(65) 99638-6107

CUIABÁ

Dinheiro na mão é vendaval

Bares e restaurantes cobram indenização na justiça a estados e municípios

Publicados

Dinheiro na mão é vendaval


source
Abrasel entra com ação na justiça por indenização
Arquivo pessoal

Abrasel entra com ação na justiça por indenização

A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) entrou com ação civil pública pedindo indenização em 26 estados , mais o Distrito Federal, e nos 275 municípios onde tem associados. Isto porque a entidade argumenta que o setor sofreu com a crise provocada pela pandemia de coronavírus, em razão do fechamento do comércio.

O presidente da associação diz que está apontando judicialmente as consequências do fechamento de estabelecimentos no estados, que reduziu as receitas dos bares e restaurantes do país. “O Estado impôs uma regra, o fechamento, e essa imposição trouxe perdas. Então, ele é responsável”, disse o presidente da Abrasel, Paulo Solmucci, à coluna Painel S.A , da Folha

Outra medida que o representante do setor questiona é a cobrança de impostos durante o período em que os bares e restaurantes não estavam em funcionamento. 

Leia Também:  BTG Pactual, Cosan, EDP e Eurofarma unem esforços em favor do Hospital das Clínicas

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Dinheiro na mão é vendaval

Rede Madero pode fechar após dono minimizar pandemia

Publicados

em


source
Madero
Madero/Divulgação

Madero


A rede de restaurantes Madero do bolsonarista Junior Durski disse, em suas demonstrações financeiras do primeiro trimestre de 2021, que o dinheiro em caixa da empresa não seria suficiente para pagar as dívidas de curto prazo na data de vencimento sem financiamento adicional. 

“Foram dois materiais de resultados publicados pela empresa desde o início da pandemia e auditores da rede levantaram, em ambos, a existência de ‘incerteza relevante’ e ‘significativa’ relacionada com a continuidade da operação”, informa o jornal Valor Econômico.

O informe entregue nesta quinta-feira (24) indica que as lanchonetes podem fechar.


Você viu?

Em março de 2020, no início da pandemia de Covid-19 , o empresário Junior Durski minimizou o potencial letal do coronavírus . Segundo ele, o Estado não deveria parar a economia para frear a disseminação da doença porque “5 ou 7 mil pessoas vão morrer”. 

Leia Também:  Bolsonaro ataca mídia: "Falando mentiras sobre minha interferência na Petrobras"

Veja:


Nesta quinta-feira, o Brasil registrou mais de 507 mil mortes pela Covid-19

No ano passado, a Controladoria Geral da União (CGU)  multou o restaurante em R$ 442 mil por pagar propina em dinheiro e alimentos a funcionários do Ministério da Agricultura. Os funcionários da pasta eram designados para, supostamente, fiscalizar lojas da rede nas cidades de Balsa Nova e Ponta Grossa, no Paraná.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA