(65) 99638-6107

CUIABÁ

Dinheiro na mão é vendaval

Emirados Árabes podem estar próximos de autorizar voos com MAX

Publicados

Dinheiro na mão é vendaval


source

Contato Radar

Emirados Árabes podem estar próximos de autorizar voos com MAX
Guilherme Dotto

Emirados Árabes podem estar próximos de autorizar voos com MAX

A Autoridade de Aviação Civil Geral (GCAA) dos Emirados Árabes Unidos planeja num futuro próximo recertificar o Boeing 737 MAX, após quase dois anos de proibição.

Com a possível retomada das operações do jato, a Flydubai será a mais beneficiada, podendo voltar 11 Boeing 737 MAX 8 e 3 Boeing 737 MAX 9 à sua malha.

“O comitê técnico da autoridade está atualmente trabalhando na avaliação dos requisitos adicionais mencionados na última versão da diretiva da autoridade emitida pela Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA).”

disse o diretor-geral da GCAA Saif Al Suwaidi

Com a provável recertificação do MAX em março de 2021, o GCAA realizará modificações de segurança, ajustará procedimentos de treinamento de pilotos e a modernização do sistema MCAS.

Esteja informado: clique aqui e leia mais notícias de aviação!

Você viu?

Em 2017, durante o Dubai Airshow, a companhia realizou um pedido de 175 aviões, sendo dos modernos MAX 8, MAX 9 e aproximadamente 50 737 MAX 10, tendo ainda o direito de compra de mais 50 aeronaves adicionais.

“A Flydubai continua a trabalhar em estreita colaboração com seu regulador, a Autoridade Geral de Aviação Civil. A aeronave Boeing 737 MAX da Flydubai não retornará ao cronograma operacional até que receba a aprovação regulatória da GCAA”

disse um porta-voz da Flydubai

Atualmente a Flydubai possui 51 aeronaves em sua frota, sendo 37 Boeing 737-800 e as 14 aeronaves 737 MAX.

Leia Também:  Secretaria de Economia do DF tem leilão com carros a partir de R$ 800

O post Emirados Árabes podem estar próximos de autorizar voos com MAX apareceu primeiro em Contato Radar – Notícias de aviação .

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Dinheiro na mão é vendaval

Fim de casamento pode tornar Melinda Gates a segunda mulher mais rica do mundo

Publicados

em


source
Após divórcio, Melinda Gates pode se tornar a segunda mulher mais rica do mundo
Matheus Barros

Após divórcio, Melinda Gates pode se tornar a segunda mulher mais rica do mundo

Melinda French Gates apresentou nesta segunda-feira (03) a petição de divórcio de Bill Gates ao tribunal superior de King County em Seattle, nos Estados Unidos. No processo, ela solicita que a fortuna do agora ex-marido e cofundador da Microsoft seja dividida igualmente entre os dois, seguindo as leis do estado de Washington para casais que não possuem acordo pré-nupcial.

A empresária e filantropa, que voltou a adotar o nome de solteira nas redes sociais, poderá receber US$ 73 bilhões (R$ 393 bilhões, na cotação atual) e se tornar a segunda mulher mais rica de todo o mundo , ficando atrás apenas de Françoise Bettencourt Meyers, a proprietária do L’Oreal de 67 anos, cuja fortuna herdada vale cerca de US$ 83 bilhões.

Segundo o índice de bilionários da Bloomberg , Bill Gates é dono de uma fortuna de US$ 146 bilhões (cerca de R$ 786 bilhões), ocupando a posição de quarta pessoa mais rica do mundo.

Leia Também:  8 melhores apps para ficar com as contas no azul e fazer seu dinheiro render

Porém, caso a petição de Melinda se conclua, é possível que a fortuna do empresário caia pela metade.

Você viu?

A história

Melinda e Bill Gates se casaram em 1994 e anunciaram a separação nesta semana, após 27 anos juntos. O casal que teve três filhos e também fundou uma das maiores instituições de filantropia do mundo, a Fundação Bill e Melinda Gates, que busca permitir que todas as pessoas tenham uma vida saudável e produtiva.

O futuro da instituição preocupa diversas pessoas no mundo, pois ainda é incerto se a separação do casal afetará, de alguma forma, os negócios. Formalmente, porém, Bill relatou que ambos seguirão na copresidência da fundação.

Você viu?

Além dos negócios e de toda a fortuna já mencionada, o casal também possui uma série de propriedades e coleções que chegam a valer milhões de dólares.

Leia Também:  Como escolher a faculdade durante o vestibular?

E, de acordo com as leis de Washington, a maioria dos bens adquiridos durante o casamento pertence ao casal e deve ser dividida igualmente após o divórcio.

Melinda e Bill Gates devem ir ao tribunal em abril de 2022 para decidir o futuro da separação de bens.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA