(65) 99638-6107

CUIABÁ

É bem Mato Grosso

Operação Dispersão completa 20 dias com pessoas detidas e estabelecimentos notificados

Publicados

É bem Mato Grosso


Durante os primeiros 20 dias da Operação Dispersão, deflagrada pelas forças de segurança para coibir as aglomerações, 199 pessoas foram detidas por descumprirem a restrição de circulação em horário posterior às 21 horas. A medida está prevista nos decretos estaduais 836 e 837/2021, com o objetivo de conter a pandemia da Covid-19 em Mato Grosso.

Outras 246 pessoas foram detidas em aglomerações dispersadas e 79 foram detidas por descumprirem fechamento obrigatório do comércio às 19 horas. Os dados compreendem o período de 03 a 22 de março, e são relativos à produtividade da Polícia Militar (PM-MT) nos 141 municípios.

Em todo o estado, mais de nove mil profissionais da PM, Polícia Judiciária Civil (PJC) e Corpo de Bombeiros Militar (CBM) atuam no intuito de fazer cumprir o decreto do Executivo Estadual.

Ainda no período, foram empregadas 3.877 viaturas, 22 pessoas foram detidas em barreiras realizadas, 50.212 pessoas foram orientadas sobre o decreto e 19.922 foram orientadas por não utilizarem a máscara facial em local público, dentre outras ações.

Leia Também:  "Estamos ajudando a garantir alimentos para quem mais precisa", afirma governador

Apesar dos números contabilizados pela Polícia Militar, a corporação também atuou, junto a outros órgãos dos municípios, na notificação de 312 pessoas por descumprirem restrição de circulação, 234 estabelecimentos comerciais foram flagrados abertos após às 19 horas e 112 estabelecimentos notificados por permitir acesso de pessoas sem máscara.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, disse que os números demonstram a atuação efetiva das forças de segurança, mas que a colaboração da sociedade é fundamental.

“Isso mostra que a gente tem que trabalhar mais, ter maior poder de convencimento da sociedade. A área da segurança pública, desde o início da operação, não parou nenhum minuto. Temos trabalhado e reforçado o efetivo nas ruas, mas é preciso que a população se conscientize para que possamos vencer este momento delicado”, frisou.

Bustamante enfatizou que o trabalho de fiscalização vai continuar com abordagens, barreiras fixas e móveis e com operação Lei Seca.  

Orientação

O Corpo de Bombeiros Militar, no período de 03 a 21 de março, atuou em 346 atividades de prevenção e orientou 2.778 pessoas e 623 estabelecimentos comerciais sobre as medidas restritivas.

Leia Também:  Estudantes e professores afirmam que nova estrutura da E.E. Dr. Mário de Castro é modelo e vai realizar sonhos

Já a Polícia Judiciária Civil realizou 28 ações de abordagens a pessoas, fiscalização do comércio e demais orientações.

Denúncias

O cidadão que identificar algum caso de desrespeito às medidas restritivas do decreto estadual podem fazer denúncias pelos canais de emergência das forças de segurança, o 190 (Polícia Militar) e o 197 (Polícia Judiciária Civil). A ligação é gratuita e a identidade do denunciante é mantida em sigilo.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

É bem Mato Grosso

Cinco motoristas são presos por embriaguez ao volante em blitz da Lei Seca

Publicados

em


Cinco pessoas foram presas por embriaguez ao volante durante a 12ª edição da Operação Lei Seca, que ocorreu na noite deste sábado (15.05), em Várzea Grande. Ao todo, 35 testes de alcoolemia foram realizados.

Entre os principais autos de infração, 10 foram por conduzir veículo sem possuir CNH, nove por conduzir sem licenciamento, além de uma pessoa que se recusou a fazer o teste de alcoolemia.

Ao todo, 15 veículos foram removidos, entre nove carros e seis motocicletas. Além disso, seis documentos foram recolhidos, entre eles quatro CNHs e dois CRLV.

Participaram desta edição o Gabinete de Gestão Integrada da Secretaria de Estado de Segurança Pública (GGI/Sesp), a Polícia Militar por meio do Batalhão de Trânsito (BPMTRAN), a Polícia Judiciária Civil por meio da Deletran, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Guarda Municipal de Várzea Grande.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Fogo e Covid ameaçam indígenas no Pantanal de Mato Grosso
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA