Denúncia de corrupção eleitoral no Médio Norte, feita pelo deputado José Domingos (PSD) tem como alvo o empreiteiro José Eduardo Botelho, da construtora Nhambiquara, que vai substituir o irmão, atual deputado Luiz Marinho, na disputa de uma vaga na Assembleia, pelo PSB de Mauro Mendes. Pelas evidências, ele repete o padrão do candidato-graneiro, que monta sua estrutura estribado no poder do dinheiro

Deputado denuncia “compra de lideranças”

DO RD NEWS

Apesar do duro discurso contra o pretenso empresário-corruptor, o deputado José Domingos, ao falar na tribuna da Assembleia, manteve o seu nome em sigilo. Agora, vem a revelação que trata-se de um empreiteira em ascenção, Eduardo Botelho, irmão do deputado Luiz Marinho

Apesar do duro discurso contra o pretenso empresário-corruptor, o deputado José Domingos, ao falar na tribuna da Assembleia, manteve o seu nome em sigilo. Agora, vem a revelação que trata-se de um empreiteira em ascenção, Eduardo Botelho, irmão do deputado Luiz Marinho

Declarações em forma de denúncia feitas pelo deputado Zé Domingos (PSD) na última sessão ordinária antes do Carnaval devem repercutir e trazer desdobramento na campanha deste ano. Irritado, ele afirmou, da tribuna, que “um empresário e candidato a deputado e empreiteiro está comprando todo mundo”. Embora não tenha citado nome naquele momento, foi um recado a José Eduardo Botelho, da construtora Nhambiquara, com sede em Várzea Grande. Botelho sempre atuou nos bastidores da política, inclusive como financiador de campanhas. É irmão do deputado estadual Luiz Marinho (PTB). Devido a problemas de saúde, o petebista não vai à reeleição e terá o irmão como candidato pelo PSB.

Domingos ficou na bronca porque já perdeu lideranças para Botelho, que está montando estrutura à campanha em algumas regiões, inclusive em Sorriso (Nortão), onde o parlamentar social-democrata foi prefeito por três mandatos. A gota d’água foi a perda do presidente da Câmara Municipal de Santa Rita do Trivelato para Botelho, que também arrastou para trabalhar como seus cabos eleitorais 5 vereadores por Arenápolis, assim como o presidente da Câmara de Nova Mutum, lideranças e vereadores de outros municípios.

Walter Rabello (PSD) e Dilmar Dal Bosco (DEM) reforçaram a reclamação de Zé Domingos, que até defendeu a criação de uma CPI e afirmou que denunciaria o caso ao Ministério Público. As críticas não foram mais duras porque Marinho estava participando da sessão, o que deixou os colegas um tanto constrangidos em descer o porrete no irmão do petebista.

 

 

Eduardo Botelho, denunciado por José Domingos, comanda a construtora Nhambiquara

Eduardo Botelho, denunciado por José Domingos, comanda a construtora Nhambiquara

Disposto a montar grande estrutura, Botelho já entrou na lista do PSB como possível eleito. É um dos poucos “novatos” no páreo para conquistar vaga na Assembleia. Dos 24 deputados, 18 vão à reeleição e agora passam a intensificar o trabalho de base. Ficarão de fora somente José Riva (PSD), João Malheiros (PR), Alexandre Cesar (PT), Luciane Bezerra (PSB), Ezequiel Fonseca (PP) e o próprio Marinho.

—————

HUMOR

OS EMPRESÁRIOS E A POLITICA (no traço do saudoso cartunista Glauco)

 

glauco base eleitoral

glauco e o doador

glauco_politico

Categorias:Sai de baixo

4 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 177.4.189.130 - Responder

    É gozação!!! 3 caititus, Rivaboys e sujos criticando um mal lavado. É bem Mato Grosso!!!

  2. - IP 187.5.109.196 - Responder

    Não adianta, Botelho tá montado na grana mesmo e é assim com os políticos de carteirinha, vai comprar todo mundo mesmo e f…TRE, MPE…

  3. - IP 179.112.26.149 - Responder

    Isso se chama inveja!! Pessoal da melhor Qualidade meu amigo Botelho… Conheço ele desde que morava na Rua coronel Neto em Cuiabá…Veio do nada e hoje se transformou num grande empreendedor!!! chupa seus invejosos

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

3 × dois =