(65) 99638-6107

CUIABÁ

É bem Mato Grosso

Plantão pedagógico em Alta Floresta também atende alunos com deficiência

Publicados

É bem Mato Grosso


O plantão de atendimento pedagógico da Escola Estadual Plena Jayme Veríssimo de Campos, em Alta Floresta (803 km ao norte da Capital), envolve também a sala de recursos, onde são atendidos alunos com deficiências – transtorno de espectro autista, deficiência intelectual e surdez.

São cinco estudantes por professor. O aluno permanece no máximo meia hora na unidade escolar conforme estabelecido nas orientações da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), sendo atendido até por quatro professores.

O atendimento é feito por agendamento. O professor entra em contato com todos os responsáveis que frequentarão a sala de recursos, pedindo autorização para fazer atividades na sala.

“No agendamento são descritas as atividades que serão desenvolvidas. As ações são adaptadas e organizadas em conjunto com os professores do ensino regular”, destaca a coordenadora pedagógica, Jakeline Santos Cochev da Cruz.

No entendimento da coordenadora, esse trabalho de atendimento tem dado bons resultados, pois pais e estudantes têm procurado a escola. “Os pais veem essas ações como inovadoras, de forma a causar menor prejuízo educacional aos estudantes”, assinala.

Leia Também:  Gilberto Cattani recebe vereadores de Nova Mutum

A Superintendente de Diversidade Educacional da Seduc, Lúcia Aparecida Santos, ressalta que no caso dos alunos especiais, os cuidados com os protocolos de biossegurança devem ser redobrados, por causa da pandemia da Covid-19. “Queremos o atendimento, mas por se tratar de alunos que apresentam vulnerabilidade, o trabalho dos professores tem que ocorrer com segurança”, explica.

Plantão para todos

Jakeline lembra que o plantão pedagógico atende todos os estudantes, desde que não seja de grupo de risco. Ao entrar em contato com o aluno, o professor faz uma sondagem das dificuldades dos estudantes e disponibilidade de se deslocarem até a unidade escolar. Com isso, é realizado agendamento.

A unidade escolar atende os Anos Finais do Ensino Fundamental e o Ensino Médio. O atendimento obedece todas regras de biossegurança, com o distanciamento das carteiras e uso de máscaras e álcool gel disponível para todos.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

É bem Mato Grosso

Governo começa a receber máquinas e equipamentos adquiridos para conservação de rodovias

Publicados

em


O Governo de Mato Grosso começou a receber as máquinas e equipamentos rodoviários adquiridos pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) e que serão destinados à conservação de rodovias não-pavimentadas. As máquinas serão alocadas no estacionamento da Arena Pantanal, em Cuiabá, até que sejam repassadas para consórcios intermunicipais e associações, mediante formalização de convênio junto à Sinfra.

No total, o Estado adquiriu 175 máquinas e equipamentos, com investimentos na ordem de R$ 96,5 milhões, cujos recursos são  próprios do Governo de Mato Grosso obtidos após assinatura de contrato de operação de crédito junto à Caixa Econômica Federal (CEF), ainda no ano passado, no valor de R$ 500 milhões.

Com esses recursos, além da compra dos equipamentos, serão substituídas pontes de madeira por pontes com estrutura de vigas metálicas, por aduelas de concreto ou por bueiros metálicos nas estradas municipais e rodovias estaduais. O programa prevê ainda a construção de 65 pontes de concreto de médio e grande portes em todas as regiões de Mato Grosso.

Leia Também:  JOSÉ ANTONIO LEMOS: Comemorar Urbanismo e República no Brasil só se for para lembrar a enorme defasagem civilizatória do país

Das 175 máquinas e equipamentos adquiridos, 100 são motoniveladoras, 30 pás-carregadeiras, 30 escavadeiras hidráulicas e 15 pranchas. Desse montante, já foram entregues duas motoniveladoras, 17 pás-carregadeiras e 16 escavadeiras hidráulicas, totalizando 35 equipamentos. A previsão é de que outros equipamentos cheguem a Cuiabá ainda nesta semana, pois eles já foram despachados pela fábrica em Minas Gerais.

“Até o final da semana deveremos receber 18 motoniveladoras de um total de 100 maquinários que chegarão nesta primeira remessa. Hoje Mato Grosso tem uma quantidade muito grande de rodovias não-pavimentadas e, para diminuirmos um pouco das dificuldades que essas rodovias representam, esses maquinários serão repassados“, explicou a engenheira Patrícia Lima, responsável pelo recebimento dos equipamentos.

De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, uma vez adquiridos os equipamentos serão repassados para consórcios intermunicipais e associações, mediante formalização de convênio junto à Sinfra.  Eles serão destinados à manutenção de rodovias estaduais não-pavimentadas.

“Essa aquisição atende a uma determinação expressa do governador Mauro Mendes, de investir em infraestrutura rodoviária e logística. Queremos, com esses novos equipamentos, proporcionar uma melhoria na malha rodoviária não-pavimentada, assegurando a trafegabilidade e diminuindo os problemas de ir e vir por essas rodovias”, disse.

Leia Também:  Wilson Benigno, jovem artista de Matupá, realiza seu primeiro projeto cultural

Os consórcios intermunicipais e associações que desejarem formalizar convênios junto à Sinfra para recebimento desses equipamentos devem estar devidamente regularizados, para que possam pleitear a liberação dessas máquinas. Os interessados devem apresentar um pedido junto à Sinfra, detalhando a situação atual do consórcio/associação, a situação de habilitação no Sistema de Gestão de Convênios de Mato Grosso, bem como um plano de trabalho detalhando a quantidade de rodovias, os trechos e extensões nos quais o ente faz a conservação .

Também devem informar a quantidade e descrição das máquinas atualmente existentes, a equipe que opera as máquinas e ainda fazer uma explanação sobre como o consórcio/associação atua junto aos municípios atendidos. A previsão é de que o repasse dos maquinários do Estado aos interessados ocorra no segundo semestre deste ano. 

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA