(65) 99638-6107

CUIABÁ

É bem Mato Grosso

Escola de Governo conclui primeiro módulo de capacitações da Academia de Novos Líderes

Publicados

É bem Mato Grosso

A Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), por meio da Secretaria Adjunta da Escola de Governo, concluiu, na sexta-feira (13.05), o primeiro módulo de capacitações do programa Academia de Novos Líderes. A formação garantiu conhecimento sobre os princípios e conceitos da área do Direito Administrativo, com o objetivo de aprimorar o serviço desempenhado na administração pública.

O programa está em sua terceira edição e, ao longo deste ano, capacitará 25 servidores públicos estaduais, selecionados por meio de um processo seletivo simplificado, para atuarem como agentes de liderança e inovação no Executivo estadual.

Ao todo, serão realizados 14 módulos, com conteúdos técnicos e comportamentais, que estimularão os servidores a enxergar os desafios do Estado de outra forma e a criar soluções para a melhoria dos serviços prestados pelo governo. Todas as capacitações serão ministradas por um grupo voluntário de facilitadores, formado por servidores públicos especialistas em áreas diversas.

Para a servidora da Secretaria Adjunta de Gestão de Pessoas da Seplag Kelen Taques, facilitadora do primeiro módulo, o treinamento ministrado aos participantes ajudará “a quebrar paradigmas e olhares viciados na rotina de trabalho”.

Leia Também:  Lei cria Política de Educação Especial e Inclusiva em MT

“O objetivo desse módulo foi abrir a visão dos servidores para novos horizontes, para iniciativas que não demandam muitos recursos, mas que podem ser extremamente importantes para elevar o ganho de eficiência da administração pública”, disse. “A escolha desse tema como o primeiro módulo foi importante para que o participante reforçasse seus conhecimentos sobre a administração pública, seus princípios, atos e processos administrativos, conhecimentos indispensáveis para o bom desempenho de sua rotina diária de trabalho”, completou.

Todas as capacitações serão ministradas por um grupo voluntário de facilitadores. Foto por Cristiano Emanuel / Seplag-MT

Iniciada em 2018, a Academia de Novos Líderes já é referência para outras entidades e também foi implantada no Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT).

Participam desta terceira turma servidores das Secretarias de Estado de Fazenda (Sefaz), Meio Ambiente (Sema), Desenvolvimento Econômico (Sedec), Segurança Pública (Sesp), Agricultura Familiar (Seaf), Assistência Social e Cidadania (Setasc), Planejamento e Gestão (Seplag), bem como do Instituto de Defesa Agropecuária (Indea), Fundação Nova Chance (Funac), Mato Grosso Previdência (MTPrev) e do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Leia Também:  Operação cumpre 16 ordens judiciais em investigação sobre crimes violentos ocorridos em Barra do Bugres

Supervisão de texto de Nayara Takahara.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

É bem Mato Grosso

Projeto da Sema Mato Grosso leva práticas agrícolas sustentáveis para famílias de nove comunidades

Publicados

em

O Assentamento Antônio Conselheiro, em Barra do Bugres (164 km de Cuiabá), recebeu, nesta quarta-feira (30/06), da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, materiais para uso no plantio e colheita de itens da agricultura familiar. O Programa de Educação Ambiental na Agricultura Familiar (PEAAF) acontece em nove comunidades e assentamentos de Mato Grosso.

Os municípios atendidos são Peixoto de Azevedo, Tangará da Serra, Barra do Bugres, Poconé e Nossa Senhora do Livramento. São projetos comunitários implementados para a  implantação de hortas ecológicas comunitárias, viveiros e recuperação de nascentes.

“Este projeto possibilitou aos participantes o reconhecimento da importância da conservação ambiental, além de, principalmente, possibilitar a geração de renda com práticas sustentáveis”, explica a superintendente de Educação Ambiental da Sema-MT, Vânia Montalvão.

Marinalva Tavares de Souza, moradora do assentamento, trabalha na agricultura familiar diretamente  com o PEAAF, plantando horta e produzindo leite. Ela destaca o material recebido – utensílios para uso na plantação, como enxadas, pás e carrinho de pneu – que lhe permite produzir mais e melhor.  

Leia Também:  Polícia Civil deflagra operação contra suspeitos que usavam de violência para cobrar empréstimos financeiros

“O projeto, para mim, é muito viável. Desde o início, na formação, já deu para aprender muita coisa. Valorizo muito o trabalho feito aqui, muito importante para nós”, diz.

 
 

Na comunidade de Faval, em Nossa Senhora do Livramento, o projeto possibilitou a educação ambiental por meio de horta comunitária, produção de mudas de árvores nativas e frutíferas do cerrado, para reflorestar as nascentes.

“Hoje, posso falar que sou uma agente de educação ambiental. Aprendi a preservar e, por isso, a conscientizar a população sobre o valor de manter o meio ambiente equilibrado”, afirma Cícera Aparecida da Silva Seni, 35 anos, professora. 

Emprego e renda – O PEAAF também incentiva o extrativismo sustentável de castanha cumaru na Comunidade Quilombola de Capão Verde, em Poconé. Natan José Campos de Oliveira, 22 anos, mora na comunidade, composta por 28 famílias. Eles trabalham com produtos, que não só têm grande aceitação no mercado como contribui para a preservação do bioma Pantanal.

“Este projeto vem para ajudar o nosso trabalho, que, sem recursos, fica muito difícil. Com ele, vai melhorar a renda. Recebemos materiais que ajudam, e muito, no processo de coleta e no processamento da castanha do cumaru”, avalia Natan.

Leia Também:  Lei cria Política de Educação Especial e Inclusiva em MT

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA