(65) 99638-6107

CUIABÁ

É bem Mato Grosso

Documento do Ministério da Economia desmente Fake News contra Governo de Mato Grosso

Publicados

É bem Mato Grosso


O Ministério da Economia confirmou, em documento oficial, que o Governo de Mato Grosso não recebeu a quantia de R$ 15 bilhões, em repasses do Governo Federal no ano de 2020. A quantia total foi de R$ 5,044 bilhões, sendo que desse valor R$ 261 milhões foram exclusivos para o combate à pandemia. Nesse valor também estão incluídos os repasses obrigatórios e as transferências voluntárias. 

O valor é 3 vezes menor, que o divulgado em Fake News espalhada nas redes sociais.

Conforme o documento que foi emitido pela Secretaria do Tesouro Nacional, a pedido do senador Carlos Fávaro, em transferências obrigatórias, ou seja, aquelas em que estão previstas na constituição federal ou na legislação, o Governo de Mato Grosso recebeu a quantia de R$ 4,695 bilhões.

Nesse valor estão incluídos os repasses para Educação, pelo Fundeb do Estado (R$1,694 bi), o auxílio do FEX (R$ 420 milhões) e a quantia de R$ 1,4 bilhão para auxiliar os estados com a perda da arrecadação, em decorrência da pandemia, entre outros repasses.

Leia Também:  Wilson Santos assume presidência da Comissão de Constituição e Justiça

Em transferências discricionária, o valor recebido foi de R$ 348 milhões, sendo que desse valor R$ 261 milhões foram destinados para as ações em saúde de combate à pandemia.

“O documento confirma que é necessário parar com as fake News, com as mentiras. Perdemos muito tempo para restabelecer verdades. Cadê os outros 10 ou 15 bilhões que mentiram que nós havíamos recebido? Essa tentativa de denegrir um governo, que tanto tem trabalhado para salvar vidas em um momento de pandemia, é de uma irresponsabilidade imensa”, afirmou o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

É bem Mato Grosso

Sesc lançará pedra fundamental de obra com investimentos de R$ 4 milhões em Sinop

Publicados

em


Foto: JUNIOR POYER

O diretor regional do Serviço Social do Comércio (Sesc-MT), Carlos Alberto Rissato, juntamente com o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (Fecomércio), José Wenceslau Souza Junior, apresentaram, na manhã desta segunda-feira (17), o projeto da obra que será construída, a pedido do Deputado Dilmar Dal Bosco (DEM), na cidade de Sinop.

O projeto contempla a instalação de uma unidade completa, que irá atuar com todos os cinco programas do SESC, que são: assistência, cultura, educação, lazer e saúde. A obra contará, inicialmente, com 1.200 metros quadrados de construção, ficará localizada na Avenida Bruno Martini e terá investimentos na ordem de R$ 4 milhões de reais.

O deputado Dilmar Dal Bosco explicou a importância da construção e dos trabalhos que serão desenvolvidos com a unidade de Sinop. “Essa obra, que será construída no município de Sinop, é uma luta nossa de muito tempo. O lançamento da pedra fundamental só confirma o trabalho realizado para que o município seja valorizado ainda mais. O Sesc vem interiorizando suas ações com projetos arrojados e serviços que serão oferecidos aos comerciários e seus familiares, valorizando o empresariado local”, comentou Dilmar.

Leia Também:  Segurança Pública é pasta com mais solicitações de acesso à informação via ouvidoria setorial

Rissato explicou que a pedra fundamental será lançada no dia 21 de maio e a unidade será construída no conceito de unidade parque. “Viemos apresentar ao deputado o projeto da construção dessa grande obra, que foi um pedido contínuo do deputado Dilmar, para que desenvolvêssemos um trabalho em Sinop com cultura, educação, lazer, saúde e assistência, e todas essas áreas serão contempladas na nova unidade de Sinop, que contará com uma obra de 1.300 metros quadrados inicialmente, em um terreno de mais de 10 mil metros e deverá ser entregue no prazo de 18 meses, com uma característica de obra parque, contando com quadra de esporte, área verde, pista de caminhada com segurança e iluminação e uma concha acústica”, finalizou Rissato.

Presidente da Fecomércio, Sesc e Senac, José Wenceslau Souza Junior, explicou que este é um projeto antigo do deputado Dilmar para que Sinop fosse contemplada. “Estamos levando o Sesc e, futuramente o Senac, para o município de Sinop, isso a pedido do deputado Dilmar Dal Bosco, o que já é um projeto antigo e agora vai se materializar, então, mês que vem, estaremos lançando a pedra fundamental do Sesc em Sinop, o que irá prestigiar a toda aquela população e, principalmente, os comerciários da nossa capital do nortão”, disse o presidente Wenceslau.

Leia Também:  ZÉ ANTÔNIO LEMOS:Verticalizar sua economia é grande desafio de MT. Estamos perdendo até na manteiga
Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA