(65) 99638-6107

CUIABÁ

Dinheiro na mão é vendaval

Maranhense fatura mais de R$ 25 mi ao ganhar duas vezes na loteria em três meses

Publicados

Dinheiro na mão é vendaval


source
Edésio venceu na loteria duas vezes em menos de três meses
Reprodução: iG Minas Gerais

Edésio venceu na loteria duas vezes em menos de três meses

Se pelos quatro cantos do país há brasileiros pedindo sorte na vida, o maranhense Edésio Nascimento, disso, não pode reclamar. O cantor passou a ser conhecido como “Milionário do Brega”, após vencer duas vezes nas loterias federais em menos de três meses.

Em junho, o felizardo garantiu R$ 25 milhões na Quina de São João. O valor veio depois que Nascimento fez um bolão com amigos e acertou todas as dezenas do sorteio.

Mais dinheiro na conta

Quem acredita naquele ditado que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar, está enganado. No caso de Edésio, nem precisou do raio, o dinheiro caiu no mesmo lugar.

No último dia 11 de setembro, o cantor participou de um bolão com outras 50 pessoas e faturou mais R$ 55,8 mil. Ao todo o grupo recebeu R$ 2,8 milhões.

Leia Também:  Prova de vida do INSS é retomada e idoso vai de maca fazer validação

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Dinheiro na mão é vendaval

PEC para reduzir preço dos combustíveis adianta? Entenda a proposta

Publicados

em


source
Jair Bolsonaro
O Antagonista

Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta quinta-feira (20) que negocia a apresentação de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) para permitir a redução a zero da incidência de tributos federais sobre combustíveis. O texto ainda não foi disponibilizado, mas os alvos da redução seriam a contribuição do Programa de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PIS/Pasep) e a Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins).

O impacto, porém, seria limitado. Dados da Petrobras mostram que, considerando um preço final de R$ 6,63, o registrado na última semana de 2021, esses tributos somam um valor fixo de R$ 0,69, ou pouco mais de 10% desse exemplo.

A questão é que o preço do combustível é impactado por outros fatores, como a cobrança do ICMS, que é um imposto estadual, e  será descongelado em fevereiro após 90 dias sem aumento. O estopim para a decisão de descongelar o valor do ICMS foi o novo anúncio de aumento do preço da gasolina e do diesel feito pela Petrobras na semana passada.

Leia Também:  Touro de Ouro não resolve e Ibovespa é pior Bolsa do mundo em 2021

Além disso, incidem as margens do segmento de distribuição e revenda, da Petrobras e a adição de etanol aos combustíveis.

Com isso, a solução encontrada por técnicos do governo que trabalham na elaboração da PEC defendem a criação de um fundo de compensação a ser usado para reduzir o preço dos combustíveis quando houver aumento de preço tanto do barril de petróleo quanto do dólar.

Fontes do jornal O GLOBO dizem que esse fundo teria como fonte de recursos os dividendos pagos pela Petrobras à União, ou seja, parte do lucro da empresa seria revertido em subsídio ao combustível. Só no ano passado, a estatal pagou R$ 63,4 bilhões em dividendos e juros sobre capital próprio, mas só uma parte disso ficou com a União.

Leia Também

O Ministério da Economia é contra a proposta e defende a privatização da empresa. A venda da estatal em ano eleitoral é tida como quase impossível por ministros do governo. 

O tema é um dos principais alvos do presidente Jair Bolsonaro para tentar a reeleição neste ano. O combustível deve continuar sendo uma pedra no sapato do mandatário, já que o banco Goldman Sachs prevê que o Brent vai chegar a US$ 100 no terceiro trimestre de 2022. Na prática, isso significa aumento do preço dos combustíveis ao longo deste ano.

Em 2018, após a greve de caminhoneiros, o então governo de Michel Temer zerou impostos federais sobre o diesel , mas por meio de decreto e com compensação orçamentária correspondente por meio do aumento de outros impostos. Entre março e abril do ano passado, o governo Bolsonaro suspendeu a cobrança de impostos sobre o diesel, decisão que foi compensada com a elevação da carga tributária em outros setores.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA