(65) 99638-6107

CUIABÁ

Dinheiro na mão é vendaval

Imposto de Renda: Senado aprova abatimento para quem doar para saúde; saiba mais

Publicados

Dinheiro na mão é vendaval


source

O Senado aprovou nesta terça-feira (23) o Projeto de Lei (PL)  que prorroga a possibilidade de abater do Imposto de Renda ( IR ) as doações feitas aos fundos de assistência a pacientes com câncer e pessoas com deficiência. A matéria segue agora para votação na Câmara. 

O PL 5.307/2020 passou com 70 votos favoráveis e cinco contrários. 

De acordo com o texto, as pessoas físicas poderão deduzir do IR os valores correspondentes às doações feitos diretamente a ações e serviços do Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon) e do Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência (Pronas/PCD) até 2025. No caso das pessoas jurídicas, a dedução poderá ser feita até 2026.

Os dois programas incluem prestação de serviços médico-assistenciais, de formação, treinamento e aperfeiçoamento de recursos humanos e de realização de pesquisas clínicas, epidemiológicas e experimentais.


Como vota, senadora?

O projeto da senadora Mara Gabrilli (PSDB-SP), altera a Lei 12.715, de 2012, que instituiu o Pronon e o Pronas/PCD.

A proposição foi relatada pela senadora Zenaide Maia (Pros-RN), que apresentou voto favorável à sua aprovação, sem alterações no texto original.

Leia Também:  Ninguém acerta os seis números da Mega-Sena e prêmio acumula; confira

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Dinheiro na mão é vendaval

iFood no WhatsApp não é golpe; empresa recomenda cautela

Publicados

em


source
iFood é um dos principais aplicativos para pedir comida e se diferencia por possuir mais formas de pagamento e restaurantes
Divulgação/iFood

iFood é um dos principais aplicativos para pedir comida e se diferencia por possuir mais formas de pagamento e restaurantes


O iFood tem surpreendido alguns usuários com mensagens no WhatsApp em que oferece descontos e promoções exclusivas. O mesmo acontece via e-mail. Alguns clientes desconfiados suspeitam de golpes virtuais ou fraudes, como tem ocorrido com cada vez mais frequência nos últimos meses.

A página institucional da empresa esclarece que as mensagens enviadas por WhatsApp e E-mail são verídicas, mas os únicos remetentes confiáveis são o endereço de email tal e, pelo zap, o telefone tal, que já terá o contato do iFood seguido por uma certificação verde. 

O site ainda reforça que a empresa nunca vai solicitar dados bancários ou de cartões de crédito, e que está comprometida com a  segurança digital e a disseminação de informação confiável. 

Você viu?

Qualquer outro número ou endereço que te mande mensagem dizendo ser o iFood é golpe , alerta a foodtech. 


Privacidade e segurança


O portal iG contactou o iFood para esclarecer o meio de obtenção dos dados dos seus usuários e as medidas de segurança com estas informações, mas recebemos resposta até a publicação desta matéria.

iFood
Brasil Econômico / Ludmilla Pizarro

Se o remetente da mensagem for verdadeiro, o nome da empresa estará ao lado de uma verificação verde, como no print.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Boeing 727 que operava na Sideral voará no Uruguai
Continue lendo

CATEGORIA

CATEGORIA

CATEGORIA

CATEGORIA

MAIS LIDAS DA SEMANA