(65) 99638-6107

CUIABÁ

Dinheiro na mão é vendaval

Linx (LINX3) recebe parecer técnico positivo para fusão com Stone

Publicados

Dinheiro na mão é vendaval


source
Linx (LINX3) recebe parecer técnico positivo para fusão com Stone
Redação 1Bilhão Educação Financeira

Linx (LINX3) recebe parecer técnico positivo para fusão com Stone

Linx (LINX3) recebe parecer técnico positivo para fusão com Stone

O parecer técnico da Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) recomendou a aprovação sem restrições do acordo de fusão da Linx (LINX3) com a Stone (NASDAQ:STNE), informaram as companhias na quarta-feira (7).

Segundo a Linx, a companhia manterá os acionistas e o mercado em geral informados acerca do andamento do referido processo e da decisão final que vier a ser proferida pelo Tribunal Administrativo do Cade.

Até lá, aponta o comunicado, as companhias continuarão operando de forma independente.

Linx (LINX3) recebe parecer técnico positivo para fusão com Stone

Linx

A Linx anunciou que seu produto TEF Linx já recebeu integração para operar pagamentos via Pix.

A companhia elencou dados do Banco Central (BC) que mostram que até o dia 14 de janeiro, 56 milhões de pessoas cadastraram ao menos uma chave Pix. A novidade já alcançou mais de ¼ da população brasileira em menos de três meses.

No total, foram realizadas mais de 237 milhões de operações com o novo sistema, movimentando mais de R$ 203 bilhões no período. No entanto, a maior parte dessas transações ocorrem em transferências entre pessoas físicas.

Leia Também:  Mega-Sena acumula e vai pagar R$ 7,5 milhões; veja números

Você viu?

O TEF Linx foi desenvolvido pela Linx Pay Hub e funciona a partir do sistema de Transferência Eletrônica De Fundos (TEF). A tecnologia do TEF realiza todo o processo de pagamento, integrando o sistema de vendas dos varejistas com as principais empresas adquirentes e carteiras digitais responsáveis pela autorização do pagamento.

“Por estar totalmente integrado ao sistema de ponto de venda do varejista, o pagamento com o Pix via TEF será contabilizado como qualquer outro. O comprovante é emitido assim que a compra for confirmada, em no máximo 10 segundos, e o varejista terá a visualização completa dos seus recebíveis no final do dia, da semana ou do mês”, comenta Denis Piovezan, VP da Linx Pay Hub.

Na prática

Na prática, o cliente ganha o tradicional canhoto de recibo e o varejista garante que o pagamento aconteceu no sistema, coletando informações sobre a conta bancária em que o valor entrou, taxas aplicadas à transação, montante recebido via Pix em um determinado período e estratégias de ofertas para a modalidade.

Piovezan explica que o pagamento instantâneo será feito a partir de um QR Code, gerado no momento da compra, que estará disponível na tela do sistema de venda ou na loja com o sistema TEF Linx integrado ao Pix e/ou QR Linx. Neste momento, bastará ao cliente utilizar seu internet banking ou sua carteira digital preferida em um dispositivo móvel, como um smartphone, para ler o código e realizar o pagamento.

Leia Também:  Bolsonaro critica aumento do gás natural: ‘Inadmissível’

Veja LINX3 na Bolsa :

alt

  • Só clique aqui se já for investidor

O post Linx (LINX3) recebe parecer técnico positivo para fusão com Stone apareceu primeiro em 1 Bilhão Educação Financeira .

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Dinheiro na mão é vendaval

SP: entregadores de app fazem manifestação por condições de trabalho melhores

Publicados

em


source
Entregadores de apps como Rappi, iFood, Uber Eats e Loggi reivindicam taxas de entrega mais justas
Reprodução/Twitter/@jairomalta

Entregadores de apps como Rappi, iFood, Uber Eats e Loggi reivindicam taxas de entrega mais justas


Mais de 3000 entregadores de aplicativos como Rappi, Uber Eats, Loggi e iFood se reuniram nesta sexta-feira (16) em uma manifestação contra as taxas de comercialização cobradas pelas empresas e pediram vacinação para os trabalhadores das ruas. A concentração foi às 13h, em frente ao estádio do Pacaembu, na zona oeste da cidade de São Paulo.

O protesto foi organizado em grupos de whatsapp e exige uma taxa mínima por pedido (a sugestão é de R$ 10 até 5 km), R$ 2 por quilômetro adicional, transparência nos cálculos, fim dos chamados bloqueios indevidos e de programas como o “Rappi Turbo”, de entregas mais ágeis.

Leia também

Leia Também:  PPI recomenda inclusão de Correios e EBC no Programa Nacional de Desestatização

No início do ano, a Amobitec, associação que reúne iFood, Uber Eats e Zé Delivery, enviou um requerimento ao Centro de Contingência do Coronavírus de SP que pedia a inclusão da categoria na vacinação prioritária.

Em março, a Uber enviou uma carta para o Ministério da Saúde pedindo que seus  motoristas e entregadores tenham prioridade na fila da vacina e sejam imunizados junto aos demais trabalhadores do setor de transportes.

As primeiras manifestações de motoboys aconteceram ainda no começo da pandemia, no segundo trimestre de 2020. O enclausuramento evidenciou a importância dos trabalhores de entregas e transportes, que se reuniram nos primeiros atos para chamar a atenção sobre suas condições de trabalho. 

Um estudo do Ministério Público do Trabalho e de pesquisadores trabalhistas de universidades federais, divulgado na época, mostrava que 59% dos motoristas passaram a ganhar menos com as plataformas durante a pandemia. De quase 300 motoboys ouvidos, 52% disseram que aumentaram a jornada e tiveram queda nos ganhos.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CATEGORIA

CATEGORIA

CATEGORIA

CATEGORIA

MAIS LIDAS DA SEMANA