(65) 99638-6107

CUIABÁ

Dinheiro na mão é vendaval

Taurus (TASA3) reporta lucro líquido de R$279,5 mi no 4º tri, crescimento de 12x

Publicados

Dinheiro na mão é vendaval


source
Taurus (TASA3) reporta lucro líquido de R$279,5 mi no 4º tri, crescimento de 12x
Redação 1Bilhão Educação Financeira

Taurus (TASA3) reporta lucro líquido de R$279,5 mi no 4º tri, crescimento de 12x

A Taurus (TASA3) reportou lucro líquido de R$ 279,5 milhões no quarto trimestre de 2020, um crescimento de 12 vezes ante os R$ 22,1 milhões obtidos em igual período ano anterior, conforme relatório encaminhado ao mercado .

De acordo com o documento, a receita operacional líquida dobrou no 4º trimestre de 2020 em relação a igual período de 2019, para R$ 560,3 milhões.

O lucro antes de juros impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ficou em R$ 156 milhões no último trimestre do ano passado, ante R$ 13,2 milhões no mesmo período de 2019.

No ano de 2020 como um todo, o lucro líquido da companhia ficou em R$ 263,6 milhões, 507% acima do de 2019; a receita operacional líquida aumentou 77,4%, para R$ 1,773 bilhão, e o Ebitda somou R$ 461,5 milhões, crescimento de 260% sobre 2019.

BTG reduz participação na Taurus

Taurus

A companhia irá lançar nos EUA dois novos modelos de pistolas, o G3 T.O.R.O (Taurus Optic Ready Option) e G3C.

Leia Também:  Lira promete avançar com reforma administrativa 'nos próximos dias'

As novas pistolas, segundo um comunicado enviado à imprensa, possuem a opção de mira óptica Red Dot, a qual é uma crescente tendência entre os atiradores.

Você viu?

As duas novas armas de fogo são semelhantes aos modelos anteriores das pistolas G3 e G3C, a diferença para a versão T.O.R.O. é a configuração do ferrolho.

“A série T.O.R.O apresenta um design de ferrolho especial de fábrica para que os consumidores possam adicionar imediatamente miras Red Dots a sua escolha”, afirma a companhia.

No Brasil, os novos revólveres esperam a homologação de seu órgão regulador para serem vendidos. Segundo a Taurus, esse processo pode demorar anos.

Veja TASA4 na Bolsa :

alt
  • Só clique aqui se já for investidor

O post Taurus (TASA3) reporta lucro líquido de R$279,5 mi no 4º tri, crescimento de 12x apareceu primeiro em 1 Bilhão Educação Financeira .

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Dinheiro na mão é vendaval

Tom agressivo de Bolsonaro afasta investimento da China

Publicados

em


source
Comentários agressivos sobre a China têm impactos negativos em negócios dos dois países
Redação 1Bilhão Educação Financeira

Comentários agressivos sobre a China têm impactos negativos em negócios dos dois países

As falas agressivas de Bolsonaro contra a China têm provocado um afastameto dos investimentos do maior parceiro comercial do país: a China. Um dos impactos mais importantes para o cenário de combate à pandemia é o envio de insumos para a fabricação de vacinas contra a Covid-19. 

Além disso, novos investimentos em setores de energia, transporte e tecnologia também podem ser afetados pelas falas do presidente. Reuniões já foram canceladas em câmaras de comércio, que é a instância de parceria comercial entre os dois países, após acusações de que o país asiático estaria tirando proveito da pandemia para alavancar a própria economia. 

Ao Uol , o presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China (CCIBC) , Charles Tang , disse que as transações dependem de órgãos reguladores e de financiamento. Acrescentou que, a cada cometário de Bolsonaro sobre os chineses, surge uma insegurança sobre os negócios. 

Leia Também:  Bolsonaro e ministros vão a pé entregar proposta de privatização dos Correios

“Se tem negócio suspenso por causa das posições do governo sobre a China? Vou responder dando um exemplo. O mundo inteiro está correndo para ajudar a Índia. A China mandou milhões de vacinas para a Índia. A China não está correndo para ajudar o Brasil. Por que ajudou a Índia e não o Brasil?”, indagou, em entrevista ao Uol.

A China é o maior parceiro comercial do Brasil, que, em 2020, fechou com saldo positivo de US$ 35,4 bilhões em exportações para o país da Ásia. Registrou redução nos gastos com importação, sendo 2,7% a menos (US$ 34,6 bilhões), e aumento nas exportações de 7,3% (US$ 70,08) bilhões, saldo maior que as vendas para os EUA.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA