DISPUTA DE TERRAS EM LIVRAMENTO: Antônio Joaquim segue cometendo novos danos ambientais, diz promotora Maria Fernanda

Maria Fernanda Corrêa da Costa, promotora, com Antonio Joaquim e Nancy Andrighi, no destaque

A ação da Policia Civil e do Ministério Público Estadual ainda não foi suficiente para constranger o conselheiro Antonio Joaquim, atual presidente do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso, a parar com os crimes ambientais que vem cometendo na região da Serra das Araras, no municipio de Livramento.

É o que deixou evidente a promotora de Justiça Maria Fernanda Corrêa da Costa em ofício encaminhado à ministra do Superior Tribunal de Justiça, Nancy Andrighi, que cobrou do Ministério Público de Mato Grosso a apuração dos possíveis crimes ambientais que tem sido atribuidos ao presidente do TCE em meio à rumorosa disputa judicial que ele, como proprietário da fazenda Rancho T trava com o médico Alonso Alves Filho, proprietário da Fazenda Bocaina, em Livramento.

A promotora Maria Fernanda, em seu relatório à ministra, escreveu textualmente: “Não se logrou exito, até o momento, em se obter do sr. Antonio Joaquim Moraes Neto a cessação e a reparação do dano ambiental. Outrossim, encaminho-lhe cópia das atuais peças demonstrando novos danos ambientais na mesma área”.

A manifestação da promotora do Meio Ambiente de Várzea Grande, e que já atuou na Secretaria do Meio Ambiente do Estado de Mato Grosso juntamente com a sua colega Ana Peterlini, é uma resposa a iniciativa da ministra Nancy Andrighi, do Superior Tribunal de Justiça, que, acolhendo pedido da Vice Procuradora da Republica, Dra. Ela Wiecko Volkmer de Castilho, nos autos da Sindicância 546, determinou à Policia Federal e ao Ministério Público de Varzea Grande a apuração da prática de possiveis crimes imputados ao conselheiro Antonio Joaquim. Com sua manifestação, a promotora respalda tudo que foi apurado e registrado pelo delegado Gianmarco Paccola Capoani, da Delegacia Especializada do Meio Ambiente.

A Vice Procuradora Wiecko solicitou informações atualizadas sobre o Inquérito Civil 012766, que tramita em Mato Grosso, a fim de que seja esclarecido se houve a cessação ou a reparação de dano ambiental e mais:

d) a expedição de ofício à Superintendência Regional da Polícia Federal no Mato Grosso, com cópia da presente Sindicância, para que promova a oitiva do i) delegado sindicado e dos policiais que teriam testemunhado a suposta prática do crime de ameaça; ii) do segundo requerente, para que esclareça sobre o recebimento de colete a prova de balas;

e iii) do primeiro sindicado, para que se manifeste sobre os fatos relacionados à prática de ameaça e de crime ambiental.

Já a Ministra Nancy Andrigi despachou que “Forte nessas razões, acolho a promoção ministerial, DEFIRO os pedidos de realização de diligências formulados pelo MPF (e-STJ, fls. 148-149).

A Sindicância contra o conselheiro Antonio Joaquim foi aberta após denuncia formulada pelo édico Alonso Alves Filho e por seu pai idoso Alonso Alves Pereira.

No destaque, você confere o inteiro teor do relatório encaminhado à ministra Nancy Andrighi pela promotora Maria Fernanda Corrêa da Costa.

Promotora Maria Fernanda: Antonio Joaquim Segue Cometendo Danos Ambientes Em Livramento by Enock Cavalcanti on Scribd

ENTENDA O CASO:
http://www.rdnews.com.br/judiciario/conselheiro-chama-medico-de-tolo-maluco-e-denuncia-ameaca/39662

 

http://circuitomt.com.br/editorias/politica/74040-medico-diz-que-conselheiro-do-faz-terror-para-baratear-terras.html

 

http://www.folhamax.com.br/politica/conselheiro-do-tce-pede-medida-protetiva-para-afastar-medico-por-500-metros-em-mt/59387

 

http://www.reportermt.com.br/judiciario/conselheiro-se-diz-vitima-de-farsa-e-abre-inquerito-policial-contra-medico/48770

 

http://www.hipernoticias.com.br/justica/vizinhos-de-fazenda-medico-e-conselheiro-brigam-na-justica/23846

 

http://www.pontonacurva.com.br/civel/juiza-extingue-acao-interposta-por-medico-contra-presidente-do-tce-por-ilegitimidade/221

http://www.gpsnoticias.com.br/2015/10/02/advogado-diz-que-vai-acionar-medico-por-formacao-de-quadrilha/

 

 

 

 

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

cinco × 2 =