(65) 99638-6107

CUIABÁ

Dinheiro na mão é vendaval

Instituto Êxito de Empreendedorismo cria Câmara de Diversidade e Inclusão

Publicados

Dinheiro na mão é vendaval


source

Brasil Econômico

Instituto Êxito de Empreendedorismo criou Câmara de Diversidade e Inclusão
Divulgação

Instituto Êxito de Empreendedorismo criou Câmara de Diversidade e Inclusão

Capacitar e criar oportunidades de negócio para empreendedores negros , indígenas , LGBTQIA+ e pessoas com deficiência (PCD) , além de tornar seu ambiente interno e externo ainda mais diverso e inclusivo, contribuindo com o desenvolvimento social entre os sócios, parceiros e alunos. É com esse objetivo que foi criada a Câmara de Diversidade e Inclusão do Instituto Êxito de Empreendedorismo . O grupo vai trabalhar em projetos e iniciativas de valorização de populações minorizadas com vistas a tecer uma rede de incentivo ao desenvolvimento da mentalidade empreendedora e da inclusão no ecossistema.

“Desde a nossa fundação, sonhamos com o momento da implementação da Câmara de Diversidade e Inclusão no Instituto. Essa era uma das nossas prioridades, afinal, sabemos de todos os desafios existentes que finalmente está se concretizando”, relata o presidente do Instituto Êxito de Empreendedorismo, Janguiê Diniz .

Janguiê Diniz, presidente do Instituto Êxito de Empreendedorismo
Divulgação

Janguiê Diniz, presidente do Instituto Êxito de Empreendedorismo

“A pluralidade no meio corporativo tem um grande potencial para promover soluções mais criativas, eficientes e lucrativas para as empresas, além de proporcionar maior responsabilidade para o desenvolvimento social que transcende os limites da companhia”, complementa.

O Brasil é um país que possui uma das maiores taxas de desigualdade social, racial e de gênero no mundo – segundo relatório do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD, 2019) – , enquanto, ao mesmo tempo, é um dos países mais diversos. Para a sócia regimental do Instituto Êxito de Empreendedorismo e coordenadora da Câmara de Diversidade e Inclusão, Nayara Mora, esse é um momento histórico e importante para virar esse jogo.

Leia Também:  Auxílio emergencial: Caixa libera novos saques nesta sexta-feira; confira

Você viu?

Nayara Mora, coordenadora da Câmara de Diversidade e Inclusão do Instituto Êxito de Empreendedorismo
Divulgação

Nayara Mora, coordenadora da Câmara de Diversidade e Inclusão do Instituto Êxito de Empreendedorismo

“Ter esse espaço é abrir as portas para a capacitação gratuita e gerar oportunidades de negócios entre empreendedores e investidores de diversas etnias, raças, crenças, gêneros. É também se tornar um espaço ainda mais acolhedor e inclusivo , para que as pessoas se sintam seguras em ser quem elas são”, pontua. “Vamos criar um ambiente de oportunidades dentro do Instituto Êxito de Empreendedorismo para pessoas que encontraram no empreendedorismo uma forma de sobreviver e conectar os empreendedores com possíveis investidores, além de capacitá-los por meio dos cursos gratuitos na plataforma do Instituto”, finaliza.

Em seu primeiro ano, a Câmara possui uma meta ambiciosa e vai criar rodadas de negócios, presenciais ou virtuais, entre os sócios do Instituto Êxito de Empreendedorismo e empreendedores LGBTQIA+, negros, PCD e indígenas, para promover negociação com empresas estratégicas para o negócio. Além disso, eles também terão espaço no seminário Facing the Giants, promovido pelo Instituto Êxito de Empreendedorismo, a fim de proporcionar networking e troca de informações e conhecimento.

Leia Também:  Crise hídrica: fenômeno climático pode manter 'sufoco' nos reservatórios em 2022

Para saber como participar da Câmara de Diversidade e Inclusão e de todos os projetos do Instituto Êxito de Empreendedorismo, basta acessar o site  www.institutoexito.com.br ou acompanhar os perfis oficias da instituição nas redes sociais por meio do Instagram (@exito.instituto), Facebook (www.facebook.com/Institutoexitodeempreendedorismo),Twitter (@exito_oficial), LinkedIn (www.linkedin.com/company/institutoexitodeempreendedorismo) e YouTube (www.youtube.com/institutoexitodeempreendedorismo).

Sobre o Instituto Êxito de Empreendedorismo

O Instituto Êxito de Empreendedorismo é o resultado de um sonho que envolve empreendedores visionários dos mais variados segmentos do Brasil. Hoje, já conta mais com mais de 450 sócios que compactuam de um mesmo propósito: fazer do empreendedorismo a turbina para impulsionar vidas e histórias.

O Êxito tem a filosofia de que, independente da classe social e econômica, qualquer pessoa pode transformar suas ideias em ações que mudem e melhorem a realidade e a comunidade na qual vive. Por isso, nasceu com o objetivo de estimular o dom empreendedor dos jovens, especialmente os de escolas públicas, onde há muitos talentos escondidos e boas ideias a serem impulsionadas. Nomeado como uma instituição sem fins lucrativos, seu principal plano de ação está em oferecer uma plataforma de cursos online e gratuitos, além de realizar diversas ações voltadas para o fomento ao empreendedorismo.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Dinheiro na mão é vendaval

Justiça concede aposentadoria por invalidez para mulher vítima de AVC

Publicados

em


source
INSS deverá pagar benefício a partir de abril deste ano
Reprodução: ACidade ON

INSS deverá pagar benefício a partir de abril deste ano

A 2° Vara Federal de Gravataí (RS) decidiu que uma mulher, vítima de Acidente Vascular Cerebral (AVC), deve receber aposentadoria por invalidez. A beneficiária havia aberto a opção para receber o auxílio-doença, mas as sequelas da doença prejudicaram atividades dela.

O juiz Selmar Saraiva considerou a perícia feita pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que apontou limitações físicas e cognitivas para qualquer atividade laboral da vítima. Com isso, seria necessário oferecer a aposentadoria especial.

Com a decisão, o INSS deverá pagar a aposentadoria a partir da data de entrada do processo, ou seja, abril deste ano. O juiz também estipulou o ajuste de 25% no valor das parcelas devido à necessidade da vítima de ajuda de terceiros em atividades diárias.

Leia Também:  Companhias aéreas dão até 1 ano de passagens grátis para vacinados; confira

Os advogados que defenderam à vítima disseram ao Conjur que a decisão de oferecer a aposentadoria por invalidez é rara. Entretanto, eles ressaltaram que o INSS ainda poderá recorrer da decisão junto ao Tribunal Regional Federal (TRF).

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA