(65) 99638-6107

CUIABÁ

É bem Mato Grosso

A partir de janeiro, ICMS da energia elétrica será de 17% em Mato Grosso; conta de luz pode ficar até 12% mais barata

Publicados

É bem Mato Grosso

 

A cobrança da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da energia elétrica deixa de ser 25% e 27% e passa a ser de 17% em Mato Grosso, a partir de janeiro de 2022. A Lei 708/2021, do maior pacote de redução de impostos do país foi sancionada pelo governador Mauro Mendes, nesta terça-feira (07.12).

O impacto dessa redução poderá significar contas de luz até 12% mais baratas. Isso porque, a carga tributária do imposto, será de R$ 36,50 no consumo de 400 kWh e de até R$ 117 no consumo de 1000 kWh. Um corte de 39% e 45% no ICMS, respectivamente.

O presidente do Sindicato da Construção, Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica e Gás no Estado de Mato Grosso (Sindenergia), Tiago Vianna de Arruda, afirmou que o pacote de redução de impostos sancionado pelo governador Mauro Mendes vai trazer justiça econômica para a sociedade.

A avaliação de Vianna passa pelo impacto que a medida irá produzir no setor da energia elétrica. No total, com a lei, o Governo de Mato Grosso deve deixar de arrecadar cerca de R$ 1,2 bilhão por ano, valor que permanece no bolso dos contribuintes, aliviando o orçamento doméstico de milhares de pessoas e também de empresas.

Leia Também:  ADVOGADO RENATO GOMES NERY: Como todos os nossos políticos não resistem ao culto de suas personalidades, o atual presidente que era contra este culto indigesto, parece que se rendeu aos áulicos e já estaria autorizando a sua entronização nos altares das repartição públicas federais por este Brasil de meu Deus. Perde-se, nestes tempos bicudos, a oportunidade de economizar uma boa grana

“Essa medida chega em boa hora, no momento em que os brasileiros mais estão precisando, trazendo liquidez tributária para toda a população. E é importante frisar que dos R$ 1,2 bilhão de redução que está previsto, R$ 732 milhões são referentes ao ICMS da energia elétrica. Ou seja, 60% do pacote de redução de impostos do Governo de Mato Grosso está circunscrito à taxa de ICMS sobre a energia. Isso é muito importante porque a energia elétrica é um insumo caro, que está presente na vida de todo mundo – seja na nossa residência, no comércio, na indústria -, então qualquer redução de imposto nesse sentido vai incentivar e tornar a nossa economia mais justa para todo mundo”, avaliou Tiago Vianna.

A redução significativa também vai ser sentida nos setores da comunicação, do gás industrial e dos combustíveis.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

É bem Mato Grosso

Empaer apresenta vitrine tecnológica e homenageia pioneiros durante Dinetec

Publicados

em


Em mais uma edição da Dinetec, na cidade de Canarana (a 823 km de Cuiabá), a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) foi destaque entre produtores e moradores da região que visitaram a vitrine tecnológica durante os três dias de evento.

A feira foi realizada na semana passada, na Rodovia MT-326, e a Empaer contou com uma área de 805 metros quadrados divididos entre a área do estande e as plantações de algodão, girassol, gergelim, cinco tipos de feijão, chia, mamona, painço, cartamo, amendoim, grão de bico, arroz, crotalaria, três tipos de pastagens, sorgo, milho, pipoca e café.  

Foram apresentadas 26 tipos de culturas diferentes. Na ocasião, ainda foram homenageados os pioneiros responsáveis pela colonização e todo desenvolvimento da cidade ao longo de mais de 49 anos de existência.

No estande, foram realizadas duas palestras, sendo uma sobre crédito rural, junto à cooperativa de crédito Sicredi e o segundo tema referente a empreendedorismo com o empresário e pecuarista Ernando Cardoso. Participaram moradores dos Projetos de Assentamentos Suiá e Guatapará, além de produtores da região.

Para o presidente do Sindicato Rural, Alex Wisch, a Empaer é e sempre foi uma importante parceira na cidade. Ele destaca a referência para o produtor familiar que tem assistência de um técnico desde a melhor tecnologia aplicada até a colheita. “A equipe é excelente e não mede esforço para auxiliar quando solicitada”.  

Leia Também:  POVOS DA FLORESTA: Povo Karipuna processa União, Funai e estado de Rondônia por invasões e devastação da terra indígena

Alex é filho de um dos é dos pioneiros homenageado, senhor Ademar Wisch que na época tinha 14 anos quando chegou a Canarana, em 1973. Na época, seu avó, Nataniel Hiller Wisch, trouxe toda família de Tenente Portela, no Rio Grande do Sul, para Mato Grosso. “Sou filho de Canarana e continuo acreditando assim como meu pai e avô que largaram tudo e vieram investir muito trabalho nessa cidade. Eles desbravaram quando aqui não tinha nada. Hoje é uma linda cidade e tem muito a oferecer e, nós fazemos a diferença. A Empaer sempre esteve junto ao longo desses anos acreditando no potencial do homem do campo”.

Outro produtor, Arlan Júnior Pezzini, também filho de um dos homenageados, senhor Jandir Pezzini, agradeceu a homenagem. “Toda família ficou muito feliz com o reconhecimento. Sou grato à parceria e dedicação de toda equipe da Empaer na cidade. Minha família está em Canarana desde 1972 junto com muitos que acreditaram e não mediram esforços para mantê-la viva na produção e dedicação no trabalho árduo que a lida no campo exige”.

Leia Também:  Que religiosos e políticos esperneiem à vontade, mas cerca de 10% dos homens e das mulheres preferem parceiros do mesmo sexo. A estatística não muda entre pessoas criadas por pai e mãe, dois pais, duas mães, com religião ou sem ela. Tentativas sociais de convencer humanos ou outros animais a mudar de preferência sexual nunca deram muito certo.

A agente administrativa da Empaer, Marina Bier, destaca que todo trabalho foi desenvolvido com muita dedicação junto com os colegas  Gildomar Avrella e Ataíde Garcia. “A Vitrine Tecnológica exige técnica e cuidado desde a correção do solo até o plantio para estar pronta durante a feira e tudo foi de acordo com o planejado. Um sucesso”.

Marina ressalta que promover o  1º Café com os Pioneiros foi uma oportunidade de trocar expediências, apresentar novidades tecnológicas e interagir com os desbravadores, produtores e visitantes. “Uma das culturas apresentada aos pioneiros foi o café para mostrar que o sacrifício valeu a pena. Ficamos satisfeitos com o resultado e vamos manter o nosso trabalho que é assistir o produtor no que precisar, seja qual for a sua necessidade estaremos sempre à disposição”.

Dinetec

É um evento que aumenta a diversidade de culturas e fortalece a classe produtora, fomentando o desenvolvimento agrícola e aquece a economia da região. Na sua oitava edição, a feira é palco das maiores inovações e o que há de mais tecnológico no mercado e promovido pela empresa Meta Consultoria Agrícola, com apoio do Sindicato Rural de Canarana e Prefeitura Municipal. 

Foto: Empaer

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA