(65) 99638-6107

CUIABÁ

É bem Mato Grosso

Deputados aprovam PL que trata da carreira de servidores da Controladoria Geral do Estado

Publicados

É bem Mato Grosso


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Os deputados estaduais de Mato Grosso, reunidos em sessão ordinária nesta quarta-feira (3), aprovaram em redação final o Projeto de Lei 943/2021, mensagem governamental 165/21, que altera dispositivo da Lei 8.099, de 29 de março de 2004, que consolida as normas referentes aos cargos da Auditoria Geral do Estado.

O PL 942/2021 altera o parágrafo 2º do artigo 7º da Lei 8.099, que passa a vigorar com a seguinte redação: “a progressão horizontal, Classe, obedecerá a titulação exigida nas áreas correlatas à formação para o cargo de auditor do Estado, interstício de 3 anos e não será considerada a carga horária exigida de uma classe para a outra”.

Em justificativa à matéria, o governo justifica que a matéria visa “compatibilizar a norma que versa sobre a carreira da Controladoria Geral do Estado com as demais leis de carreiras do Poder Executivo, nas quais exige-se o cumprimento do interstício de 3 anos para alcançar o direito a progressão horizontal”.

A proposta normativa, segundo o governo, vai corrigir distorção existente e promover a igualdade de direitos e condições aos servidores de carreira do Estado, além de implementar solução de problema relacionado a estrutura organizacional da Controladoria Geral do Estado. Conforme o governo, a proposta traz mudanças “capazes de melhorar a equidade e a proporcionalidade entre as carreiras, cada qual sendo reconhecida dentro do perfil e grau de complexidade da sua atuação”.

Leia Também:  Jayme Campos não pode perder. Se perder Campos estarão enterrados pra sempre

Em primeira votação, os deputados estaduais aprovaram o Projeto de Lei 962/2021, mensagem governamental 167/21, que institui o Programa Estadual de Habitação – Ser Família Habitação, no âmbito do Estado de Mato Grosso. O projeto autoriza o governo a implementar ações e alocar recursos para a produção e aquisição de 20 mil unidades habitacionais, podendo a quantidade ser ampliada conforme disponibilidade orçamentária e financeira. Conforme o governo, o programa atenderá famílias com renda mensal de até sete salários mínimos, com prioridade para famílias com renda mensal de até quatro salários mínimos. O programa Ser Família Habitação será promovido, desenvolvido e executado pela MT participações e projetos (MT-PAR).

Durante a Ordem do Dia, quando da votação em segunda do PLC 47/2021, que estabelece a modalidade de teletrabalho como uma das formas de cumprimento da jornada de trabalho no âmbito do Poder Executivo do Estado de Mato Grosso, o deputado Lúdio Cabral (PT) pediu para discutir a matéria e sugeriu a retirada de pauta por conta, segundo ele, do baixo quórum para a votação da matéria. Um PLC exige o mínimo de 13 votos para ser aprovado em plenário e, na ocasião, haviam 14 deputados participando da sessão ordinária. Dessa forma, além do PLC 47/2021 foram retirados de pauta o PLC 35/2021, 49/2021, 35/2020, e 62/2020, além da PEC 19/2020.

Leia Também:  DORILEO LEAL CONTRA ENOCK CAVALCANTI; CLÁUDIO STABILE CONTRA DIOGO BOTELHO: Liberdade de imprensa em julgamento no TJ-MT.LEIA DOCS
Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

É bem Mato Grosso

Nininho destaca a importância da retomada dos trabalhos do Incra em Rondonópolis

Publicados

em


Foto: Renato Cordeiro / Assessoria de Gabinete

Na tarde de quinta-feira (20), o deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, participou da cerimônia de reativação do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) – Unidade Avançada Sul de Mato Grosso, acompanhado da superintendente regional substituta, Marina Reis Souza. O parlamentar acompanha as dificuldades das famílias que precisam se dirigir até Cuiabá, desde 2020, quando os atendimentos foram transferidos para a capital. Ele destacou a importância do retorno dos atendimentos na região.

“Os processos precisam andar, são famílias que esperam há mais de 30 anos pelos títulos definitivos, e precisamos dar o direito a essas famílias de terem não apenas seus documentos, mas também o direito de desenvolver e prosperar em suas propriedades. Tenho certeza que esta unidade será fundamental para agilidade dos processos”, pontuou Nininho.

O deputado agradeceu os esforços de todos que contribuíram para a retomada dos atendimentos e agradeceu os servidores da região. “O superintendente do Incra, coronel Cunha, tem feito gestão e concentrado esforços para agilizar a regularização fundiária em todo o estado. Quero aproveitar e agradecer os servidores Flávio Simões, chefe da unidade de Rondonópolis e ao Robson Fonzar, que pessoas capacitadas para a missão que temos aqui”, lembrou Nininho.

Leia Também:  João Batista visita Cáceres e realiza entrega de equipamentos para atletas do karatê

De acordo com o Incra, além de Rondonópolis outros 16 municípios serão atendidos na unidade: Alto Garças, Alto Araguaia, Alto Taquari, Araguainha, Campo Verde, Dom Aquino, Guiratinga, Itiquira, Jaciara, Juscimeira, Pedra Preta, Poxoréu, Primavera do Leste, São José do Povo, São Pedro da Cipa e Tesouro.

Também participaram da cerimônia de reativação da unidade, o deputado estadual Gilberto Cattani; os vereadores Roni Cardoso, Marisvaldo Gonçalves, Ozeias Reis, Kaza Grande, Dico e Dr. Jonas Rodrigues;  o diretor da Sema Ailnton Fonseca; os servidores do Incra Flávio Simões e Robson Fonzar; o presidente do Comitê de reabertura do Incra, Nelsivon e lideranças dos 17 municípios da região Sul.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA