enockcavalcan[email protected]

(65) 99638-6107

CUIABÁ

É bem Mato Grosso

Ceope realiza ação de conscientização sobre higienização correta das mãos

Publicados

É bem Mato Grosso


O Centro Estadual de Odontologia para Pacientes Especiais (Ceope), unidade especializa gerida pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), promoveu nesta quarta-feira (05.05) uma ação de conscientização no Dia Mundial de Higienização das Mãos.

Como forma de reforçar a prática correta de higienização das mãos, foi distribuído kit com manual e frasco com álcool em gel 70% aos mais de 40 profissionais que seguem trabalhando presencialmente na unidade. Os frascos com álcool foram doados por uma empresa que presta serviços para o Centro Estadual.

A diretora do Ceope, Martha Aquilino Pereira, esclarece que a ação envolveu desde os trabalhadores da limpeza e da recepção, que atuam no atendimento inicial dos pacientes, até os cirurgiões-dentistas.

“Sobre a importância da higienização das mãos, muita gente já sabe, mas é preciso aplicar a técnica correta. Então essa sensibilização foi no sentido de abordar o tempo e os intervalos corretos para a higienização das mãos, os movimentos que precisam ser feitos para que essa higienização seja efetiva”, explicou a gestora.

Leia Também:  Setasc realiza Web encontro sobre Serviço Especializado em Abordagem Social

A enfermeira que atua no Ceope, Joelma Schuindt, também enfatizou que “o hábito de higienização previne e reduz infecções, promove a segurança do paciente, dos profissionais e dos demais usuários do sistema de saúde”.

Veja a imagem do passo a passo de como higienizar corretamente as mãos – seja com álcool 70% ou água e sabão.

De acordo com a diretora do Centro Estadual, todas as pessoas, independentemente de serem profissionais da saúde ou atuarem na área, devem ter o hábito de higienizar as mãos frequentemente.

“É muito importante que haja a higienização das mãos entre uma ação e outra. Às vezes você está até mesmo no computador e vai atender ao telefone, por exemplo, o ideal é que faça a higienização entre essas ações, que são rotineiras. A pandemia exige essa nossa atenção”, alertou a gestora do Ceope. 

Dia Mundial de Conscientização

O Dia Mundial de Higienização das Mãos é celebrado anualmente pela Organização Mundial de Saúde (OMS). A data tem o objetivo de conscientizar sobre a importância desta prática de higiene na prevenção às infecções.

Leia Também:  Indea capacita médicos veterinários em diagnóstico de síndromes hemorrágicas de suínos

Para os profissionais da saúde, a OMS ainda estipula 5 momentos em que deve haver a higienização das mãos. Veja:

Momento 1 – antes de contato com o paciente;

Momento 2 – antes da realização de procedimento;

Momento 3 – após risco de exposição a fluidos biológicos;

Momento 4 – após contato com o paciente;

Momento 5 – após contato com áreas próximas ao paciente, mesmo que não tenha tocado o paciente. Cuidando direta ou indiretamente do paciente.

Mais informações sobre a higienização correta das mãos podem ser acessadas nos sites da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e do Ministério da Saúde.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

É bem Mato Grosso

A partir de janeiro, ICMS da energia elétrica será de 17%; conta de luz pode ficar até 12% mais barata

Publicados

em


A cobrança da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da energia elétrica deixa de ser 25% e 27% e passa a ser de 17% em Mato Grosso, a partir de janeiro de 2022. A Lei 708/2021, do maior pacote de redução de impostos do país foi sancionada pelo governador Mauro Mendes, nesta terça-feira (07.12).

O impacto dessa redução poderá significar contas de luz até 12% mais baratas. Isso porque, a carga tributária do imposto, será de R$ 36,50 no consumo de 400 kWh e de até R$ 117 no consumo de 1000 kWh. Um corte de 39% e 45% no ICMS, respectivamente.

O presidente do Sindicato da Construção, Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica e Gás no Estado de Mato Grosso (Sindenergia), Tiago Vianna de Arruda, afirmou que o pacote de redução de impostos sancionado pelo governador Mauro Mendes vai trazer justiça econômica para a sociedade.

A avaliação de Vianna passa pelo impacto que a medida irá produzir no setor da energia elétrica. No total, com a lei, o Governo de Mato Grosso deve deixar de arrecadar cerca de R$ 1,2 bilhão por ano, valor que permanece no bolso dos contribuintes, aliviando o orçamento doméstico de milhares de pessoas e também de empresas.

Leia Também:  Primeira-dama de MT entrega 230 cestas básicas a famílias ribeirinhas na região do Pantanal

“Essa medida chega em boa hora, no momento em que os brasileiros mais estão precisando, trazendo liquidez tributária para toda a população. E é importante frisar que dos R$ 1,2 bilhão de redução que está previsto, R$ 732 milhões são referentes ao ICMS da energia elétrica. Ou seja, 60% do pacote de redução de impostos do Governo de Mato Grosso está circunscrito à taxa de ICMS sobre a energia. Isso é muito importante porque a energia elétrica é um insumo caro, que está presente na vida de todo mundo – seja na nossa residência, no comércio, na indústria -, então qualquer redução de imposto nesse sentido vai incentivar e tornar a nossa economia mais justa para todo mundo”, avaliou Tiago Vianna.

A redução significativa também vai ser sentida nos setores da comunicação, do gás industrial e dos combustíveis.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA