(65) 99638-6107

CUIABÁ

Dinheiro na mão é vendaval

Eletrobras (ELET6): ministro quer privatização via capitalização

Publicados

Dinheiro na mão é vendaval


source
Eletrobras (ELET6): ministro quer privatização via capitalização
Redação 1Bilhão Educação Financeira

Eletrobras (ELET6): ministro quer privatização via capitalização

Eletrobras (ELET6) aprova ofertas da Omega de R$ 1,5 bi por fatias em eólicas no RS

Ministro da Economia, Paulo Guedes disse ontem (6) que a Eletrobras (ELET3; ELET6) e os Correios foram colocados na “esteira das privatizações” pela equipe econômica e pelo governo Bolsonaro. Ele também defendeu a privatização da estatal de energia elétrica via capitalização.

Para Guedes, é preciso diferenciar “barulho” de “informação”, quando se trata dos programas de desestatização promovidos pelo governo. Ele participou de uma live promovida por portal de notícias do mercado financeiro.

De acordo com o ministro, o governo vem defendendo a privatização da Eletrobras via capitalização, modelo segundo o qual a empresa emite novas ações e a participação do controlador (governo) é diluída a um percentual inferior a 50%.

Desta maneira, a empresa deixa de ter um controlador definido. Esse modelo, que é o previsto pela Medida Provisória (MP) que trata da privatização da Eletrobras, e poderia agilizar o processo de privatização da estatal, segundo técnicos da equipe econômica.

Eletrobras (ELET6): ministro quer privatização via capitalização

Eletrobras

Entretanto, reportagem de O Globo de uma semana atrás mostra que o relator da MP, o deputado Elmar Nascimento (DEM-BA), tem feito uma série de reuniões com gestores, investidores e integrantes da equipe econômica para defender um modelo alternativo de privatização da estatal elétrica.

Leia Também:  Veja como a revelação da offshore de Paulo Guedes repercutiu entre políticos

Você viu?

Conforme o jornal, sua ideia seria fatiar a Eletrobras e vender suas subsidiárias separadamente ou vendê-la por completo para um só comprador. A notícia foi mal recebida pelo mercado e analistas criticaram a tentativa do relator, afirmando que esse outro modelo atrasaria o processo de privatização da empresa e poderia gerar uma nova concentração de ações nas mãos de um novo controlador, prejudicando os acionistas minoritários.

Barulho e Informação

Em relação a esse movimento político do relator, Guedes disse que “tem o barulho e tem a informação. A informação é que nós colocamos isso na esteira da privatização, duas grandes privatizações [Eletrobras e Correios]. O barulho é o seguinte: qual vai ser o modelo? Tem gente defendendo que a Eletrobras seja decomposta e nós temos argumentos para demonstrar que o ideal é fazer do jeito que está acontecendo, fazer a capitalização, como a gente está chamando. Temos que usar às vezes esses termos [como capitalização], mas na verdade é para ela [Eletrobras] poder investir, retomar os investimentos”, frisou.

Veja ELET6 na Bolsa :

alt

  • Só clique aqui se já for investidor
Leia Também:  Viver de verdade é viver com um propósito

O post Eletrobras (ELET6): ministro quer privatização via capitalização apareceu primeiro em 1 Bilhão Educação Financeira .

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Dinheiro na mão é vendaval

IBGE cancela concurso com 204 mil vagas para 2022 e reembolsará candidatos

Publicados

em


source
Concurso para agentes e recenseadores foi cancelado devido à não renovação de contrato com empresa
Reprodução: iG Minas Gerais

Concurso para agentes e recenseadores foi cancelado devido à não renovação de contrato com empresa

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou nesta segunda-feira (18) que cancelou o concurso público para agentes censitário e recenseadores para o Censo de 2022. Segundo o instituto, a decisão foi motivada pela não renovação de contrato com a Cebraspe, empresa responsável pelo certame.

Ao todo, o IBGE abriu 204 mil vagas para realização da pesquisa demográfica no ano que vem. 108 mil oportunidades eram para recenseadores, enquanto 5,4 mil seriam destinados para agente censitário municipal e 16 mil para agente censitário supervisor. Os salários variam entre R$ 1,7 mil e R$ 2,1 mil.

O contrato com a Cebraspe se encerrada nesta segunda-feira e o IBGE optou por não renovar o acordo. Outra empresa para assumir a realização do concurso já está em discussão no instituto.

O IBGE ainda informou que devolverá o valor das inscrições para candidatos que já realizaram o cadastro para a prova. No entanto, os trâmites para reaver os valores só serão divulgados nos próximos dias.

Essa é a segunda vez em que o concurso é adiado. No começo do ano, o certame foi suspenso devido ao avanço da pandemia de Covid-19.

Com as proximidades do início de reuniões para definir os trâmites do Censo de 2022, o IBGE tenta agilizar o encontro de uma empresa para realização do concurso. Uma nova data para realização da prova deve ser divulgada até o começo do próximo mês.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA