(65) 99638-6107

CUIABÁ

Dinheiro na mão é vendaval

Auxílio emergencial: nascidos em fevereiro recebem amanhã; veja calendário

Publicados

Dinheiro na mão é vendaval


source
Ós beneficiários do Bolsa Família continuam recebendo na mesma data do benefício
O Dia

Ós beneficiários do Bolsa Família continuam recebendo na mesma data do benefício

A Caixa Econômica Federal já começou a pagar a nova rodada de auxílio emergencial . Os trabalhadores informais nascidos em janeiro receberam a primeira parcela do benefício nesta terça-feira (6). E os próximos contemplados serão os nascidos em fevereiro . O crédito ficará disponível no Caixa Tem na sexta-feira (11). Veja abaixo o calendário completo de pagamentos.

Segundo o banco, o calendário foi organizado para que o atendimento ocorra de forma ordenada e sem aglomeração. Os pagamentos serão escalonados, de acordo com o mês de nascimento do beneficiário, em ciclos de crédito em conta e saque em dinheiro. Para os beneficiários do Bolsa Família que receberão o auxílio, nada muda. Eles continuam a receber conforme o calendário habitual.

Veja datas dos pagamentos:

  • Nascidos em fevereiro – dia 9
  • Nascidos em março – dia 11
  • Nascidos em abril – dia 13
  • Nascidos em maio – dia 15
  • Nascidos em junho – dia 18
  • Nascidos em julho – dia 20
  • Nascidos em agosto – dia 22
  • Nascidos em setembro – dia 25
  • Nascidos em outubro – dia 27
  • Nascidos em novembro – dia 29
  • Nascidos em dezembro – dia 30
Leia Também:  Intermédica (GNDI): Capital World Investors reduz participação na companhia

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Dinheiro na mão é vendaval

Justiça concede aposentadoria por invalidez para mulher vítima de AVC

Publicados

em


source
INSS deverá pagar benefício a partir de abril deste ano
Reprodução: ACidade ON

INSS deverá pagar benefício a partir de abril deste ano

A 2° Vara Federal de Gravataí (RS) decidiu que uma mulher, vítima de Acidente Vascular Cerebral (AVC), deve receber aposentadoria por invalidez. A beneficiária havia aberto a opção para receber o auxílio-doença, mas as sequelas da doença prejudicaram atividades dela.

O juiz Selmar Saraiva considerou a perícia feita pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que apontou limitações físicas e cognitivas para qualquer atividade laboral da vítima. Com isso, seria necessário oferecer a aposentadoria especial.

Com a decisão, o INSS deverá pagar a aposentadoria a partir da data de entrada do processo, ou seja, abril deste ano. O juiz também estipulou o ajuste de 25% no valor das parcelas devido à necessidade da vítima de ajuda de terceiros em atividades diárias.

Leia Também:  MP que reduz salário e jornada tem metade da adesão em 2020; entenda os motivos

Os advogados que defenderam à vítima disseram ao Conjur que a decisão de oferecer a aposentadoria por invalidez é rara. Entretanto, eles ressaltaram que o INSS ainda poderá recorrer da decisão junto ao Tribunal Regional Federal (TRF).

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA