(65) 99638-6107

CUIABÁ

Dinheiro na mão é vendaval

Google e Facebook estão perto a fechar acordo para pagr a mídia australiana

Publicados

Dinheiro na mão é vendaval


source

Brasil Econômico

União Europeia também quer cobrar Google e Facebook por notícias
Renato Mota

União Europeia também quer cobrar Google e Facebook por notícias

O Google e o Facebook estão prestes a fechar acordos com a imprensa australiana para remunerá-la por seu conteúdo produzido, disse Josh Frydenberg, secretário do Tesouro do país.

Frydenberg informou, nesta segunda-feira (15), que as negociações com os presidentes-executivos do Facebook, Mark Zuckerberg, e do Google, Sundar Pichai, tiveram progresso na resolução das discordância 

Um projeto do governo australiano prevê que as big-techs, como o Google e o Facebook, financiem as empresas da mídia tradicional. Isso porque as empresas de internet têm alta lucratividade com receitas de publicidade.

Você viu?

Esse código de conduta exige que as big techs negociem com cada veículo de imprensa uma remuneração pelo uso de seu conteúdo. Se não houver acordo, o caso irá para o poder judiciário. Lá, um juiz definirá o preço. 

Ambas empresas ameaçaram suspender sua atividade no país se o projeto fosse aprovado.

O Google e o Facebook alegam que o projeto prejudicaria seu modelo de negócios e o próprio funcionamento da internet.

Leia Também:  Prefeitura de São Paulo antecipa cinco feriados na capital; veja quais

“Acho que estamos muito perto de acordos comerciais muito importantes”, disse o secretário, acrescentando que a lei “vai transformar o cenário da mídia australiana”.

Os principais grupos de imprensa australianos, News Corp e Nine Entertainment, estimaram que essas compensações chegarão a centenas de milhões de dólares anualmente.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Dinheiro na mão é vendaval

Fim de casamento pode tornar Melinda Gates a segunda mulher mais rica do mundo

Publicados

em


source
Após divórcio, Melinda Gates pode se tornar a segunda mulher mais rica do mundo
Matheus Barros

Após divórcio, Melinda Gates pode se tornar a segunda mulher mais rica do mundo

Melinda French Gates apresentou nesta segunda-feira (03) a petição de divórcio de Bill Gates ao tribunal superior de King County em Seattle, nos Estados Unidos. No processo, ela solicita que a fortuna do agora ex-marido e cofundador da Microsoft seja dividida igualmente entre os dois, seguindo as leis do estado de Washington para casais que não possuem acordo pré-nupcial.

A empresária e filantropa, que voltou a adotar o nome de solteira nas redes sociais, poderá receber US$ 73 bilhões (R$ 393 bilhões, na cotação atual) e se tornar a segunda mulher mais rica de todo o mundo , ficando atrás apenas de Françoise Bettencourt Meyers, a proprietária do L’Oreal de 67 anos, cuja fortuna herdada vale cerca de US$ 83 bilhões.

Segundo o índice de bilionários da Bloomberg , Bill Gates é dono de uma fortuna de US$ 146 bilhões (cerca de R$ 786 bilhões), ocupando a posição de quarta pessoa mais rica do mundo.

Leia Também:  Ninguém acerta dezenas e Mega-Sena acumula para R$ 27 milhões

Porém, caso a petição de Melinda se conclua, é possível que a fortuna do empresário caia pela metade.

Você viu?

A história

Melinda e Bill Gates se casaram em 1994 e anunciaram a separação nesta semana, após 27 anos juntos. O casal que teve três filhos e também fundou uma das maiores instituições de filantropia do mundo, a Fundação Bill e Melinda Gates, que busca permitir que todas as pessoas tenham uma vida saudável e produtiva.

O futuro da instituição preocupa diversas pessoas no mundo, pois ainda é incerto se a separação do casal afetará, de alguma forma, os negócios. Formalmente, porém, Bill relatou que ambos seguirão na copresidência da fundação.

Você viu?

Além dos negócios e de toda a fortuna já mencionada, o casal também possui uma série de propriedades e coleções que chegam a valer milhões de dólares.

Leia Também:  Caixa libera saque-aniversário para nascidos em maio; veja as datas

E, de acordo com as leis de Washington, a maioria dos bens adquiridos durante o casamento pertence ao casal e deve ser dividida igualmente após o divórcio.

Melinda e Bill Gates devem ir ao tribunal em abril de 2022 para decidir o futuro da separação de bens.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA