabalhadora que amamenta.

Além disso, há a entrega de um kit maternidade que incentiva as mulheres a participarem das rodas de conversas. O material é oferecido como incentivo à amamentação exclusiva por 6 meses, continuando até os 2 anos ou mais, como preconiza o Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde.

Nas duas etapas do programa, a mãe é apoiada em seu psicológico, físico, econômico e nutricional. Para a coordenadora da Cophs, Rosiene Rosa Pires, essas ações reforçam o compromisso da pasta em mobilizar os municípios mato-grossenses para o fortalecimento das ações estratégicas de promoção, proteção e apoio à amamentação e alimentação complementar saudável.

Leia Também:  PABLO GAMEIRO E FRANSÉRGIO PIOVESAN: Chegou a hora de lutar por democracia no Quinto Constitucional da OAB-MT

“Nosso papel é implementar, junto às cidades, ações estratégicas de avaliação e monitoramento, além de realizar reuniões de incentivo e mobilizações sociais para que a população abrace a causa”, explica Rosiene.

O responsável pela equipe de Promoção do Aleitamento Materno e Alimentação Complementar Saudável (Epamacs), Rodrigo Carvalho, ressalta que é por meio das Secretarias Municipais de Saúde que a informação chega aos pais. “Alta Araguaia fez o dever de casa e está tendo êxito na realização de promoção à amamentação. O principal beneficiado com isso é a criança, que terá uma vida mais saudável”, pontua.

O gestor municipal que tem interesse na temática, mas tem dúvidas sobre como trabalhar em sua cidade, pode entrar em contato com a SES para receber as orientações necessárias e, se preciso, agendar uma capacitação. “Estamos à disposição para auxiliar no que for preciso”, diz Rodrigo.

Programa Cegonha Araguaiense

O Programa Cegonha Araguaiense é desenvolvido pelas Secretarias Municipal de Saúde (SMS) e de Assistência e Desenvolvimento Social (Seads) de Alto Araguaia. Em 2021, foi constatada uma adesão de 90% das mulheres amamentando seus filhos exclusivamente até os 6 meses de vida.

Leia Também:  Governo investe R$ 24,5 milhões em sistemas para digitalização dos serviços ofertados pela Sema-MT

De acordo com a presidente da Comissão de Apoio ao Aleitamento Materno (CAAM) da SMS de Alto Araguaia, Shirley Lopes, o programa nasceu devido ao alto número de doações de fórmulas infantis para crianças de 0 a 6 meses, em 2017, que deveriam estar em Aleitamento Materno Exclusivo (AME), e o elevado número de crianças com infecções intestinais internadas.

“Desde então, a CAAM criou os protocolos baseados nas diretrizes da Rede Cegonha e deu início a um extenso processo de capacitações aos profissionais de saúde da atenção primária, hospitalar e ambulatorial, envolvendo também a unidade descentralizada de reabilitação e os centros de referência em assistência social. Formamos uma potente rede de apoio à mulher que amamenta”, conclui Shirley.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA