(65) 99638-6107

CUIABÁ

É bem Mato Grosso

Congresso reúne profissionais da fotografia em Campo Novo do Parecis; saiba quem são os palestrantes

Publicados

É bem Mato Grosso


De 23 a 25 de março, o município de Campo Novo do Parecis, que fica a 300 km de Cuiabá, vai  reunir profissionais qualificados e experientes na área da fotografia brasileira no 1º Congresso Fotográfico Parecis.  Gratuito e com vagas limitadas a 50 participantes, o encontro está com inscrições abertas a partir desta segunda-feira (22.02) até a próxima sexta-feira (26.02) pelo site www.congressofotoparecis.com.br

Serão três dias de evento que contará com a participação de profissionais premiados em concursos nacionais e internacionais, como o prêmio Lente de Ouro, considerado o Oscar da fotografia mundial. Nos dois primeiros dias serão realizadas palestras sobre iluminação, composição, direcionamento de olhar, dentre outros temas. 

No último dia ocorre a expedição fotográfica até a Aldeia Wazare, a 65 Km da sede do município. A atividade possui 15 vagas e tem como objetivo colocar em prática o conhecimento adquirido, tendo como cenário a riqueza da cultura indígena.

Todas as normas sanitárias de prevenção à Covid-19 serão tomadas durante o congresso, como higienização do ambiente, espaçamento entre as cadeiras, distribuição de máscaras e álcool de uso individual.

Leia Também:  Silval, menos esperto que Jayme, Dante e Maggi, segura o rojão

Idealizado pelo fotógrafo Luciano Steffler, o projeto foi contemplado no Edital Circuito de Mostras e Festivais promovido pela Secretaria de Estado Cultura, Esportes e Lazer (Secel-MT), com recursos da Lei Aldir Blanc.

Palestrantes e temas

Nei Bernardes, que nos últimos sete anos esteve entre os Top 50 do mundo pela Fearless Photographers, discorrerá sobre composição na palestra Limpando a Cena. O profissional foi vencedor do prêmio Lentes de Ouro em 2014, como revelação, e em 2015, 2016 e 2020, como Fotógrafo do Ano e já palestrou por cinco vezes no maior congresso de fotografia da América Latina, o Wedding Brasil. 

Como mais de 100 fotos premiadas por associações internacionais, Guilherme Bastian fará a palestra Música Para Seus Olhos. O fotógrafo é vencedor da Lente de Ouro em 2017 na categoria Casamento do Ano e, em 2018 como fotógrafo do ano. Também já palestrou no Wedding Brasil.

O tema Negócio x Digital será apresentado por Rodrigo Lana, fotógrafo há quase 10 anos, com mais de 1500 eventos fotografados. Fazendo um bom uso de técnicas e estratégias do marketing digital, Lana fez sua empresa crescer e alcança atualmente mais de 30 mil pessoas semanais em suas redes sociais e mais de 2 milhões de pessoas com anúncios.

Leia Também:  EDUARDO GOMES: Renúncia é única saída pra Zé Pedro Taques

O fotógrafo de casamentos, 15 anos e ensaios de gestantes, Pedro Santos, vai apresentar a palestra Maldito Flash. Membro de algumas das maiores associações de fotógrafos de casamentos do mundo, o profissional já foi indicado dentre os melhores em premiações Lente de Ouro.

José Medeiros, o experiente e reconhecido fotógrafo em Mato Grosso conduzirá a expedição fotográfica. O profissional investe em projetos pessoais no registro das manifestações culturais populares.  Suas andanças pelo Brasil rendem sempre valiosos materiais. 

Serviço

1º Congresso Fotográfico Parecis

Data de realização: 23 a 25 de março de 2021 

Data de inscrição: 22 a 26 de fevereiro de 2021

Site para inscrição: www.congressofotoparecis.com.br

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

É bem Mato Grosso

Governo envia para a Assembleia projeto que prevê multa a empresas e cidadãos que desrespeitaram restrições

Publicados

em


O Governo de Mato Grosso encaminhou projeto de lei que prevê multa para as pessoas e empresas que desrespeitarem as novas medidas restritivas contra o avanço da covid-19.

A proposição foi enviada nesta segunda-feira (01.03) para a Assembleia Legislativa, em regime de urgência, com o objetivo de “conter o aumento exponencial da contaminação causada pelo novo coronavírus, bem como evitar que o sistema de saúde estadual entre em colapso”.

De acordo com o projeto, a multa para as pessoas físicas que descumprirem as normas será de R$ 500. Já as empresas e/ou órgãos públicos que cometerem as infrações terão que pagar R$ 10 mil.

As penalidades serão aplicadas para as pessoas físicas e jurídicas que:

1 – Descumprirem a obrigação de uso de máscara facial em espaços abertos ao público ou de uso coletivo;

2 – Deixarem de realizar o controle do uso de máscaras faciais de todas as pessoas presentes no estabelecimento, sejam elas funcionários ou clientes;

3 – Participar e/ou promover atividades, reuniões ou eventos que geram aglomeração de pessoas, em descumprimento a normas editadas pela autoridade municipal, estadual e/ou federal;

4 – Descumprir a restrição de horários para circulação, conforme estabelecido em normas editadas pela autoridade municipal, estadual e/ou federal;

Leia Também:  FILÓSOFO VLADIMIR SAFATLE: "Quem tá nas ruas pedindo golpe militar, pede tortura, pede terrorismo de Estado, pede assassinato, pede censura. Essas pessoas não deveriam estar na rua, deveriam estar na cadeia, respondendo processo

5 – Desrespeitar ou desacatar a autoridade administrativa, bem como obstruir ou dificultar sua ação fiscalizadora quando no exercício das atribuições previstas nesta Lei;

6 – Deixar de promover ações fiscalizatórias necessárias ao cumprimento desta Lei, quando se tratar de agente político ou de funcionário público com dever legal de determinar o cumprimento das medidas sanitárias fixadas nesta norma;

7 – Cometerem outras ações consideradas lesivas ao enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente do novo Coronavírus.

As multas

As infrações poderão ser registradas pelo Procon estadual e municipal; pelos órgãos de vigilância sanitária estadual e municipal; Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e outros órgãos municipais com poder fiscalizatório.

A pessoa ou empresa multada poderá recorrer em até 15 dias após a assinatura do auto de infração.

Além da multa, os infratores também poderão ser investigados pelos crimes de infração de medida sanitária preventiva e desobediência, previstos no Código Penal.

Os recursos arrecadados com eventuais multas serão destinados à compra de cestas básicas a serem distribuídas no município onde ocorreu a autuação.

Confira as novas medidas restritivas que passam a valer a partir de quarta-feira (03.03):

Leia Também:  Um chamado à reflexão e ao diálogo: observações críticas ao Projeto de Lei 648/20 da deputada Janaina Riva

– De segunda à sexta, proibição de todas as atividades econômicas das 19h às 5h. Aos sábados e domingos, a proibição será após o meio-dia. A exceção fica por conta das farmácias, serviços de saúde, funerárias, postos de gasolina (exceto conveniências), indústrias, transporte de alimentos e grãos, e serviços de manutenção de atividades essenciais, como água, energia e telefone.

– Nos horários permitidos, as atividades econômicas deverão respeitar as medidas de segurança, como o uso de máscara, distanciamento e limitação de 50% da capacidade máxima do local.

– Eventos podem ocorrer dentro do horário permitido, respeitado o limite 30% da capacidade do local, e número máximo de 50 pessoas.

– Os serviços de entrega por delivery seguem autorizados até às 23h.

– O transporte coletivo e congêneres (Uber, 99, etc) podem funcionar normalmente.

– Toque de recolher a partir das 21h até às 5h, com proibição de circulação.

– Nos órgãos públicos estaduais, fica suspenso o atendimento presencial em todas as secretarias e órgãos do governo, com exceção das unidades finalísticas. Quanto a jornada de trabalho, cada secretaria/autarquia vai disciplinar medidas para redução do fluxo de pessoas.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CATEGORIA

CATEGORIA

CATEGORIA

CATEGORIA

MAIS LIDAS DA SEMANA