(65) 99638-6107

CUIABÁ

É bem Mato Grosso

Mato Grosso recebe 17.550 doses de vacina contra a Covid-19 nesta quarta-feira (15)

Publicados

É bem Mato Grosso


O Ministério da Saúde informou ao Estado o envio de 17.550 doses da vacina Pfizer para a imunização dos grupos prioritários da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19.

A nova remessa chegará em Mato Grosso por um voo da Latam, que pousará às 15h35 desta quarta-feira (15.09) no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande.  

Os públicos para os quais serão destinadas essas doses ainda estão sendo definidos e serão divulgados por meio da resolução da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que será disponibilizada neste link.

Imediatamente após a chegada do imunizante, as equipes da Vigilância Estadual trabalharão no recebimento das doses, na conferência da quantidade, na catalogação dos imunizantes, no encaixotamento para distribuição e retirada dos municípios.

Simultaneamente à operação logística, as equipes administrativas trabalham na resolução da Comissão Intergetores Bipartite (CIB), colegiado que oficializa o quantitativo de doses a ser destinado para os 141 municípios.

Até o momento, Mato Grosso já recebeu 3.967.436 doses de imunizantes contra a Covid-19 e aguarda a chegada da nova remessa.

Leia Também:  Rubens de Mendonça, os 100 anos de um ilustre cuiabano
Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

É bem Mato Grosso

Seduc abre inscrições para processo seletivo do programa Alfabetiza MT

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) abre, nesta segunda-feira (20.09), inscrições para seleção de profissional da rede estadual de ensino de Mato Grosso para atuar como coordenador regional, formador regional de educação infantil, formador regional de alfabetização e consultor de formação do Programa Alfabetiza MT, lançado no mês passado pelo Governo do Estado. As inscrições para coordenador podem ser feitas até quarta-feira (22). Para formador e consultor até sexta-feria (24). Confira o edital.

A política pública tem a finalidade de alfabetizar crianças na idade certa, até o segundo ano do Ensino Fundamental, em regime de colaboração do Estado com os municípios. O governo estadual investirá R$ 16,5 milhões ao ano e terá apoio da Fundação Lemann, Associação Bem Comum e Instituto Natura.

Há incentivos para as profissionais e premiações conforme o desempenho de alfabetização dos envolvidos. O programa é inspirado em uma política pública que melhorou a qualidade da educação no Estado do Ceará.

Secretário de Estado de Educação, Alan Porto destaca que 135 municípios já aderiram ao Alfabetiza MT, o maior programa de alfabetização da história de Mato Grosso. Lembra que, em parceria com os municípios, o Governo do Estado vai focar na formação continuada dos profissionais, na avaliação diagnóstica, na formação complementar e todo o acompanhamento e monitoramento que os parceiros precisarem.

Leia Também:  Servidores do IML participam de aplicação da vacinas contra Covid-19 em profissionais da segurança

“Não queremos mudar a política de alfabetização do município, muito pelo contrário, o Estado quer fortalecer a gestão de alfabetização. Vamos premiar as escolas que atingirem os melhores resultados e auxiliar as que tiverem os piores índices para garantir o nível de aprendizado dessas crianças. A base de tudo é a alfabetização e a formação dessas crianças para que elas possam ter nos anos finais do Ensino Fundamental e no Ensino Médio, uma qualidade maior no aprendizado. E eu tenho certeza que, em parceria com os municípios, nós vamos ter um ganho muito grande na qualidade da educação no Estado de Mato Grosso”.

Vagas, carga horária e seleção

O processo seletivo simplificado será para o preenchimento de vaga e formação de cadastro reserva, com a validade de dois anos, prorrogáveis por igual período.

O procedimento contempla os critérios para cada um dos cargos. Para 15 coordenadores regionais, poderão participar professores efetivos da rede estadual de ensino de Mato Grosso, lotados nos municípios que constituem os polos das 15 Diretorias Regionais de Educação (DREs).

Já os 15 formadores regionais de educação infantil, 15 formadores regionais de alfabetização e um consultor de formação poderão participar professores pedagogos, na condição de bolsista.

Os coordenadores regionais atuarão por 40 horas semanais e terão remuneração mensal do subsídio do servidor e mais 33,33%, com a vigência de 24 meses. Os formadores terão 30 horas de carga mensal e receberão R$ 600,00 por mês em um período de 8 meses. Enquanto o consultor de formação será remunerado por R$ 4 mil ao mês em contrato de 12 meses.  

Leia Também:  ZÉ ANTONIO LEMOS: Trincheira na rotatória do Círculo Militar, em Cuiabá, seria apenas uma solução emergencial

O processo de seleção para todos os cargos ocorrerá em duas etapas. A primeira com a análise curricular, de caráter classificatório e eliminatório, com pontuação máxima de 15 pontos. E a segunda, entrevista semiestruturada, de caráter eliminatório e classificatório, via Google Meet ou presencial, a fim de concretizar uma avaliação adequada do candidato, conforme os quesitos exigidos para cada cargo/função.

A secretaria criará uma Comissão de Seleção composta por diretor, coordenador pedagógico e um professor formador da DRE de inscrição dos candidatos.

A Seduc informa que a participação no processo seletivo não implica na obrigatoriedade do recrutamento do profissional, apenas quando ocorrer a expectativa de contrato. A Secretaria de Estado de Educação se reserva no direito de proceder às chamadas em número que atenda às necessidades de alfabetização.

O Processo de Seleção será organizado pela Secretaria de Estado de Educação, por meio da Secretaria Adjunta de Gestão de Pessoas e Secretaria Adjunta de Gestão Educacional, através da Comissão de Seleção das DREs.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA