(65) 99638-6107

CUIABÁ

Dinheiro na mão é vendaval

BR Properties (BRBI11) paga R$ 23,6 milhões em dividendos aos seus acionistas

Publicados

Dinheiro na mão é vendaval


source
BR Properties (BRBI11) paga R$ 23,6 milhões em dividendos aos seus acionistas
Sophia Bernardes

BR Properties (BRBI11) paga R$ 23,6 milhões em dividendos aos seus acionistas

Nesta quarta-feira (30), vai ser realizado o pagamento de dividendos aos acionistas da BR Properties (BRBI11), conforme aprovado pelo banco no dia 26 . O valor de R$ 23.680.704,06 será distribuído sem retenção de imposto de renda.

Os investidores com posição acionária que compraram ações até a data de aprovação, terão direito aos dividendos. Assim sendo, receberão da BR Properties um valor de R$0,049 por unidade.

Você viu?

BR Properties no primeiro trimestre

Os resultados do primeiro trimestre deste ano da BR Properties apresentaram um valor líquido de R$13,4 milhões. Comparado ao trimestre de 2020, houve uma diferença de 7% a menos.

Além disso, neste trimestre, foi apontado um crescimento de 14% no Ebitba (taxa que revela a capacidade da empresa de gerar caixa) ajustado, que atingiu R$61,1 milhões. A propósito, a margem do Ebitba encerrou em 74%, com uma adição de 3 pontos percentuais.

Confira a reportagem completa aqui

Leia Também:  Oi: entenda porque a empresa de telecomunicações é grande promessa do mercado

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Dinheiro na mão é vendaval

CVM vai investigar Petrobras; investidores apostaram na possível privatização

Publicados

em


source
Após as falas do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do presidente Jair Bolsonaro, uma das operações registrou valorização de quase 200%
Sophia Bernardes

Após as falas do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do presidente Jair Bolsonaro, uma das operações registrou valorização de quase 200%

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) abriu nesta quarta-feira (27) um processo para investigar a Petrobras. O órgão não informou o motivo, mas o processo vem na esteira das falas do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do presidente Jair Bolsonaro sobre a possibilidade de desestatização da empresa.

Segundo a agência Reuters, a investigação se dá posteriormente ao fato relevante publicado na segunda-feira em que a estatal diz ter  “indagado” o governo sobre a eventual existência de estudos para privatização da companhia.

Segundo o jornalista André Spigariol, do Brazilian Report, investidores abriram posições milionárias em opções de compra da Petrobras, além de investirem em ações preferenciais da companhia. 

Uma das operações registrou valorização de quase 200% entre sexta e segunda, fortemente beneficiada pelo plano de privatizar a Petrobras anunciado por Bolsonaro e endossado por Guedes. A coincidência de horário teria chamado a atenção da CVM.

Nesta segunda, Bolsonaro assumiu ter  vontade de privatizar a Petrobras e afirmou que proposta entrou no radar no Palácio do Planalto nos últimos meses. Bolsonaro, no entanto, insinuou ter recuado da ideia após possibilidade de manutenção ou aumento nos preços dos combustíveis.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA