(65) 99638-6107

CUIABÁ

É bem Mato Grosso

Plantão pedagógico em Alta Floresta também atende alunos com deficiência

Publicados

É bem Mato Grosso


O plantão de atendimento pedagógico da Escola Estadual Plena Jayme Veríssimo de Campos, em Alta Floresta (803 km ao norte da Capital), envolve também a sala de recursos, onde são atendidos alunos com deficiências – transtorno de espectro autista, deficiência intelectual e surdez.

São cinco estudantes por professor. O aluno permanece no máximo meia hora na unidade escolar conforme estabelecido nas orientações da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), sendo atendido até por quatro professores.

O atendimento é feito por agendamento. O professor entra em contato com todos os responsáveis que frequentarão a sala de recursos, pedindo autorização para fazer atividades na sala.

“No agendamento são descritas as atividades que serão desenvolvidas. As ações são adaptadas e organizadas em conjunto com os professores do ensino regular”, destaca a coordenadora pedagógica, Jakeline Santos Cochev da Cruz.

No entendimento da coordenadora, esse trabalho de atendimento tem dado bons resultados, pois pais e estudantes têm procurado a escola. “Os pais veem essas ações como inovadoras, de forma a causar menor prejuízo educacional aos estudantes”, assinala.

Leia Também:  Policiais do Comando de Ação Rápida recebem motocicletas para reforçar policiamento em Barra do Garças

A Superintendente de Diversidade Educacional da Seduc, Lúcia Aparecida Santos, ressalta que no caso dos alunos especiais, os cuidados com os protocolos de biossegurança devem ser redobrados, por causa da pandemia da Covid-19. “Queremos o atendimento, mas por se tratar de alunos que apresentam vulnerabilidade, o trabalho dos professores tem que ocorrer com segurança”, explica.

Plantão para todos

Jakeline lembra que o plantão pedagógico atende todos os estudantes, desde que não seja de grupo de risco. Ao entrar em contato com o aluno, o professor faz uma sondagem das dificuldades dos estudantes e disponibilidade de se deslocarem até a unidade escolar. Com isso, é realizado agendamento.

A unidade escolar atende os Anos Finais do Ensino Fundamental e o Ensino Médio. O atendimento obedece todas regras de biossegurança, com o distanciamento das carteiras e uso de máscaras e álcool gel disponível para todos.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

É bem Mato Grosso

Reuniões regionais para debater o Plano de Resíduos Sólidos começam dia 31 de maio

Publicados

em


Os encontros regionais para apresentar e debater o Plano Estadual de Resíduos Sólidos de Mato Grosso (PERS) começarão a ser realizados a partir do dia 31 de maio e seguem até dia 9 de junho. A expectativa é alcançar os 141 municípios mato-grossenses, apresentando os dados já coletados em todo o processo de execução do plano.

As reuniões serão coordenadas pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), responsável pela elaboração do PERS, com a participação da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT)  e abertas à população em geral.

Os encontros virtuais acontecerão em 5 regiões do estado. As discussões em Cuiabá envolverão 30 municípios, em Sinop a abrangência é de 42 cidades, Barra do Garças de 30, Rondonópolis de 18 e Cáceres 21 municípios.

As reuniões poderão ser acompanhadas pelo link  e não precisa de inscrição antecipada.

CONFIRA AS DATAS EM CADA REGIÃO

Cuiabá – 31 de maio

Sinop – 1º de junho

Barra do Garças – 2 de junho

Rondonópolis – 8 de junho

Cáceres- 9 de junho

PERS

O PERS vem sendo construído desde agosto de 2020 com a entrega pela UFMT do Projeto de Mobilização Social à Sema. O Plano deve abranger todo o território do Estado, com horizonte de atuação de 20 anos e revisão a cada 4 anos, de forma a atender ao estabelecido na Política Nacional de Resíduos Sólidos, Lei Federal nº 12.305/2010.

Leia Também:  Mais de 145 famílias rurais e de povos indígenas recebem a primeira parcela do Programa Fomento Produtivo

A secretaria de Meio Ambiente Mauren Lazzaretti avalia o plano como essencial para o estado. “Nos dedicamos arduamente a destravar o processo de contratação deste Plano, que é importante para organizar e dar as diretrizes gerais de gestão para os municípios e para o próprio Estado no que tange ao manejo adequado dos resíduos”.

Além de questões sobre Aspectos Sociais – Perfil de Associações e Cooperativas de Catadores, as discussões foram estendidas aos seguintes eixos: Resíduos Sólidos Urbanos, Resíduos Sólidos na Indústria, Resíduos Sólidos na Saúde, Resíduos Sólidos da Mineração, Resíduos Sólidos de Logística, Resíduos Sólidos no Transporte, Resíduos Sólidos na Construção, Resíduos Sólidos no Saneamento, Resíduos Agrossilvipastoris – geral e particularizado em Pecuária, Indústria, Agroindústria Associada ao Estado e Resíduos Sólidos do Setor Madeireiro.

De acordo com a coordenadora técnica do projeto, professora Eliana Rondon, da UFMT, o plano é um processo que visa impulsionar a gradual mudança de atitudes, hábitos e consumo na sociedade. “Ele deve apontar caminhos, orientar investimentos, subsidiar e definir diretrizes para os planos de regiões metropolitanas, aglomerações urbanas e microrregionais”.

Leia Também:  Estado inicia construção de pontes em Santa Terezinha

Além disso, será uma ferramenta para o acesso a incentivos ou financiamentos de entidades federais de crédito ou fomento, como explica o professor Paulo Modesto Filho, coordenador-geral do PERS/UFMT. “O modelo de planejamento é participativo, estimula os segmentos sociais a contribuírem com discussões, proposições, divulgação e validações”.

Em razão da pandemia da covid-19, as reuniões se deram a distância, por meio de 13 Webinars – encontros setoriais com uso da Tecnologia da Informação. Uma série de reuniões temáticas com participação de órgãos públicos e setores sociais e econômicos envolvidos diretamente com o PERS foram realizadas em fevereiro e março deste ano.

Para saber mais informações sobre o PERS acesse o site

*Com informações Assessoria PERS/UFMT

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA