(65) 99638-6107

CUIABÁ

É bem Mato Grosso

Bope promove corrida de rua e ciclismo virtual; inscrições abertas até 10.07

Publicados

É bem Mato Grosso


Estão abertas as inscrições para o Desafio Bope – Bike and Run promovido pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais da Polícia Militar de Mato Grosso. Interessados têm até o dia 10.07 para se inscreverem.

As competições, corrida de rua e ciclismo, serão realizadas no formato virtual e devem ser obedecidas as medidas de biossegurança e o uso obrigatório de máscara. São duas opções de inscrições: o kit com camiseta de manga curta no valor de R$ 75 e no kit de camiseta de manga longa por R$ 90. Em ambas, é obrigatório um quilo de alimento não perecível (exceto sal) que posteriormente será doado.

Os participantes que cumprirem todas as regras do regulamento serão premiados com uma medalha. Fica a critério do participante o melhor dia, horário e local, de forma segura, para executarem quaisquer das modalidades e distâncias escolhidas. Na corrida, as opções são 5 km ou 10 km. No ciclismo os percursos são de 30 km ou 50 km.

Será de responsabilidade do atleta escolher onde executará a prova, se no asfalto, terra ou na esteira no caso de corrida, sem interrupção, ou seja, a prova precisa ser completada de uma só vez. Também deverão estar atentos aos períodos estabelecidos para inserção dos resultados: de 14 a 22 de agosto até às 23h59.

Leia Também:  Secretário de Infraestrutura fiscaliza obras da MT-326 e garante término da maior ponte de concreto de MT

Atenção também ao envio do comprovante da prova concluída que poderá ser realizada de qualquer aplicativo de corrida como: Strava, Nike +, Runkepper, Runtastic, Adidas Running ou relógio GPS como Garmin, Polar e Tom Tom.

Com aplicativo ou relógio, o comprovante precisa do tempo total da atividade e distância. Na esteira, será obrigatório a foto do painel zerado, tempo total da distância e tempo total da atividade.

Informações sobre regulamento e percurso no link

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

É bem Mato Grosso

Governo de MT amplia 40 leitos de UTI e 20 de enfermaria para tratamento da Covid-19

Publicados

em


Nos últimos seis dias, o Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), disponibilizou 40 novos leitos de Terapia Intensiva e 20 leitos de enfermaria para o tratamento da Covid-19.

Foram disponibilizados 50 novos leitos no Hospital Metropolitano, em Várzea Grande. Desse total, a ampliação de 10 leitos intensivos ocorreu na segunda-feira (17.01). Na terça-feira (18), a unidade de saúde implementou 10 leitos de enfermaria e na quinta-feira (20.01) foram disponibilizados mais 10 leitos de UTI.  Neste sábado (22), o hospital ampliou outros 10 leitos de enfermaria e 10 leitos de UTI no local.

A unidade hospitalar atua como a principal referência estadual para o atendimento de pacientes com coronavírus e tem 100% da sua atividade destinada ao atendimento de demandas causadas pela Covid-19.

Com essa ampliação, a unidade de saúde passará a contar com o total de 50 leitos de UTI e 50 leitos de enfermaria para o tratamento da doença.

De acordo com o secretário Estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, a gestão estadual monitora as taxas de contaminação e ocupação hospitalar pela Covid-19 em Mato Grosso e trabalha medidas para serem implementadas conforme necessidade.

Leia Também:  Estado multa empresa em R$ 13 milhões por fraudes em contratos de softwares educacionais

“Envidamos esforços para garantir o atendimento hospitalar à população mato-grossense. Já estamos monitorando o cenário atual da pandemia no Estado e, caso seja necessário, trabalharemos para novas ampliações”, declarou Figueiredo.

Outras ampliações

O Governo Estadual, em parceria com o município de Primavera do Leste, disponibilizou na última terça-feira (18) 10 novos leitos de UTI no Hospital e Maternidade São Lucas. Inicialmente, a SES irá financiar 100% do funcionamento, ou seja, R$ 2 mil a diária de cada um desses 10 novos leitos.

Esse valor será pago até que o município consiga a habilitação do leito por parte do Ministério da Saúde. Depois de autorizado e habilitado, o Governo Federal deverá investir R$1.600 e o Estado completará a diária com R$ 400.

Com essa ampliação, o Hospital e Maternidade São Lucas passará a contar com o total de 20 leitos de UTI e 30 leitos de enfermaria para o tratamento da doença.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA