(65) 99638-6107

CUIABÁ

Dinheiro na mão é vendaval

INSS faz alerta para novo golpe nos aposentados; veja como se proteger

Publicados

Dinheiro na mão é vendaval


source
INSS faz alerta para novo golpe nos aposentados
Reprodução: iG Minas Gerais

INSS faz alerta para novo golpe nos aposentados

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) estão recebendo ligações para fazer prova de vida on-line. Do outro lado da linha um falsário que diz ser da Central de Atendimento 135 da autarquia e cita todos os dados pessoais do aposentado. Em seguida enviam uma mensagem, por WhatsApp, pedindo que o aposentado ou pensionista envie a foto de um documento para finalizar o processo. O INSS faz o alerta: é golpe!

“Caso recebam esse tipo de ligação, desliguem o telefone e não forneçam nenhuma informação. O INSS não faz contato por telefone para procedimento de prova de vida”, informa a autarquia.

O órgão estima que esse golpe começou a ser aplicado com a ampliação da prova de vida por biometria facial, realizada por meio de aplicativo. Mas, no entanto, algumas revisões que o INSS faz também têm sido usadas por golpistas como chamariz para obter dados pessoais de beneficiários. As abordagens podem ocorrer por carta, e-mail, telefone ou mensagem de celular. Segundo o instituto, em caso de tentativa de golpe, é preciso denunciar o fato pelo site  https//falabr.cgu.gov.br/ ou pela central telefônica 135.

De acordo com o instituto, somente em algumas situações é feito o contato com o segurado. Normalmente são para informar sobre procedimentos, andamento de requerimentos ou realizar reagendamentos. E adverte: “Em nenhum momento solicita qualquer informação, como CPF, nome da mãe ou senhas”, informa.

O segurado pode receber e-mail, SMS, carta ou ligação do INSS, sempre por meio dos canais oficiais de atendimento: Meu INSS, Central de Atendimento 135, ou SMS identificado como 280-41. O instituto explica que somente nos casos em que o segurado entra em contato são solicitados CPF e nome da mãe para confirmação da identidade. Caso tenha caído na lábia de falsários, orienta o INSS, é importante registrar um boletim de ocorrência na delegacia.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Dinheiro na mão é vendaval

Debandada: Ministério da Economia perderá mais dois nomes; saiba quem

Publicados

em


source
Paulo Guedes, ministro da Economia
Washington Costa/ASCOM ME

Paulo Guedes, ministro da Economia

Termina nesta sexta-feira (21) o prazo para a sanção presidencial do Orçamento de 2022. Após a assinatura da LOA (Leia Orçamentária Anual), dois nomes do Ministério da Economia sairão da pasta, informa a colunista do GLOBO Malu Gaspar. Os secretários já entregaram o pedido de exoneração ao ministro Paulo Guedes, são eles: 

O subsecretário de assuntos fiscais da Secretaria de Orçamento Federal, Luiz Guilherme Pinto Henriques, e o subsecretário de gestão orçamentária, Márcio Luiz de Albuquerque Oliveira. A oficialização deve sair no Diário Oficial da União nos próximos dias. 

Os dois participavam ativamente das negociações com parlamentares para definir o Orçamento e diziam estar cansados das “batalhas perdidas” com a ala política. 

Pinto Henriques chefiava o pagamento de precatórios e os gastos com a folha de pagamentos, dois dos itens postos em cheque no Orçamento deste ano. 

Oliveira pilotava a elaboração dos chamados créditos suplementares ou extraordinários, instrumentos que remanejam verbas dentro do Orçamento. No dia 13, o governo federal publicou uma portaria dando  mais poderes à Casa Civil sobre o Orçamento da União. O texto determina que a pasta terá que dar aval para algumas ações de abertura ou remanejamento de despesas.

Leia Também:  Saque pelo Pix estará disponível em novembro, anuncia Banco Central

Leia Também

Henriques está de férias e não volta para a função. Alegou motivos pessoais e vai se licenciar para fazer mestrado. Já Oliveira abdicou do cargo de chefia mas seguirá nos quadros do ministério. Para a primeira vaga, será destinado Fábio Pontes, outro funcionário de carreira da Economia.

A saída deles se soma à de outros três quadros técnicos que deixaram suas funções nesta semana : o secretário de Gestão, Cristiano Heckert; o secretário de Avaliação, Planejamento, Energia e Loteria da Secretaria Especial do Tesouro e Orçamento, Gustavo Souza; e o diretor de programa da Receita Federal, Mauro Bogéa.



COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA