(65) 99638-6107

CUIABÁ

É bem Mato Grosso

Operação Dispersão completa 20 dias com pessoas detidas e estabelecimentos notificados

Publicados

É bem Mato Grosso


Durante os primeiros 20 dias da Operação Dispersão, deflagrada pelas forças de segurança para coibir as aglomerações, 199 pessoas foram detidas por descumprirem a restrição de circulação em horário posterior às 21 horas. A medida está prevista nos decretos estaduais 836 e 837/2021, com o objetivo de conter a pandemia da Covid-19 em Mato Grosso.

Outras 246 pessoas foram detidas em aglomerações dispersadas e 79 foram detidas por descumprirem fechamento obrigatório do comércio às 19 horas. Os dados compreendem o período de 03 a 22 de março, e são relativos à produtividade da Polícia Militar (PM-MT) nos 141 municípios.

Em todo o estado, mais de nove mil profissionais da PM, Polícia Judiciária Civil (PJC) e Corpo de Bombeiros Militar (CBM) atuam no intuito de fazer cumprir o decreto do Executivo Estadual.

Ainda no período, foram empregadas 3.877 viaturas, 22 pessoas foram detidas em barreiras realizadas, 50.212 pessoas foram orientadas sobre o decreto e 19.922 foram orientadas por não utilizarem a máscara facial em local público, dentre outras ações.

Leia Também:  Mato Grosso é estado mais eficiente do País na vacinação contra febre aftosa

Apesar dos números contabilizados pela Polícia Militar, a corporação também atuou, junto a outros órgãos dos municípios, na notificação de 312 pessoas por descumprirem restrição de circulação, 234 estabelecimentos comerciais foram flagrados abertos após às 19 horas e 112 estabelecimentos notificados por permitir acesso de pessoas sem máscara.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, disse que os números demonstram a atuação efetiva das forças de segurança, mas que a colaboração da sociedade é fundamental.

“Isso mostra que a gente tem que trabalhar mais, ter maior poder de convencimento da sociedade. A área da segurança pública, desde o início da operação, não parou nenhum minuto. Temos trabalhado e reforçado o efetivo nas ruas, mas é preciso que a população se conscientize para que possamos vencer este momento delicado”, frisou.

Bustamante enfatizou que o trabalho de fiscalização vai continuar com abordagens, barreiras fixas e móveis e com operação Lei Seca.  

Orientação

O Corpo de Bombeiros Militar, no período de 03 a 21 de março, atuou em 346 atividades de prevenção e orientou 2.778 pessoas e 623 estabelecimentos comerciais sobre as medidas restritivas.

Leia Também:  PCI apresenta 4º Balanço de metas em webnar

Já a Polícia Judiciária Civil realizou 28 ações de abordagens a pessoas, fiscalização do comércio e demais orientações.

Denúncias

O cidadão que identificar algum caso de desrespeito às medidas restritivas do decreto estadual podem fazer denúncias pelos canais de emergência das forças de segurança, o 190 (Polícia Militar) e o 197 (Polícia Judiciária Civil). A ligação é gratuita e a identidade do denunciante é mantida em sigilo.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

É bem Mato Grosso

Sábado (16): Mato Grosso registra 542.919 casos e 13.882 óbitos por Covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (16.10), 542.919 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 13.882 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 152 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 542.919 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 2.032 estão em isolamento domiciliar e 526.375 estão recuperados. 

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 93 internações em UTIs públicas e 42 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 28,35% para UTIs adulto e em 7% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (112.673), Várzea Grande (39.573), Rondonópolis (38.161), Sinop (26.144), Sorriso (18.352), Tangará da Serra (17.777), Lucas do Rio Verde (15.688), Primavera do Leste (14.762), Cáceres (11.899) e Alta Floresta (10.613).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  PCI apresenta 4º Balanço de metas em webnar

O documento ainda aponta que um total de 404.835 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 85 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na sexta-feira (15.10), o Governo Federal confirmou o total de 21.627.476 casos da Covid-19 no Brasil e 602.669 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 21.612.237 casos da Covid-19 no Brasil e 602.099 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste sábado (16.10).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Leia Também:  Deputado reforça papel da AL na regularização de imóveis

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA