(65) 99638-6107

CUIABÁ

É bem Mato Grosso

Apiacás comemora 33 anos recebendo obras em infraestrutura e investimentos em educação

Publicados

É bem Mato Grosso


Apiacás, município localizado no norte mato-grossense, na divisa com Pará, com 10.283 habitantes e a 962 quilômetros de Cuiabá, comemora 33 anos de emancipação administrativa neste sábado, 06 de julho, com ações do Governo do Estado em infraestrutura, educação, saúde e assistência social.

Foi assinada ordem de serviço para a pavimentação de 58 quilômetros da MT-206, entre e Apiacás e o acesso à Hidrelétrica Teles Pires, em Paranaíta. A obra, resultado de uma parceria entre Governo do Estado e Prefeitura de Paranaíta, vai impulsionar a economia da região incentivando à produção agrícola e extração e o escoamento do calcário. Ao todo serão investidos R$ 41,1 milhões em sua execução.

Governo assinou ordem de serviço para asfaltar 58 km da MT-206 e melhorar logística da região Norte – Foto Sinfra-MT

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) enviou em março deste ano à Escola Estadual Indígena Itaawyak, na Aldeia Kururuzinho, da etnia Kayabi, entre Apiacás  e Jacareacanga (PA), livros de matemática bilíngues (português e na língua materna).

A escola, concluída em agosto de 2019, é resultado de uma parceria entre Seduc e empresa São Manoel Energia. São seis salas de aula, laboratório de informática, refeitório, quadra poliesportiva e alojamento para os professores, além de cinco salas anexas. Atende quatro aldeias e três etnias: Kayabi, Munduruku e Apiacá.  

Por causa da pandemia, os professores índios fazem plantões tira dúvidas e atendimento não presencial. Às segundas-feiras são repassadas atividades da semana.

Leia Também:  Após 40 dias, preso que engoliu celular passa por cirurgia para retirada de objeto

Livros bilíngues distribuídos na Escola Estadual Indígena Itaawyak, na Aldeia Kururuzinho, da etnia Kayabi. Foto Seduc

Assistência Social

Por meio da Setasc (Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social), além da recente entrega de 169 cartões do Ser Família Emergencial, foram doados a famílias carentes do município 800 cestas básicas entre 2020 e 2021, pelo programa Vem Ser Mais Solidário, e 65 cobertores, pelo Aconchego, em 2019 e 2020.

Também pela Setasc, em parceira com o Senar/MT, foram feitos no município 620 atendimentos pelo Mutirão Rural. Além de esporte e lazer, são atendimentos em assistência médica, odontológica, noções de higiene, palestras preventivas e técnicas e ações culturais. Também são emitidos documentos pessoais, como carteira de identidade, carteira de trabalho, CPF, título de eleitor e certidão de nascimento.

Saúde e repasses

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) repassou ao município 850 testes rápidos para detecção do coronavírus e medicamentos para combatê-lo, num total de 37.087 comprimidos, entre azitromicina (4.560), ivermectina (3.648) e dipirona (28.879), também distribuído em gotas, com 709 frascos. 

Entre 2020 e 2021, o Governo do Estado repassou R$ 21,46 milhões aos cofres municipais em ICMS, IPVA e Fethab; R$ 705,6 mil em assistência social e transporte escolar entre 2019 e 2020; e R$ 813,46 mil em fundos de saúde entre 2019, 2020 e 2021.

Economia

Segundo o IBGE, em 2018, administração pública, com R$ 61,018 milhões, e serviços (R$ 49,611 milhões) responderam por 71,4% do Produto Interno Bruto (PIB) Municipal, avaliado em R$ 154,943 milhões.  Agropecuária (R$ 23,12milhões) e impostos (R$ 13,749 milhões) fecharam a soma. O PIB per capita no período era de R$ 15.526,95.

Leia Também:  Escola de Saúde Pública capacita agentes comunitários no enfrentamento à Covid-19

No mesmo ano, 183 empresas ou organizações sediadas em Apiacás pagaram R$ 27,129 milhões, entre salários e outras remunerações, a 932 pessoas (10,8% da população), das quais 932 assalariados. Média mensal de 2,2 salários-mínimos.

O município conta com um rebanho bovino com 283,5 mil  cabeças, das 900 vacas ordenhadas, com 1,015 milhão de litros de leite e com um rebanho galináceo com  13,2mil cabeças, das quais 7 mil galinhas, com 78 mil dúzias de ovos, além de três mil suínos, três mil equinos e 537 caprinos. Na agricultura, produz banana, café, laranja, limão, abacaxi, mandioca, melancia e tomate.   

Além de abacaxi, Apiacás produz banana, café, laranja, limão, mandioca, melancia e tomate.    Secom –MT

História

O nome é uma referência ao Rio e à Serra dos Apiacás, que homenageiam o povo indígena Apiaká. No final do século XIX (1891) foi criada uma agência de arrecadação fiscal no território do atual município.

A colonização efetiva ocorreu nos anos de 1980, com Ariosto da Riva, fundador de Alta Floresta, do qual Apiacás este subordinado quando ainda era distrito. Foi elevado a município em 06 de julho de 1988, embora comemore seu aniversário três dias antes.  

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

É bem Mato Grosso

Nininho destaca a importância da retomada dos trabalhos do Incra em Rondonópolis

Publicados

em


Foto: Renato Cordeiro / Assessoria de Gabinete

Na tarde de quinta-feira (20), o deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, participou da cerimônia de reativação do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) – Unidade Avançada Sul de Mato Grosso, acompanhado da superintendente regional substituta, Marina Reis Souza. O parlamentar acompanha as dificuldades das famílias que precisam se dirigir até Cuiabá, desde 2020, quando os atendimentos foram transferidos para a capital. Ele destacou a importância do retorno dos atendimentos na região.

“Os processos precisam andar, são famílias que esperam há mais de 30 anos pelos títulos definitivos, e precisamos dar o direito a essas famílias de terem não apenas seus documentos, mas também o direito de desenvolver e prosperar em suas propriedades. Tenho certeza que esta unidade será fundamental para agilidade dos processos”, pontuou Nininho.

O deputado agradeceu os esforços de todos que contribuíram para a retomada dos atendimentos e agradeceu os servidores da região. “O superintendente do Incra, coronel Cunha, tem feito gestão e concentrado esforços para agilizar a regularização fundiária em todo o estado. Quero aproveitar e agradecer os servidores Flávio Simões, chefe da unidade de Rondonópolis e ao Robson Fonzar, que pessoas capacitadas para a missão que temos aqui”, lembrou Nininho.

Leia Também:  Escola de Saúde Pública capacita agentes comunitários no enfrentamento à Covid-19

De acordo com o Incra, além de Rondonópolis outros 16 municípios serão atendidos na unidade: Alto Garças, Alto Araguaia, Alto Taquari, Araguainha, Campo Verde, Dom Aquino, Guiratinga, Itiquira, Jaciara, Juscimeira, Pedra Preta, Poxoréu, Primavera do Leste, São José do Povo, São Pedro da Cipa e Tesouro.

Também participaram da cerimônia de reativação da unidade, o deputado estadual Gilberto Cattani; os vereadores Roni Cardoso, Marisvaldo Gonçalves, Ozeias Reis, Kaza Grande, Dico e Dr. Jonas Rodrigues;  o diretor da Sema Ailnton Fonseca; os servidores do Incra Flávio Simões e Robson Fonzar; o presidente do Comitê de reabertura do Incra, Nelsivon e lideranças dos 17 municípios da região Sul.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA