Depois do Piauí é a vez de Tocantins vir a Cuiabá conhecer ‘MT Preparatório’

Após despertar o interesse do Piauí, agora foi a vez do Governo do Tocantins enviar representante para conhecer o funcionamento, a estrutura e a metodologia do programa educacional ‘MT Preparatório’. Responsável por fornecer gratuitamente aulas preparatórias para exames seletivos a todos os 141 municípios mato-grossenses, o programa estadual chamou a atenção da Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia do Tocantins (SECT-TO), que enviou nesta tarde de quinta-feira a assessora técnica Yana Santos para conhecer in loco a estrutura física e tecnológica do MT Preparatório.

Após passar pelo ponto de recepção instalado na ‘Escola Estadual Liceu Cuiabano Maria de Arruda Muller’ em Cuiabá, sendo esse um dos 198 espalhados pelo Estado, a servidora do Tocantins, acompanhada da secretária estadual de Ciência e Tecnologia, Áurea Regina Ignácio, passou pelo estúdio televisivo montado na sede da Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (Secitec), órgão responsável por executar o programa educacional, e que discute a necessidade de pleno controle da ferramenta com a presença de tutores.

Diante da grande abrangência do ‘MT Preparatório’ a assessora técnica da SECT-TO disse ter ficado impressionada com as potencialidades da tecnologia educacional e dos equipamentos que integram o sistema de ensino à distância. “É a primeira vez que conheço um programa como esse. Ao contrário de Mato Grosso, ao invés de aulas preparatórias, temos o interesse de utilizar essa mesma ferramenta para aplicar cursos de qualificação, que atendam aos servidores do Estado de Tocantis e até mesmo a sociedade”, esclareceu a assessora.

Guiada pela secretária de Ciência e Tecnologia de Mato Grosso, Áurea Ignácio, a assessora teve a oportunidade de conhecer a tecnologia televisiva ‘TriCaster’, que permite a utilização do Chroma Key, onde através de um fundo verde, o educador insere imagens, vídeos, animações 2D e 3D, recursos esses que melhor contextualizam o conteúdo aos alunos. E o quadro interativo ‘Smart Board’, item tecnológico composto de uma TV de 52 polegadas, que possibilita escrever notas, fazer desenhos, abrir fotos ou até mesmo vídeos. Nesse monitor há uma série de sensores que mapeiam alterações na superfície da tela, permitindo que o professor possa interagir com conteúdo multimídia e escrever anotações em tinta digital. A assessora da SECT-TO também conferiu todo material didático entregue aos alunos, composto por livros encadernados e coloridos-, e mais um DVD contendo 100 vídeos-aulas.

Categorias:Plantão

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

dois + cinco =