OAB usa máquina para tentar promover Aude

A OAB de Mato Grosso está se lançando, da boca pra fora, numa campanha pelo Voto Limpo nestas eleições municipais de 2012, em nosso Estado. Sutil e esperta campanha, que será coordenada pelo vice-presidente da entidade, o advogado Maurício Aude, quando o rotineiro seria a campanha ser comandada pelo advogado Cláudio Stábile, ainda presidente da Ordem. Mas, guiados aparentemente pelo espirito eleitoreiro, tudo leva a crer que os maiorais da OAB resolveram ir tirando Stábile de cena e projetando Aude, para ver se os advogados mais desatentos entram na onda e começam a conviver com esta personalidade tão necessitada de notoriedade.

Quem é Maurício Aude? Simplesmente, o candidato já abençoado pelo “núcleo duro” da situação para tentar se eleger como sucessor de Cláudio Stábile como presidente da OAB. Como se sabe, o Cláudio Stabile já jogou a toalha, e vai tentar sair do foco nesta disputa. Essa atitude de Stábile, aliás, merece uma profunda reflexão que já está sendo feita por muitos advogados e muitas advogadas de Mato Grosso – aqueles profissionais da advocacia que não se deixam envolver pelo espírito de torcida organizada que situação tenta impor à categoria, sempre visando impor a sua hegemonia.

Pouca gente conhece Maurício Aude. É uma candidatura que começa baleada, porque ao longo da gestão de Stábile, Aude não conseguiu aparecer, não conseguiu se firmar – como é a sina reservada para todos os vices e já magnificamente retratada por Jô Soares naquele seu personagem exemplar. Agora, todavia, que a candidatura de Aude já está lançada e Stábile não parece querer segurar o abacaxi de defender a situação neste momento de tantas cobranças -, Mauricio Aude, imagino eu, deveria ter a decência de se afastar do cargo que exerce para garantir uma disputa minimamente justa com as candidaturas de oposição já lançadas.

Mas quem disse que Maurício Aude é capaz deste compromisso e desse discernimento democrático? Pelo menos, não é o que se vê. Maurício Aude não se licencia para a campanha e, certamente orientado por Stábile, Faiad, Ussiel e demais integrantes do “núcleo duro” da situação na OAB, começa a lançar mão de todos os instrumentos possíveis e imagináveis para se viabilizar diante das candidaturas de Oposição, notadamente diante da candidatura da advogada Luciana Serafim. Por isso, o cidadão Maurício Aude foi escolhido para coordenar a campanha da OAB-MT pelo Voto Limpo. Ele vai atuar nas eleições municipais de olho nas eleições da OAB.

Tudo muito sutil. Tudo muito oportuno. Eles falam em Voto Limpo, para a sociedade mas, no que se refere à OAB, o uso da máquina é mais que evidente! Quem é que vai parar com isso?

E onde fica a histórica, respeitável e sempre impactante parceria da OAB com o Cearazinho, com o advogado Vilson Nery e com o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral – o MCCE, de atuação nacional, responsável pela Lei da Ficha Limpa e que tem aqui em Mato Grosso um de seus principais núcleos?

Nenhuma palavra da OAB sobre o MCCE – porque a gestão de Cláudio Stábile-Maurício Aude, que agora diz lutar pelo Voto Limpo, uma das primeiras providências que tomou, assim que assumiu, foi romper os laços e os compromissos com o MCEE – que até mesmo o sr. Francisco Faiad (aquele tão citado nas fraudes que o MPF investiga na Fundação Uniselva da UFMT) entendeu sempre ser importante garantir e preservar. De lambuja, além do MCCE, a diretoria Stábile-Aude também tocou para fora da sede da OAB a Ong Moral, que também tem reconhecida atuação no enfrentamento das práticas de corrupção em Mato Grosso.

Se existe compromisso da atual diretoria da OAB com o Voto Limpo por que virar as costas àqueles entidades que vem encabeçando a luta contra os “fichas sujas” em Mato Grosso e em todo o Brasil.

Há muito a explicar. A campanha pela renovação do comando da OAB está aí para propiciar esta explicação e, quem sabe, uma efetiva renovação de métodos nas práticas da Ordem em nosso Estado.

Categorias:Jogo do Poder

11 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 189.59.48.97 - Responder

    E a Dra Luciana se afastou da presidência da Aatramat? Ah, entendi. Decência é aquilo que se cobra dos desafetos.

  2. - IP 189.92.148.80 - Responder

    “Advogada” você esta mau informada. A Serafim se licenciou da associação sim. E agora? O Aude fará o mesmo?

  3. - IP 189.59.43.107 - Responder

    Aude pra mim é marca de carro…
    Apenas isso e nada mais!

  4. - IP 68.171.231.84 - Responder

    E o discurso furado de Renovação?! Sera que a petralhãda da OAB pensa que somos retardados?! Da licença, Maurícinho!!!

  5. - IP 177.41.93.60 - Responder

    Que decepção com Cláudio, Faiad e Maurício.
    E o Capataz, Leo Pio como “coordenador” de campanha?!
    Pessoal, precisamos de algo mais sério na Ordem dos Advogados, né?

  6. - IP 201.86.183.124 - Responder

    É uma infelicidade pra Ordem dos Advogados se prestar a um papel desses. Colocar o candidato a Presidente na linha de frente justamente na questão de fiscalização partidária, onde um conselheiro Faiad atua e está se candidatando também pelo partido do Bezerra. Olha, francamente, dá nojo.

  7. - IP 201.34.24.52 - Responder

    Acho que ninguem pode discutir o nome do Mauricio para a Presidencia da OAB pois sempre foi profissional atuante, conhece os problemas advocacia e sabe o que tem que ser mudado. As outras chapas vem sempre com as mesmas propostas de mudanças há 10 anos e nunca conseguiram mudar a posição que está na OAB simplesmente porque são boas gestões. Sucesso Mauricio.

  8. - IP 177.132.246.67 - Responder

    Será que esse sujeito decola, com toda a sua “simpatia” com os advogados?!

  9. - IP 177.132.245.147 - Responder

    Parabéns, Maurício! Você conseguiu se unir ao Capataz e está seguindo os passos firmes do Faiad – fazendo da OAB uma vitrine pra si mesmo. Coitados dos que vão atrás, sem ganhar nada, trabalhando, sem capitalizar…

  10. - IP 189.59.48.90 - Responder

    É Rafael Castro, nesses 10 anos que você cita quem fez a OAB-MT foi a Luciana Serafim e o Scaravelli. O Mauricio Aude nada fez de concreto. Ou você tem algo de concreto e util para citar como feito dele? As boas gestões da OAB-MT como a do Faiad foi comandada de fato pela Serafim e Bola, e isso é fato público e notório. O Aude, só pra te lembrar, era oposição a eles e criticava tudo que foi feito nesses 10 anos de conquistas citados por você. Onde estava o Aude nesses 10 anos?O que fez o Aude nesses 10 anos?

  11. - IP 189.93.50.54 - Responder

    A proposito, foi citado na materia algo a respeito de fraudes a licitação. A paginadoe fará alguma matéria sobre o inquérito que apura estelionato, formação de quadrilha e apropriação indebita??? Poderia fazer, citando o nome dos investigados. Este veiculo sabe bem quem são… Aaaaaaa se sabe!!!

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

dois + 2 =