(65) 99638-6107

CUIABÁ

Dinheiro na mão é vendaval

Veja quais são as maiores empresas do setor de saúde listadas na B3

Publicados

Dinheiro na mão é vendaval


source
Veja quais são as maiores empresas do setor de saúde listadas na Bolsa de Valores
Sophia Bernardes

Veja quais são as maiores empresas do setor de saúde listadas na Bolsa de Valores

O setor de saúde no Brasil , composto por diversas varejistas, gestoras de planos e farmacêuticas, ganhou uma grande representatividade na Bolsa de Valores brasileira (B3) no último ano.

Isso porque houve uma série de ofertas públicas iniciais (IPO) deste setor entre 2020 e 2021, como a abertura de capital da Rede D´Or. Em razão da redução da taxa de juros e o reforço na demanda de serviços, essas empresas foram incentivadas a buscar mais capital .

Além disso, outro fator relevante para a valorização do setor de saúde foi a pandemia da Covid-19. Desse modo, há uma grande expectativa no mercado de que essas companhias se consolidem cada vez mais.

Descubra quais são as maiores empresas do setor da saúde negociadas na Bolsa de Valores:

1 – Notre Dame Intermédica (GNDI3)

Em primeiro lugar, se encontra o Notre Dame Intermédica, considerado um dos maiores grupos nacionais do setor de saúde, o qual também integra um percentual de 1,568% do Ibovespa.

2 – Hypera Pharma (HYPE3)

A Hypera Pharma é líder no segmento farmacêutico da Bolsa de Valores que tem como foco o mercado de varejo. Nos últimos anos, a empresa tem atuado acima da média, com bons resultados na B3.

3 – Qualicorp (QUAL3)

Para fechar o ranking, surge a Qualicorp, que opera no segmento de planos de saúde coletivos por adesão. Isto é, integra grupos a parte da área de atuação ou profissão de forma conjunta.

Saiba mais sobre as empresas em 1Bilhão , parceiro do iG.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Entre Guedes e Michelle, Bolsonaro escolhe primeira-dama; entenda
Propaganda

Dinheiro na mão é vendaval

Oi recebe aprovação do Cade para venda da InfraCo; veja os próximos passos

Publicados

em


source
Oi finalmente recebe aprovação para a venda da InfraCo; veja quais são os próximos passos

A Oi (OIBR3 e OIBR4) notificou a aprovação, sem restrições, do Cade (Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa da Concorrência) referente a operação de alienação parcial da UPI InfraCo.

De acordo com o comunicado, a começar desta segunda-feira (18), a decisão será definitiva em 15 dias corridos se não houver recurso de terceiros.

Além disso, foi informado que o fim da operação está sujeito à aprovação prévia da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Assim como, ao cumprimento de condições precedentes.

Leia Também

Venda da InfraCo

No início de outubro, a venda da unidade de fibra ótica da Oi aos fundos do BTG Pactual e da Globenet Cabos Submarinos foi concluída, somando um valor de R$ 12,9 bilhões.

Sendo assim, o contrato da primeira parcela está previsto para R$ 3,3 bilhões, e a segunda, R$ 6,5 bilhões. As parcelas finais somam R$ 1,6 bilhão, juntamente com um aporte de R$ 1,5 bilhão.

Em seguida, os investidores receberão ações representativas de 57,9% do capital social votante e o total da InfraCo, que pertence à Oi e as suas afiliadas.

Saiba mais em 1Bilhão , parceiro do iG.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Mourão minimiza manifesto e diz que Febraban e Fiesp são pilares da civilização
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA