(65) 99638-6107

CUIABÁ

É bem Mato Grosso

Governo leva projeto Comunidade Inteligente à Região Leste do Estado

Publicados

É bem Mato Grosso

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Coordenadoria de Polícia Comunitária, apresentou nesta sexta-feira (13.05) o projeto Comunidade Inteligente aos integrantes dos Conselhos Comunitários de Segurança (Conseg) da região leste de Mato Grosso, durante o 1º Encontro dos Consegs, realizado em Campo Verde (135 km de Cuiabá). 

O sistema já está sendo implantado no município de forma experimental, onde estão em funcionamento 30 câmeras, distribuídas por diversos pontos da cidade. A expectativa é instalar até 300 câmeras, tanto na região urbana quanto na região rural. Dessa forma, Campo Verde poderá ser uma das cidades mais monitoradas de Mato Grosso. 

De acordo com o comandante da 8ª Companhia Independente da Polícia Militar, tenente-coronel PM Anderson Luiz da Silva, o sistema pode reduzir o tempo de atendimento das ocorrências. “Ninguém vai entrar ou sair de Campo Verde sem ser monitorado, e se acontecer alguma ocorrência, poderemos acompanhar pelas câmeras, dando mais rapidez ao atendimento da Polícia Militar à sociedade”, explicou.

A partir da implantação definitiva, a expectativa é reduzir em até 85% as ocorrências envolvendo crimes contra o patrimônio. “Já temos uma vitrine com esse exemplo. Os moradores do bairro Santa Rosa, em Cuiabá, já aderiram ao projeto e estão há mais de 90 dias sem registros de roubo ou furto à residência”, lembrou o coordenador estadual de Polícia Comunitária, tenente-coronel PM Sebastião Carlos Rodrigues da Silva

Leia Também:  Audiência Pública debate Saúde Mental nesta quinta-feira na ALMT

O secretário-adjunto de Integração Operacional, coronel PM Juliano Chiroli, participou do lançamento e ressaltou que com o apoio da comunidade é possível melhorar os serviços de segurança pública. “É fundamental um bom relacionamento entre as instituições de segurança e a comunidade. Precisamos que essa parceria seja cada vez mais fortalecida e quem sai ganhando é a própria comunidade com mais segurança”, disse.

Em Campo Verde, o projeto foi apresentado aos moradores e conselheiros do município, além de Primavera do Leste, Poxoréu, Santo Antônio do Leste, Guiratinga e Dom Aquino, e foi avaliado como uma ferramenta eficiente e com resultados a curto prazo. 

A Comunidade Inteligente consiste no compartilhamento de câmeras de videomonitoramento de diferentes moradores de um mesmo bairro ou região, criando um cerco virtual contra a ações criminosas. Após adesão ao projeto, o morador disponibiliza as imagens das câmeras com uma unidade policial mais próxima.

A ferramenta pode ser utilizada pelo próprio smartphone por meio de um aplicativo que ainda disponibiliza um botão do pânico para pedir ajuda e aciona a equipe policial mais próxima em situação de emergência. Nesse mesmo aplicativo a comunidade pode interagir por um chat e, assim, trocar informações sobre o bairro. 

Leia Também:  Secel prorroga para dia 31 o prazo de inscrições dos editais da Cultura

A adesão é voluntária, porém é necessário possuir câmeras de monitoramento na rua do bairro para compartilhamento. Para saber mais informações sobre esse projeto, o morador deve procurar o Conseg da sua cidade.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

É bem Mato Grosso

Concorrência maior será nas regionais de Cuiabá e São Félix do Araguaia

Publicados

em

As regionais de Cuiabá e de São Félix do Araguaia são as mais disputadas pelos candidatos inscritos no concurso público do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea). Irão ingressar, nas 14 regionais do órgão público, novos agentes fiscais estaduais de Defesa Agropecuária e Florestal 1, com exigência do ensino médio, e fiscais formados em engenharia agronômica e medicina veterinária. O concurso conta com 5.789 inscritos.

Dos 2.282 técnicos em agropecuária, a maioria (508) optou pela regional de Cuiabá, seguido por São Félix do Araguaia e Cáceres, com, respectivamente, 315 e 216 candidatos inscritos. A regional com menos candidatos inscritos é a de Água Boa.

A mesma situação ocorre com os 2.018 engenheiros agrônomos. Cuiabá é a preferência de 597, seguida de São Félix, com 296, e Lucas do Rio Verde, com 262 candidatos. A Regional de Juína teve menos interessados, com 58 inscritos no concurso.

Entre os 1.489 médicos veterinários inscritos, Cuiabá teve 284 inscrições. Em seguida vem São Félix do Araguaia, com 199 candidatos, e Rondonópolis, com 157 inscritos. A menor procura entre os veterinários foi para a região de Matupá.

Leia Também:  Audiência Pública debate Saúde Mental nesta quinta-feira na ALMT

O diretor administrativo do Indea, Luiz Gustavo Tarraf, disse que não há vagas na sede das regionais, mas nas cidades em seu entorno. A ideia é que o concurso seja homologado até o início de julho, antes do prazo eleitoral, para convocar os aprovados o mais rápido possível.

“O concurso é para cadastro de reserva e nossa expectativa é convocar em torno de 100 classificados ainda neste ano e os demais, ao longo dos anos, conforme a necessidade da Administração Pública”, explicou. 

As provas do concurso público serão aplicadas no dia 29 de maio.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA