(65) 99638-6107

CUIABÁ

Dinheiro na mão é vendaval

IBGE suspende concurso para o Censo 2021 por corte de verbas

Publicados

Dinheiro na mão é vendaval


source
Após corte no Orçamento, IBGE alega inviabilidade do Censo 2021
Acervo IBGE

Após corte no Orçamento, IBGE alega inviabilidade do Censo 2021

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística ( IBGE ) anunciou nesta terça feira (6) a suspensão do concurso que prometia mais de 200 mil vagas temporárias de emprego para realização do Censo 2021 . O instituto alega ser inviável a realização da pesquisa, após o corte de verbas promovido pelo Orçamento aprovado pela Câmara dos Deputados

Ficam suspensas as contratações para as 181.898 vagas de recenseador e 22.409 vagas para agente censitário municipal e supervisor. 

O texto do Orçamento reduziu em R$ 71 milhões a verba do IBGE para este ano, porém ainda precisa ser sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro. Enquanto isso, o instituto ainda pensa em remarcar a data do exame. 

“O IBGE informa, ainda, que avaliará com o Cebraspe [organizador do concurso] um novo planejamento para aplicação das provas, a depender de um posicionamento do Ministério da Economia acerca do orçamento do Censo Demográfico”, diz a nota do IBGE. 

Leia Também:  Via, dona das marcas Casas Bahia e Ponto, abre 300 vagas de emprego; confira

No ano passado a pesquisa já havia sido cancelada, mas em função da pandemia. 

Desde maio do ano passado os inscritos podem solicitar a devolução da taxa de inscrição para o exame pela Central de Atendimento do IBGE, no telefone 0800 721 8181.  

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Dinheiro na mão é vendaval

Oi recebe aprovação do Cade para venda da InfraCo; veja os próximos passos

Publicados

em


source
Oi finalmente recebe aprovação para a venda da InfraCo; veja quais são os próximos passos

A Oi (OIBR3 e OIBR4) notificou a aprovação, sem restrições, do Cade (Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa da Concorrência) referente a operação de alienação parcial da UPI InfraCo.

De acordo com o comunicado, a começar desta segunda-feira (18), a decisão será definitiva em 15 dias corridos se não houver recurso de terceiros.

Além disso, foi informado que o fim da operação está sujeito à aprovação prévia da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Assim como, ao cumprimento de condições precedentes.

Leia Também

Venda da InfraCo

No início de outubro, a venda da unidade de fibra ótica da Oi aos fundos do BTG Pactual e da Globenet Cabos Submarinos foi concluída, somando um valor de R$ 12,9 bilhões.

Sendo assim, o contrato da primeira parcela está previsto para R$ 3,3 bilhões, e a segunda, R$ 6,5 bilhões. As parcelas finais somam R$ 1,6 bilhão, juntamente com um aporte de R$ 1,5 bilhão.

Em seguida, os investidores receberão ações representativas de 57,9% do capital social votante e o total da InfraCo, que pertence à Oi e as suas afiliadas.

Saiba mais em 1Bilhão , parceiro do iG.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Governo quer privatizar administração de prisões
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA