(65) 99638-6107

CUIABÁ

É bem Mato Grosso

Governo entrega nova unidade da PM e reforça segurança no Centro Político Administrativo

Publicados

É bem Mato Grosso


O Governo do Estado  inaugurou a nova sede da 4ª Companhia Independente de Segurança Institucional da Polícia Militar (4ª CIPMSI) nesta terça-feira (14.09), na Praça das Bandeiras, na Capital. A nova unidade conta com um Centro de Monitoramento Eletrônico que registra toda a área do Centro Político Administrativo.  

A área pública foi revitalizada com investimentos do Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão (Seplag). O reforço na segurança do Centro Político Administrativo faz parte do “Projeto Águia”, que visa fortalecer o patrulhamento na região, por meio do monitoramento eletrônico interligado por câmeras de segurança em toda área do Centro Político Administrativo; região composta por orgãos e instituições públicas. 

Na ocasião, a PM inaugurou o Memorial de Segurança Pública do Estado de Mato Grosso que está aberto para visitação. O local permite aos visitantes acesso às relíquias históricas da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar. O  memorial recebeu o nome do subtenente da PM Hisney Adão de Oliveira, falecido em 2020, em decorrência de complicações da Covid-19.

Representando o Comando Geral da Polícia Militar, o coronel Daniel Lipi Alvarenga destacou a revitalização da unidade e reforçou o compromisso da Polícia Militar na condução do projeto. “A parceria com o Governo do Estado visa o fortalecimento das ações de policiamento ostensivo no Centro Político Administrativo. Nós trabalhamos com o objetivo de trazer mais segurança aos órgãos públicos e à população”, destaca o militar.

Leia Também:  Policiais recuperam carreta e encontram motorista que tinha sido sequestrado

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, pontuou os benefícios do uso de espaço. “A utilização da área pública que estava abandonada, obsoleta, agora trás dignidade para os profissionais da Polícia Militar que trabalham no Palácio do Paiaguás. Revitalizamos um local que pode ter diversas ocupações e que agora será melhor utilizado, trazendo um acervo das forças de segurança”, afirmou o secretário.  

O  sistema de monitoramento conta com 26 câmeras e a previsão é de que sejam adquiridos softwares de reconhecimento facial acoplado às câmeras PTZ; que está em fase de testes. Toda essa tecnologia permite que a PM identifique indivíduos suspeitos, pessoas com mandado de prisão, bem como monitorar e subsidiar investigações sobres pessoas que transitam pelo Centro Político.  

O tenente-coronel Frederico Correa Lima Lopes, que comanda a unidade, explicou que o sistema de monitoramento é de última geração. “Nós, da companhia, fazemos o monitoramento de forma segmentada. Um é feito no CIOSP, por policiais da companhia, e o outro é feito aqui, facilitando o intercâmbio com as viaturas que estão na rua. Com o Projeto Águia de monitoramento, vamos fazer a cobertura de todo o Centro Político e estabelecer protocolos. Visando mais segurança e controle”, explicou o comandante. 

Leia Também:  CGE passa a tramitar processos de Corregedoria somente pelo Sigadoc

Tambem participaram da ato solene o subchefe de Estado Maior- Geral, coronel Carlos Eduardo Pinheiro da Silva; o comandante do 1º Comando Regional de Cuiabá, coronel Esnaldo Moreira, o secretario adjunto da Sesp, coronel Juliano Chiroli, o secretário de Planejamento e Gestão (Seplag), Basílio Bezerra, o ouvidor-geral de Polícia, Lúcio Andrade, e os deputados estaduais Carlos Avallone e Elizeu Nascimento dentre outras importantes autoridades civis e militares. 

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

É bem Mato Grosso

Câncer de intestino está entre os mais comuns para homens e mulheres

Publicados

em


Considerado o terceiro tipo de câncer mais frequente em homens, após o de próstata e o de pulmão, e o segundo entre as mulheres, após o câncer de mama, o câncer colorretal é um tumor que acomete o intestino grosso. “Importante ressaltar que o câncer de intestino é tratável e, na maioria dos casos, curável, ao ser detectado precocemente”, observa o coloproctologista Mardem Machado, credenciado ao Mato Grosso Saúde pela Clínica Vida.

O câncer de cólon, também conhecido como colorretal ou câncer de intestino, é o foco da campanha Setembro Verde, que busca conscientizar a população sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce para combater o tumor. 

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), a cada ano, há 34.280 novos casos de câncer colorretal, dos quais 15.415 se encaminham para óbito. Ao todo, 16.660 homens e 17.620 mulheres são diagnosticados todo ano com a doença.

O Dr. Mardem Machado relata que existem diferentes fatores de risco para o diagnóstico de câncer de intestino. Os principais são a idade, sendo mais comum após os 50 anos, obesidade, sedentarismo, consumo em excesso de carnes vermelhas e processadas, dieta pobre em fibras, tabagismo, alcoolismo e histórico familiar de câncer de intestino.

Leia Também:  Curso EAD sobre captação de recursos no setor cultural está com inscrições abertas

Sintomas

O especialista destaca que conhecer os sintomas é fundamental para o paciente procurar um especialista no assunto, realizar os exames necessários e, se constatado o tumor, iniciar o tratamento. 

“Os sintomas são sangue nas fezes, dor na região anal, cólicas ou dores abdominais, anemia, fraqueza, perda de peso inexplicável e alterações do hábito intestinal, como diarreia, intensa vontade de vomitar e urgência para evacuar ou constipação”.

Diagnóstico

O diagnóstico do câncer de intestino é feito a partir de um exame clínico e físico, incluindo o exame proctológico, a retossigmoidoscopia, a colonoscopia e exames de sangue. “Assim que o paciente é diagnosticado, ele inicia o tratamento”.

Tratamento

Conforme o especialista, o câncer colorretal pode ser tratado de diversas formas para melhorar a qualidade e a sobrevida dos pacientes. Entre as alternativas estão as cirurgias abertas, laparoscopias e assistidas por robô, colonoscopia e ressecções locais dos tumores, quimioterapia e radioterapia.

Como se trata de uma doença silenciosa, cujos sintomas demoram bastante a se manifestar, o Dr. Mardem Machado alerta para a importância do check-up anual para o diagnóstico precoce e maior sucesso no tratamento.

Leia Também:  CGE passa a tramitar processos de Corregedoria somente pelo Sigadoc
Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA